Archives for posts with tag: Teatro Capitol

A COMEÇAR EM 9 DE SETEMBRO DE 1955, com as sessões habituais, o “emocionante” filme “DESTRY”, um western, para maiores de 18 anos.

FOLHETO: 19,5 cm x 13,5 cm
O verso do folheto apresenta o filme “Marie Antoinette”, apresentado no passado dia 7 de Setembro. (1)

“Destry”, um western americano, filme de 1954, com os actores, Audie Murphy, Mari Blanchard, Lyle Bettger, Lori Nelson e Thomas Mitchell e dirigido por George Marshall. Terceira versão cinematográfica (2) da popular novela “Destry Rides Again” de 1930, Max Brand.

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2021/09/07/noticia-de-7-de-setembro-de-1955-folheto-de-cinema-teatro-capitol-lxix-maria-antonieta/

(2) “Destry Rides Again” (1932), com o actor Tom Mix; “Destry Rides Again” (1939), com o actor James Stewart e Marlene Dietrich, dirigido por George Marshall; e este “Destry” (1954), com o acor Audie Murphy. “Destry”, um western americano, filme de 1954, com os actores, Audie Murphy, Mari Blanchard, Lyle Bettger, Lori Nelson e Thomas Mitchell e dirigido por George Marshall. Terceira versão cinematográfica (2) da popular novela “Destry Rides Again” de 1930, Max Brand. (https://en.wikipedia.org/wiki/Destry_(film)

A COMEÇAR EM 7 DE SETEMBRO DE 1955 (somente dois dias, 7 e 8)

Atenção para a alteração da hora devido à extraordinária extensão do filme

14.30, 19.15 e 22.00 horas

MARIE ANTOINETTE

Espectáculo para maiores de 18 anos de idade

Marie Antoinette” é um filme de 1938, drama histórico, produzido pelo «Metro-Goldwyn-Mayer», dirigido por W. S. Van Dyke, baseado na biografia da rainha, escrito em 1932 pelo escritor Stefan Zweig. Actores: Norma Shearer, Tyrone Power, John Barrymore, Robert Morley e Anita Louise. Apesar de 4 nomeações para os “Óscar 1939” (melhor actriz, melhor actor secundário, melhor direcção artística e melhor música original), não obteve grande êxito popular, com grande prejuízo financeiro.

https://en.wikipedia.org/wiki/Marie_Antoinette_(1938_film)

FOLHETO: 19,5 cm x 13,5 cm

O verso do folheto apresenta o filme “DESTRY”, para começar a 9 de Setembro. (postagem nesse dia)

 Trailers: https://www.youtube.com/watch?v=UsQAmrFRXUQ https://www.youtube.com/watch?v=2aw21UKhBrI https://www.youtube.com/watch?v=EBJnepl5ePI

Só para o dia 14 de Agosto de 1952, o Teatro Capitol apresentou o filme “I´ll See You in My Dreams

FOLHETO: 18 cm x 12,5 cm

“I’ll See You in My Dreams”, filme musical de 1951, dirigido por Michael Curtiz com os actores, Doris Day e Danny Thomas, baseado na biografia escrita por Louis F. Edelman (“The Gus Kahn Story”) do letrista Gus Kahn (autor de mais de 300 canções) e de sua mulher Grace Kahn, com músicas deste letrista incluindo o que dá o título do filme “I’ll See You in My Dreams , do ano 1924 (autor da música: Isham Jones). https://en.wikipedia.org/wiki/I%27ll_See_You_in_My_Dreams_(1951_film)

Tipografia Soi Sang Printing Press

O folheto anunciava para o dia 15 de Agosto de 1952, “O inolvidável filme tecnicolorido” «Branca de Neve e os Sete Anões» produzido por Walt Disney, em 1937.

Trailers:https://www.youtube.com/watch?v=H9-blGrPsd4 https://www.youtube.com/watch?v=0H3oa-T8gQg

Só para o dia 13 de Agosto de 1952, o Teatro Capitol apresentou “o interessante filme musical e tecnicolorido” «Ao Luar» – «On Moonlight Bay»

Filme musical americano de 1951 dirigido por Roy Del Ruth com os actores/cantores Doris Day e Gordon MacRae. O filme tem 9 canções que foram muito populares na altura: “On Moonlight Bay”(de Edward Madden e Percy Wenrich, publicado em 1912); “Cuddle Up a Little Closer”; “Till We Meet Again”; “Tell Me”, “I’m Forever Blowing Bubbles”, “Christmas Story”, “Love Ya”, “It’s a Long Way to Tipperary” e “Pack Up Your Troubles”, tendo nesse ano Doris Day lançado o disco com 8 canções do filme. https://en.wikipedia.org/wiki/On_Moonlight_Bay_(film)

O folheto anuncia para BREVEMENTE (15 de Agosto de 1952) “O inolvidável filme tecnicolorido” «Branca de Neve e os Sete Anões» produzido por Walt Disney, em 1937.

Trailers: https://www.youtube.com/watch?v=HuMEOtQCul8 https://www.youtube.com/watch?v=W4kk82jJUiM

Dois dias de exibição, 19 e 20de Março de 1958, no Teatro Capitol, do filme “Tip on a dead jockey” (Uma corrida fatal), espectáculo para maiores de 18 anos

Tip on a Dead Jockey” é um filme (drama)  de 1957 dirigido por Richard Thorpe com os actores Robert Taylor e Dorothy Malone, baseado num conto de Irwin Shaw , publicado em 1954 no “ The New Yorker”. O primeiro filme da MGM em que aparece no início, o logótipo “rugido do leão”.

Trailer: https://www.imdb.com/video/vi398311449?ref_=tt_pv_vi_aiv

https://www.imdb.com/
title/tt0135564/

A começar no dia 23 o filme “Quantez” (“Fugitivos da lei”),com sessões às 14.30-20.00-22.00 horas por causa da apresentação como complemento de um pequeno filme (18 m) sobre o cantor “NAT KING COLE”(“The Nat ‘King’ Cole Musical Story”), da Universal International,  de 1955, dirigido por Will Cowan.

Quantez” é um filme (western) de 1957, da “Universal Pictures”, em cinemascópio, dirigido por Harry Keller com o actor Fred MacMurray e a mesma actriz do presente folheto, Dorothy Malone.

O verso do folheto de cinema do Teatro Capitol, postado no dia 4 de Março (1) apresenta para o dia 12 de Março de 1955 , o filme “Dawn at Socorro” (em Macau: “Numa madrugada em “Socorro”), espectáculo para maiores de 18 anos.

Dawn at Socorro” é um filme americano, de 1954, tipo “western”, da “Universal Pictures”, dirigido por George Sherman, escrito por George Zuckerman (uma história ficcionada sobre o famoso duelo em 1881 perto de  “O.K. Corral” , Tombstone (Arizona), com os actores Rory Calhoun e Piper Laurie.

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2021/03/04/noticia-de-4-de-marco-de-1955-folheto-de-cinema-teatro-capitol-lxv-johnny-dark/

Trailers do filme: https://www.youtube.com/watch?v=8Xk4BeIUHKAhttps://www.youtube.com/watch?v=E8k46gFZ6sI

A começar em 4 de Março de 1955, no Teatro Capitol (com sessões às 14.30, 19.15 e 21.45 horas, o filme o “O Grande Circuito”, precedido de desenhos animados (“Dog That Cried Well”), documentário da M. G. M. e reclamos de próximos filmes. Preço mínimo $0,20 avos.

“O Grande circuito” (Johnny Dark), é um filme americano de 1954, em tecnicolorido, da U. I., comédia/drama/acção dirigido por George Sherman, com os actores, Tony Curtis, Piper Laurie e Don Taylor. (1)

O presente folheto anuncia os próximos filmes para os dias 8 e 9 de Março de 1955, respectivamente “O FUROR (PASSION)”, um”western” de 1954, dirigido por  Allan Dwan com os actores Cornel Wilde e Yvonne De Carlo e “A SERPENTE DO NILO (Serpent of the Nile)”, de 1953, dirigido por William Castle com os actores Rhonda Fleming, (no papel de Cleópatra) , William Lundigan (no papel de Marco António) e Raymond Burr.

No verso deste folheto apresenta o filme “Dawn at Socorro” para o dia 12 de Março de 1955 (publicarei o verso, no próximo 12 de Março)

(1) https://www.youtube.com/watch?v=DhGmZ5K3g9A / https://www.youtube.com/watch?v=nDhzm8pbEg8 / https://www.youtube.com/watch?v=XrvPKjspnbA

A começar no dia 6 de Fevereiro de 1957, no Teatro Capitol, o “grandioso filme tecnicolorido” (para maiores de 18 anos), um “western” : “Raw Edge

Raw Edge”, filme de 1956 dirigido por John Sherwood com os actores Rory Calhoun, Yvonne De Carlo. Filme de estreia do actor John Gilmore, mais tarde mudaria o nome para John Gavin. https://en.wikipedia.org/wiki/Raw_Edge

A “PRÓXIMA MUDANÇA” e “BREVEMENTE”,  outros dois filmes americanos,  o “western” “Winchester 73” (que começou a 9 de Fevereiro) (1)  e “Walk the Proud Land” (Honra de Selvagens), o filme pacifista, baseado na biografia do índio apache John Clum (Audie Murphy)

Walk the Pround Land”, foi filmado em 1956, em “cinemascope” e tecnocolorido, da “M.G.M.” , e dirigido por Jesse Hibbs com os actores Audie Murphy e Anne Bancroft. https://en.wikipedia.org/wiki/Walk_the_Proud_Land

 (1) Ver em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/02/09/noticia-de-9-de-fevereiro-de-1957-folheto-de-cinema-teatro-capitol-lvi-winchester-73/

“O cinema brilha em Janeiro de 1934. O filme escolhido no Capitol, para o dia 1°, é o famoso “King Kong“, com os actores Fay Wray, Robert Armstrong e Bruce Cabot. Nos anúncios, o filme figura como a “oitava maravilha do mundo”. A bilheteira esgota-se durante os dias de exibição, porque todos querem admirar a odisseia do macaco gigante. Nunca havemos de esquecer as exclamações “uá” dos espectadores chineses, perante o macaco em fúria, a caminhar pelas ruas de Nova Iorque e a subir o «Empire State Building», onde encontrará a morte, perante as balas duma esquadrilha de aviões. O filme deixou uma memória perdurável que a segunda versão, feita há dois anos, e recentemente exibida entre nós, não apagou nem diminuiu. O primeiro “King Kong”, dentro do capítulo do filme de aventuras, é um clássico.

O Vitória não fica atrás da competição e em 5 de Janeiro oferece-nos um grande filme alemão de guerra “4 Infantrymen” (Os Quatro de Infantaria) (1) que ombreia com “All Quiet on the Western Front” (Nada de Novo na Frente Ocidental). Era a resposta alemã ao filme americano, mas movida pela mesma finalidade – o pacifismo, o repúdio da guerra, denunciando os seus horrores. Por ironia, a Alemanha estava nas mãos de Hitler e do Nacional-Socialismo.

Há outros filmes de lágrimas, de ternura e de pura evasão, como “The White Sister” com Clark Gable e Helen Hayes, “Smilin’ Through” de Norma Shearer e Frederich March, “Me and my Gal” de Spencer Tracy e Joan Bennett. Nomes que se fixam na mente e são preferência dos cinéfilos, todos eles no caminho ascensional da fama.

O Capitol apresenta uma série de fitas da casa alemã UFA, donde destacamos “Ronny” e o clássico “Madcheu in Uniform” (As Raparigas de Uniforme), hoje considerado um filme de antologia, com a bela actriz Dorothea Wieck.

(1) «Westfront 1918» é um filme de guerra alemão (as trincheiras da I Grande Guerra) dirigido por em 1930 por G. W. Pabst, dum argumento de Ladislaus Vajda adaptado dum romance “Vier von der Infanterie” deErnst Johannsen. https://en.wikipedia.org/wiki/Westfront_1918

(2) FERNANDES, Henrique de Senna – Cinema em Macau III (1932-36) in Revista da Cultura, n.º 23 (II Série) ABRIL/JUNHO de 1995, pp.151-152. Edição do Instituto Cultural de Macau. http://www.icm.gov.mo/rc/viewer/30023/1797

Mais um “emocionante filme” da «M.G.M» (com prejuízo financeiro) estreado em Macau, no dia 2 de Novembro de 1957, “The Vintage” (“A Vindima”; “Vindima Trágica” em Portugal, 29 de Outubro de 1957),

Filme de 1957, drama/crime, dirigido por Jeffrey Hayden com os actores Pier Angeli, Mel Ferrer, John Kerr, Michèle Morgan e Theodore Bikel. Argumento de Michael Blankfort, baseado numa novela de Ursula Keir. Música composta e dirigida por David Raksin. O solo de guitarra é do actor e cantor Theodore Bikel

Interessante os lemas anunciados no cartaz:

“First love can be the most dangerous! “

“The man she flirted with was a killer”

“Was this wife too friendly with strange under his roof?”

Trailer do filme;

BREVEMENTE  — “This Could Be the Night” é também um filme comédia/drama, de 1957, da «MGM» (prejuízo comercial e financeiro) dirigido por Robert Wise com os actores Jean Simmons, Paul Douglas. E Anthony Franciosa (estreia deste actor), baseado nos contos de Cornelia Baird Gross.