Archives for posts with tag: Teatro Capitol

No dia 17 de Abril de 1932, houve um concerto do Trio Schneider, no Teatro Capitol. Este trio austríaco era composto pelo violinista Remja Waschitz, pelo pianista Barão Anatol Wietinghoff-Scheel e pelo violoncelista Wolfgang Schneider. (1) (2)

(1) Este mesmo trio já tinha actuado em Macau no mesmo Teatro, no dia 22 de Novembro de 1931. Ver anterior postagem em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/11/22/noticia-de-22-de-novembro-de-1931-trio-schneider-em-macau/

(2) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, Volume III, 2015, pp. 235 e 237.

A começar em 27 de Março de 1957, no Teatro Capitol, nos horários habituais, o “emocionante filme em cinemascópio”, “Pillars of he Sky” (Pilares do Céu),  espectáculo para maiores de 13 anos de idade.

Verso do folheto de cinema apresentado no dia 27 de Março de 1957 (1)

“Pillars of the Sky”, filme em cinemascópio (western) de 1956, dirigido por George Marshall, com os actores Dorothy Malone, Jeff Chandler, Ward Bond, Keith Andes, Lee Marvin e Sydney Chaplin.

https://en.wikipedia.org/wiki/Pillars_of_the_Sky

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2023/03/27/noticia-de-27-de-marco-de-1957-folheto-de-cinema-teatro-capitol-lxxxiii-camille/

A começar em 27 de Março de 1957, no Teatro Capitol, nos horários habituais, reposição do “grandioso filme”, “Camille” (A Dama das Camélias), espectáculo para maiores de 18 anos de idade.

“Camille”, filme de 1936 (drama romântico) da “Metro-Goldwyn-Mayer”, dirigido por George Cukor, e produzido por Irving Thalberg e Bernard H. Hyman. Argumento de  James Hilton, Zoë Akins, e Frances Marion, baseado no romance de 1848 de Alexandre Dumas.  Com os actores Greta Garbo, Robert Taylor, Lionel Barrymore, Elizabeth Allan, Jessie Ralph, Henry Daniell, e Laura Hope Crews. Neste filme, Greta Garbo recebeu a sua 2.ª nomeação como melhor actriz nos “Óscar” de 1938. https://en.wikipedia.org/wiki/Camille_(1936_film)

No verso deste folheto, anúncio do próximo filme a começar em 29 de Março de 1957, “Pillars of the Sky” (Pilares do Céu), a ver em próxima postagem.

A começar em 16 de Março de 1956, no Teatro Capitol, o filme “Texas Lady”, uma produção “tecnicolorida em superescópio”, um espectáculo para maiores de 13 anos.

Texas Lady” filme (western), colorido de 1955, dirigido por Tim Whelan (ultimo filme deste director falecido em 1957), da distribuidora “RKO Radio Pictures”, tem como actores, Claudette Colbert, Barry Sullivan e Ray Collins.

https://en.wikipedia.org/wiki/Texas_Lady

BREVEMENTE: O grandioso filme musical em tecnicolorido e cinemascópio “Love me or leave me”. Ver anterior referência em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2017/02/03/noticia-de-3-de-fevereiro-de-1956-folheto-de-cinema-teatro-capitol-xxxi/

Para o dia 26 de Setembro de 1957 (um só dia) no Teatro Capitol, o filme “LIZZIE”, espectáculo para maiores de 18 anos. Folheto de cinema só impresso o argumento na frente.

Filme da «MGM Studios»,de 1957, drama (film noir) dirigido por Hugo Haas, baseado na novela de 1954 “The Bird’s Nest” de Shirley Jackson. A actriz Eleanor Parker interpreta uma mulher com três personalidades e o actor Richard Boone como psiquiatra. Outros actores: Joan Blondell, Hugo Haas, Ric Roman, e pela primeira vez no ecrã o cantor Johnny Mathis (interpretando um cantor ao piano). A segunda canção que canta no filme, “It’s Not for Me to Say,” (1) foi um sucesso de vendas. https://en.wikipedia.org/wiki/Lizzie_(1957_film)

(1) “It’s Not for Me to Say” da autoria de Robert Allen e Al Stillman, composta para o filme «Lizzie» (bem como a primeira canção do filme “,Warm and Tender” cantadas por Johnny Mathis no filme), foi um dos discos da «Columbia Records» de maior venda nesse ano de 1957 e depois incluída no 5.º álbum do cantor “Johnny’s Greatest Hits”. https://www.youtube.com/watch?v=b7xyAM7uF6I

A começar em 30 de Agosto de 1957, no Teatro Apollo, o filme “A História de Buster Keaton”, espectáculo para maiores de 13 anos.

Impresso a vemelho em fundo branco (1)

Conforme indica o título do filme, trata-se duma versão cinematográfica, biográfica (romanceada, com dados incorrectos) da vida atribulada do actor Buster Keaton. Filme de 1957, dirigido por Sidney Sheldon para a “Paramount Pictures”com argumento de Sidney Sheldon e Robert Smith e com os actores: Donald O’Connor (no papel de Buster Keaton), Ann Blyth, Rhonda Fleming, Peter Lorre, Larry Keating e Jackie Coogan.

https://en.wikipedia.org/wiki/The_Buster_Keaton_Story

NOTA: Actualização do preçário: $0.50, $0.80, $1.00, $1.20, $1.50 e para militares em graduação $1.00.

Anúncios para as próximas mudanças: “That´s my Boy” da dupla Martin e Lewis para o dia 3 de Setembro; “Oklahoma” para o dia 4 de Setembro (2) e BREVEMENTE “Ilha Ao Sol”   

Island in the Sun” filme (drama) de 1957 produzido por Darryl F. Zanuck e dirigido por Robert Rossen, basedo numa novela de 1955 de Alec Waugh. Actores: James Mason, Harry Belafonte, Joan Fontaine, Joan Collins, Dorothy Dandridge, Michael Rennie e Stephen Boyd. https://en.wikipedia.org/wiki/Island_in_the_Sun_(film)

(1) Impresso na Tipografia “Kai Meng” na Rua dos Mercadores n.º 123, Tel. 2637.

(2) Filme estreado em finais de Janeiro de 1957 no Teatro Capitol: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/01/25/noticia-de-25-de-janeiro-de-1957-folheto-de-cinema-teatro-capitol-xlv-the-golden-blade/

“Shack Out on 101” (em Macau: “Centro de Espionagem”), filme americano de 1955 estreou-se no dia 3 de Julho (e somente para este dia e dia seguinte, 4 de Julho), com as três sessões diárias habituais e para maiores de 18 anos de idade

Filme dirigido por Edward Dein, com argumento de realizador e Mildred Dein e com os seguintes actores: Terry Moore (Kotty); Frank Lovejoy (Prof. Sam Bastion; Keenan Wynn (George); Lee Marvin (Slob / Mr. Gregory); Whit Bissell (Eddie); Jess Barker (Artie); Donald Murphy (Pepe); Frank DeKova (Prof. Claude Dillon); Len Lesser (Perch) e Fred Gabourie (Lookout)

An isolated diner on California’s 101 highway provides the backdrop of the story involving nuclear secrets, foreign spies and federal agents.https://en.wikipedia.org/wiki/Shack_Out_on_101

Uma chamada de atenção para a ”Próxima Mudança” – um filme (drama/romance) americano de 1955, “All That Heaven Allows”, dirigido por Douglas Sirk com os actores Jane Wyman, Rock Hudson, Agnes Moorehead, Conrad Nagel e Virginia Grey. https://en.wikipedia.org/wiki/All_That_Heaven_Allows

A começar em 21 de Junho de 1957, estreia do filme “The Incredible Shrinking Man” (em Macau, “ O Anão”). Espectáculo para maiores de 13 anos.

The Incredible Shrinking Man”: filme de ficção científica, americano de 1957, é dirigido por Jack Arnold baseado numa novela de 1956, de Richard Matheson, “The Shrinking Man”, com os actores Grant Williams e Randy Stuart. (https://en.wikipedia.org/wiki/The_Incredible_Shrinking_Man)

BREVEMENTE: “Tarzan and the Lost Safari: “O primeiro filme do género em tecnicolorido e cinemascópio. Produção da MGM.” Ver em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/02/24/folheto-de-cinema-teatro-capitol-v-filmes-de-tarzan-i/

Ten Thousand Bedrroms” : “Primeiro filme de Dean Martin sem o cómico Lewis.” Ver em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/07/12/noticia-de-12-de-julho-de-1957-folheto-de-cinema-teatro-capitol-l-ten-thousand-bedrooms/

A começar em 25 de Maio de 1957, no Teatro Capitol, o filme “The Brave One”, com as três sessões habituais. Folheto anunciando o novo precário dos bilhetes.  

The Brave One” é um filme, drama, de 1956 dirigido por Irving Rapper com os actores  Michel Ray, Rodolfo Hoyos Jr. e Elsa Cárdenas. Ganhou um óscar por “Melhor História”  (foi o ultimo filme nesta categoria que foi abolida posteriormente). Foi nomeado também para “Melhor Edição” e “Melhor Gravação de Som”

BREVEMENTE: “The Opposite Sex” é um filme americano, comédia musical de 1956, em “Metrocolor e “CinemaScope”. É dirigido por David Miller com os actores: June Allyson, Joan Collins, Dolores Gray, Ann Sheridan, Ann Miller, Leslie Nielsen, Jeff Richards, Agnes Moorehead, Charlotte Greenwood, Joan Blondell, e Sam Levene. Trata-se de uma nova versão dum filme de 1939, “The Women”, ambos baseados duma peça teatral de 1936, de Clare Boothe Luce.

A começar em 20 de Abril de 1956 e após as obras de alargamento da tela (nos dias 18 e 19 de Abril), para poder projecção em cinemascópio, estreou-se no Teatro Capitol o “excitante filme em Cinemascópio da M.G.M.” – «Quentin Durward».

Com as obras, houve uma actualização do preço dos bilhetes para este filme, sendo o mínimo de $ 0.60 (sessenta avos) e o máximo de $1.80 patacas

The Adventures of Quentin Durward” ou “Quentin Durward” filme britânico de 1955, de “M.G.M.”, dirigido por Richard Thorpe e produzido por Pandro S. Berman. O argumento é de Robert Ardrey, adaptado por George Froeschel da novela histórica de Sir Walter Scott, publicada originalmente em 1823, centrada na história do arqueiro escocês ao serviço de rei francês Luís XI (1423 – 1483).

É o terceiro filme do mesmo director e produtor com o actor Robert Taylor (o primeiro «Ivanhoe» de 1952 e o segundo «Knights of the Round Table» de 1953), todos filmados nos estúdios londrino da M.G.M.

https://en.wikipedia.org/wiki/The_Adventures_of_Quentin_Durward https://en.wikipedia.org/wiki/Quentin_Durward Trailers: https://www.facebook.com/watch/?v=537039787290203 https://www.youtube.com/watch?v=808AGaILKIM

PRÓXIMA MUDANÇA : «Kismet» filme musical/comédia americano de 1955, dirigido por Vincent Minnelli e produzido por Arthur Free, foi filmado em «CinemaScope» e «Eastmancolor» e distribuído por «Metro-Goldwyn-Mayer». Baseado na peça teatral musical «Kismet» de 1953, de Edward Knoblock.

https://en.wikipedia.org/wiki/Kismet_(1955_film)