No dia 8 de Dezembro de 1995, foram emitidos e postos em circulação pelos Correios de Macau  selos postais e um bloco filatélico alusivos à emissão extraordinária «Aeroporto Internacional de Macau»
1995-8dez1995-aeroporto-internacional-de-macauEnvelope de 16 cm x 11,6 cm, com obliteração de carimbo de 1.º dia de circulação, em 4 selos dos seguintes valores: 1.00 Pataca; 1.50 Patacas; 2.00 Patacas; e 3.00 Patacas.
portaria-302-95-m-27nov-selos-aimPortaria n.º 302/95/M de 27 de Novembro : emite e põe em circulação selos postais alusivos à emissão extraordinária «Aeroporto Internacional de Macau».

Faz hoje 100 anos que foi fundada a Firma «F. Rodrigues Lda.» e que através dos sucessores, continua a operar.
Ao seu actual presidente (Humberto Carlos Rodrigues) e a todos quantos trabalham nessa Firma, os meus parabéns.
anuncio-1966-boac-macau-garden-city-of-orientPara recordar, mais outros dois anúncios, publicados em 1966 – precisamente há 50 anos atrás. Estes dois anúncios comparados com outros anteriormente publicados, estão relacionados com a representação da firma como agente em Macau da BOAC (British Overseas Airways Corporation) (1) e como agência turística através da “Rodrigues Tours”.
anuncio-1966-rodrigues-tours-macau-garden-city-of-orientboac-logotipo(1) A «British Overseas Airways Corporation», também conhecida por sua sigla, BOAC, era uma empresa aérea do Reino Unido fundada em 24 de Novembro de 1939 (da fusão da «British Airways Ltd.» e da «Imperial Airways») e terminou a 31 de Março de 1974 quando a BOAC se fundiu com a «British European Airways» para formar a «British Airways».
Referências anteriores em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/firma-f-rodrigues/

Alguns slides digitalizados da minha colecção “MACAU COLOR SLIDES  – KODAK EASTMAN COLOR”,  comprados na década de 70 (século XX), se não me engano, na Foto PRINCESA (1).
macau-color-slides-i-correiosEmbora comprados já nos primeiros anos da década de 70, alguns que irei apresentando são slides de finais da década de 60. Hoje , são dois “slides” dos Correios de Macau /C.T.T.
macau-color-slides-ii-correios

capitol-7dez1954-ma-and-pa-kettleO CASAL KETTLE EM CASA
MA AND PA KETTLE AT HOME

cartaz-ma-and-pa-kettle-at-home-1954Filme da Universal International, de 1954, comédia, dirigido por Charles Lamont, com Marjorie Main e Percy Kilbride
É um filme duma série da família Kettle (de 1947 a 1957 – 10 filmes). Segundo os críticos (não conheço o filme) este filme (o sexto da série) é o melhor de todos eles.
Espectáculo para maiores de 13 anos.
capitol-7dez1954-ma-and-pa-kettle-versomagnificent-obsession-1954O filme seguinte “Magnificent Obsession” (Sublime Expiação) é um filme do mesmo ano, 1954, melodrama (daqueles “dramalhões pesados”) do realizador Douglas Sirk (um dos melhores filmes deste realizador) com os actores Rock Hudson (também uma das melhores interpretações deste actor) e Jane Wyman.
Posters dos filmes retirados de:
href=”http://www.imdb.com/title/tt0047197/mediaviewer/rm1297980416″>http://www.imdb.com/title/tt0047197/mediaviewer/rm1297980416
href=”https://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/b/b8/Magnificent_obsession.jpeg”>https://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/b/b8/Magnificent_obsession.jpeg

tcha-siu-pauTch´á Siu Páu – 叉燒飽 
Bolo de carne de porco assado ao espeto
Este bolo salgado é feito duma massa de farinha e recheado com carne de porco assado ao espeto. É saborosíssimo, sendo apenas servido em casas de pasto, à hora em que os chineses tomam o seu chá, isto é, entre o meio-dia e duas horas da tarde. Como este bolo termina em bico, os chineses chocarreiros costumam empregar este termo para se referirem, jocosamente, às tetas protuberantes das meninas.” (1)

Luís G. Gomes utiliza no terceiro caractere chinês  como (no sentido de “cheio”) mas hoje correntemente este acepipe é apelidado de (no sentido de “embrulhado” ou “empacotado”)
叉燒飽 – mandarin pīnyīn: chā shāo bǎo; cantonense jyutping: caa1 siu1 baau2
叉燒包mandarin pīnyīn: chā shāo bāo; cantonense jyutping: caa1 siu1 baau1

(1) GOMES, Luís Gonzaga  in «Mosaico», 1952.

Um pequeno opúsculo sobre o padroado português na China de A. Marques Pereira, imprimido em Lisboa (“impresso requisitado por um amigo”) pela Imprensa de J. G. de Sousa Neves, (Lisboa), em 1873.
o-padroado-portuguez-na-china-1873-iDedicado a
o-padroado-portuguez-na-china-1873-iiPublicação de três cartas que o autor enviou à imprensa portuguesa em 1872 sobre a «Questão do Padroado – escolha e confirmação do Bispo de Macau»
A 1.ª enviou-a em 19 de Fevereiro de 1872 ao «Diário de Notícias» que a publicou na edição do dia 20; Publicação na «Gazeta do Povo», no dia 27, do artigo “Notícias de Macau e Questão do Padroado (observações sobre este assunto publicado na «Correspondência de Portugal» no dia 29 de Janeiro)
2 ª carta do autor à «Gazeta do Povo» em 29 de Fevereiro de 1872; a «Gazeta do Povo» publicou-a em 12 de Março com o título “Macau – Questão do padroado
3 . ª carta do autor à «Gazeta do Povo»  em 1 de Abril de 1872.

O Papa Gregório XIII instituiu a diocese de Macau, espalhada pela província da China e pelas ilhas do Japão e de Macau e outras terras e ilhas adjacentes que é confiada aos monarcas portugueses (Bula «Super Spécula Militantis Ecclésiae» de 23-1-1576). As dioceses de Goa e Macau, por exemplo, foram criadas respectiva e unicamente em 1537 e 1575.
Por isso no final do século XVI o Padroado Português do Oriente já possuía bastantes católicos (em Macau 3000). A diocese de Macau (com as missões em Malaca – e a cristandade de S. Pedro, Singapura – e a comunidade cristã de S. José, China) passou a ser os «restos» do Padroado Português do Oriente, em 1776. A Concordata de 1857 (Pio IX:21-II) limitou o direito do Padroado à igreja primacial de Goa, à igreja arquiepiscopal de Cangranor e às igrejas episcopais de S. Tomé de Meliapor, Cochim e Malaca (exceptuando a ilha de Pulo-Penang) e Macau (incluindo a província de Cantão e as ilhas adjacentes e excluindo a província de Quam-si e a ilha de Hong-Kong).
Até que finalmente, em 21 de Fevereiro de 1857, é acordado o Tratado sobre o exercício dos direitos do Padroado, negociado pelo Núncio e pelo Ministro Rodrigo da Fonseca Magalhães. O Padroado mantém-se na Índia em Goa, Cangranor, Cochim, Meliapor e Malaca, e na China, em Macau, sendo limitadas territorialmente algumas das circunscrições destas dioceses A eficácia da Concordata foi limitada, permanecendo as dúvidas sobre os limites das dioceses e os conflitos de jurisdição. Por isso, em Maio de 1867, o embaixador português junto da Santa Sé manifestava a necessidade de uma mais razoável circunscrição das dioceses da índia. Leão XIII escreveu então ao rei D. Luís, em Janeiro de 1886, propondo uma solução. Malaca e Singapura passavam, de Goa, para a jurisdição da diocese de Macau.
PEREIRA, A. Marques – O Padroado Portuguez na China. Lisboa, Imprensa de J. G. de Sousa Neves, 1873, 36 p.
Este livro está acessível à leitura em:
https://books.google.pt/books?id=FwzpC-5fN6cC&pg=PT4&lpg=PT4&dq=Quest%C3%A3o+do+Padroado+em+Macau
Sobre este assunto, aconselho ainda a leitura de:
CRUZ, Manuel Braga da – O Padroado Português no Oriente em:
http://repositorio.ucp.pt/bitstream/10400.14/19255/1/V0330102-239-255.pdf
e
MARTINS, Manuel Gonçalves – O Padroado Português do Oriente e os Factores Exógenos em
https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/2705/1/NeD53_ManuelGon%C3%A7alvesMartins.pdf 

Mais dois anúncios da Firma F. Rodrigues, de 1938 e outro da F. Rodrigues (Suc.res) Lda, de 1966 (1)
anuncio-1938-f-rodriguesanuncio-f-rodrigues-1966(1) Ver anteriores referências em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/firma-f-rodrigues/