Archives for posts with tag: 1957

A começar em 21 de Junho de 1957, estreia do filme “The Incredible Shrinking Man” (em Macau, “ O Anão”). Espectáculo para maiores de 13 anos.

The Incredible Shrinking Man”: filme de ficção científica, americano de 1957, é dirigido por Jack Arnold baseado numa novela de 1956, de Richard Matheson, “The Shrinking Man”, com os actores Grant Williams e Randy Stuart. (https://en.wikipedia.org/wiki/The_Incredible_Shrinking_Man)

BREVEMENTE: “Tarzan and the Lost Safari: “O primeiro filme do género em tecnicolorido e cinemascópio. Produção da MGM.” Ver em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/02/24/folheto-de-cinema-teatro-capitol-v-filmes-de-tarzan-i/

Ten Thousand Bedrroms” : “Primeiro filme de Dean Martin sem o cómico Lewis.” Ver em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/07/12/noticia-de-12-de-julho-de-1957-folheto-de-cinema-teatro-capitol-l-ten-thousand-bedrooms/

Verso do folheto de cinema do Teatro Apollo, do dia 15 de Junho de 1957 (“Bundle of Joy”, com os actores Eddie Fisher e Debbie Reynolds, casal de artistas em ascensão cinematográfica nessa década) em que apresenta os anúncios de reposições de filmes já estreados, com um preço mínimo de 30 avos para os dias 18 de Junho: “The King and I” (O Rei e Eu); 19 de Junho “D-Day the Sixth of June” (Dia D-6 de Junho) e 20 de Junho: “The Ungarded Moment” (O Jovem Delinquente) e para o dia 21 de Junho, estreia de “The Way to The Gold” (O Caminho para o Oiro).

Filme musical de 1956, da “20th Century-Fox”, dirigido por Walter Lang e produzido por Charles Brackett e Darryl F. Zanuck.

Argumento de Ernest Lehman baseado no musical “The King and I” de 1951, de Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II, por sua vez baseado no livro de 1944 “Anna and the King of Siam” de Margaret Landon (novela baseado nas memórias de Anna Leonowens que foi professora dos filhos do Rei  Mongkut de Sião nos princípios da década de 1860). Actores: Yul Brynner, Deborah Kerr, Rita Moreno e Martin Benson. O filme, bem aclamado pela crítica e com grande sucesso comercial, esteve nomeado para 9 “óscares” tendo ganho 5, incluindo Yul Brynner como melhor actor.

Trailers: https://www.youtube.com/watch?v=Z9L_lilJKQQ https://www.youtube.com/watch?v=HvbZNxZFn-g https://www.youtube.com/watch?v=QgVPnWmUqd4

A começar em 25 de Maio de 1957, no Teatro Capitol, o filme “The Brave One”, com as três sessões habituais. Folheto anunciando o novo precário dos bilhetes.  

The Brave One” é um filme, drama, de 1956 dirigido por Irving Rapper com os actores  Michel Ray, Rodolfo Hoyos Jr. e Elsa Cárdenas. Ganhou um óscar por “Melhor História”  (foi o ultimo filme nesta categoria que foi abolida posteriormente). Foi nomeado também para “Melhor Edição” e “Melhor Gravação de Som”

BREVEMENTE: “The Opposite Sex” é um filme americano, comédia musical de 1956, em “Metrocolor e “CinemaScope”. É dirigido por David Miller com os actores: June Allyson, Joan Collins, Dolores Gray, Ann Sheridan, Ann Miller, Leslie Nielsen, Jeff Richards, Agnes Moorehead, Charlotte Greenwood, Joan Blondell, e Sam Levene. Trata-se de uma nova versão dum filme de 1939, “The Women”, ambos baseados duma peça teatral de 1936, de Clare Boothe Luce.

Duas imagens da actividade cultural com legendas, provavelmente do mês de Maio de 1957,   publicadas no «BGU», XXXIII- 304, Junho de 1957, pp. 301-305.

Continuação da apresentação da colecção de 12 postais (18,5 cm x 12,7 cm) com fotografias do fotógrafo Lei Iok Tin, editada pela Fundação Macau e Centro UNESCO de Macau (1)

Duas fotografias, datadas de 1954 e 1957

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2022/04/24/postais-fotografias-de-lei-iok-tin-i/

.

A começar em 22 de Fevereiro de 1952,no Teatro Capitol, o “emocionante filme” “Tea and Sympathy”, com as sessões habituais. No folheto, está corrigido, a tinta azul, a classificação do filme: de 13 anos para “Espectáculo para maiores de 18 anos

Tea and Sympathy”, filme (drama) americano de 1956, adaptado duma peça teatral de Robert Anderson (1) de 1953, dirigido por Vincente Minnelli e produzido por Pandro S. Berman para a “MGM” em “Metrocolor”. Os actores: Deborah Kerr, John Kerr e Leif Erickson (com os mesmos papéis na peça teatral) e em papeis secundários: Edward Andrews, Darryl Hickman, Norma Crane, Tom Laughlin, e Dean Jones.

BREVEMENTE: “Bend of the River”, filme (western) de 1952, dirigido por Anthony Mann com os actores: James Stewart, Arthur Kennedy, Julie Adams, e Rock Hudson.

(1) Robert Anderson, autor da peça teatral foi também argumentista deste filme. Devido à censura imposta pelo “Motion Picture Production Code”, a homossexualidade nunca foi pronunciada no filme.

Trailers do filme “Tea and Sympathy”: https://www.youtube.com/watch?v=3nPIvXomwq4 https://www.dailymotion.com/video/x48axxa

Trailers do filme “Bend of the River”: https://www.youtube.com/watch?v=hVe1-wxCUqk https://www.youtube.com/watch?v=cfa6dEYSVrU

While the City Sleeps”, (em Portugal “Cidade nas Trevas”) filme de 1956 (“film noir”) dirigido pelo grande realizador e argumentista Fritz Lang com os actores: Dana Andrews, Rhonda Fleming, George Sanders, Howard Duff, Thomas Mitchell, Vincent Price, John Drew Barrymore e Ida Lupino. https://en.wikipedia.org/wiki/While_the_City_Sleeps_(1956_film)

NOTA: O filme esteve em cartaz três dias (19-21 de Janeiro) pois para os dias 22 a 24 de Janeiro a empresa do Teatro “Capitol” propunha os filmes possivelmente já estreados anteriormente, a $0,30 (trinta avos) por sessão, nomeadamente

Four Guns To the border”, western de 1954 – para o dia 22 de Janeiro; “Never say Good By”, comédia de 1946 – para o dia 23 de Janeiro; “Smoke Signal”, western de 1955 – para o dia 24 de Janeiro; no dia 25 de Janeiro estreou o filme “The Golden Blade”, já postado em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/01/25/noticia-de-25-de-janeiro-de-1957-folheto-de-cinema-teatro-capitol-xlv-the-golden-blade/

Verso do folheto
O encarregado do Governo, brigadeiro Portugal da Silveira, no uso da palavra
O Dr. Pedro José Lobo discursando
O Sr. Ho In, presidente da Associação Comercial de Macau, ao receber os agradecimentos do Dr. Pedro José Lobo pela manifestação a que aquela corporação se associou.
Extraído de «BGU», XXXIII- 380, Fevereiro 1957, pp. 312-320

Foi inaugurada no dia 8 de Maio de 1957, o novo infantário do Menino Jesus, junto ao Canídromo, na Avenida Almirante Lacerda, no sopé da Colina de Mong Há. A planta era da autoria do eng. José Maria Paulo Rodrigues e a construção importou em 43.000 patacas pagas pela Catholic Welfare. Tinha capacidade para 100 crianças, ficando a cargo das Madres Canossianas. O Infantário era dotado dum magnífico parque para recreio das crianças.

O Bispo de diocese, D. Policarpo da Costa Vaz benzendo as instalações do novo infantário do Menino Jesus (1)

Segundo Padre Teixeira (2), estava anexa à “Escola Infantil do Menino Jesus” (3) também dirigida pelas Irmâs Canossianas. As Canossianas mantinham além do infantário do Menino Jesus em Macau, o infantário da Beata Madalena de Canossa em Coloane; acolhiam todos os dias 70 a 30 crianças respectivamente de 1 a 5 anos. Eram-lhes fornecidas refeições gratuitas.  As Madres substituíam as mães durante o dia, em que estas eram obrigadas a procurar no trabalho os meios de subsistência. (2)

Aspecto da inauguração do Infantário (3)

Em 1975,  o local do infantário foi transformada em Casa Mortuária.

(1) Extraído de «BGU» XXXIII- 304, Junho de 1957, pp. 301-305

(2) TEIXEIRA, Padre Manuel – A Educação em Macau, 1982, pp. 342 e 347.

(3) A “Escola Infantil do Menino Jesus”, em 1981, era frequentada por 185 crianças, ensinadas por quatro professoras. As aulas de catequese eram ministradas por três legionárias.

“A Kiss Before Dying”, filme/drama de 1956 dirigido por Gerd Oswald (estreia como director). Argumento de Lawrence Roman, baseado no livro de Ira Levin de 1953 com o mesmo título. O livro foi galardoado em 1954 com o prémio “Edgar Award”, melhor primeira novela. Os principais actores são: Robert Wagner, Jeffrey Hunter, Virginia Leith, Joanne Woodward, e Mary Astor.(1) Posteriormente em 1991, baseado no mesmo livro seria realizado novo filme com o mesmo título. (2) https://en.wikipedia.org/wiki/A_Kiss_Before_Dying_(1956_film)

Verso do folheto

BREVEMENTE: “The Spanish Gardener” é um filme colorido “ VistaVision and Technicolor”, de 1956, baseado na novela de 1950, com o mesmo título, de A. J. Cronin. Dirigido por Philip Leacock, e  tem como actores: Dirk Bogarde, Jon Whiteley e Michael Hordern. https://en.wikipedia.org/wiki/The_Spanish_Gardener_(film)

(1) Trailers do filme: https://www.youtube.com/watch?v=95IWP5U_cmw https://www.youtube.com/watch?v=chlwxs2dfVA

(2) “A Kiss Before Dying” de 1991 é  dirigido por James Dearden, com os actores: Matt Dillon, Sean Young, Max von Sydow, e Diane Ladd.