Extraído de «Gazeta de Macau e Timor», II- 21, de 10 de Fevereiro de 1874.

O episódio referido, assalto e roubo do ópio na Praia Grande, foi a 9 de Setembro de 1873 e relatado no mesmo jornal em 14 de Outubro.

Extraído de «Gazeta de Macau e Timor», II- 4, de 14 de Outubro de 1873

LÔU NGÁU –老藕 (1)
Velha raiz de loto (lótus)
O talo grosso e carnoso do loto (lótus) é que é considerado como a raiz desta planta. No dialecto de Macau é conhecido por restrate, (2) deturpação de raiz do trate, visto que à loto se dá o nome de trateira e às suas sementes trate.
Estes talos entram na confecção da comida chinesa e na fabricação de medicamentos, encontrando-se também em forma de farinha branco-encarnada conhecida por ngâu fân.
Dizem os chinas que as raízes do loto são tanto mais saborosas quanto mais velhas ou maduras forem porque se tornam afarinhadas, isto é hâi fân -起粉 (levantar farinha). (3)
O termo lôu ngáu aplica-se porém, para se referir às mulheres de idade madura.”(4)

Restrate – 藕 – rizoma de lótus
https://news.sina.cn/2017-11-04/detail-ifynmvuq8587109.d.html

(1) 老藕mandarim pīnyīn:  lǎo  ǒu; cantonense jyutping: lou5 ngau5
(2) “Restrate – raiz de trate ou rizoma de lótus ou loto. O termo é já muito pouco usado substituído pelo chinês lin ngàu, lingau.
O restrate é usado na culinária sino-macaense e também era antigamente ingrediente de mezinhas, como:
«Mezinha para torçar de barriga: Nós de restrate salmourado, coza-se a canja e bebe-se de vez em quando, quando sente-se torçor ou disenteria» – De um caderno manuscrito de receitas antigas (1883)
Dava-se também o nome de trate, antigamente à semente de lótus, hoje vulgarmente designada pelo chinês lin chí ou lin tsi 蓮. » (5)
BATALHA, Graciete Nogueira – Glossário do Dialecto Macaense, 1977.
(3) 起粉mandarim pīnyīn: qǐ fěn; cantonense jyutping: hei2 fan2.
(4) GOMES. Luís G. – Tropos usados na Gíria Chinesa. Mosaico, Vol. IV, n.º 21 e 22 de Maio e Junho de 1952, p. 470-471.
(5) 蓮子 mandarim pīnyīn: lián zǐ ; cantonense jyutping: lin4 zi2.

Mais uma versão da lenda da deusa A Má e o Pagode da Barra, em Macau. 
Extracto do artigo de A. Basto “O Pagode da Barra”, publicado no «Jornal Único» pp. 43-49.
Sobre o Templo de A Má/ Barra,  ver anteriores referências em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/templo-de-a-ma-da-barra-%E5%AA%BD%E9%96%A3%E5%BB%9F/

That Certain Feeling” –  “Aquele Certo Sentimento” (em Portugal: “ O Tal Sentimento”) “hilariante filme da vistavisão”, de 1956, comédia (fracote) dirigida por Melvin Frank e Norman Panama para a “Paramount Pictures”, com os actores Bob Hope, Eva Marie Saint, George Sanders, Pearl Bailey (actrz e cantora) e David Lewis. Baseado numa peça teatral da Broadway.(2)
A canção-título foi composta por George Gershwin e Ira Gershwin em 1925, (1) e é interpretada por Pearl Bailey durante a abertura (3)

Reclames dos próximos filmes para o dia 17 de Dezembro (Preço Mínimo: $ 0.30 – trinta avos)
“The Big Carnival”, filme americano, estreado nos EUA, em 1951 com o título “Ace in the Hole”, drama realizado por Billy Wilder com os actores Kirk Douglas e Jan Sterling
https://en.wikipedia.org/wiki/Ace_in_the_Hole_(1951_film)
Recebeu uma nomeação para o “Oscar” de melhor argumento (Walter Newman, Lesser Samuels e Billy Wilder. Foi o primeiro filme em que Billy Wilder se apresentou como produtor, argumentista e director.
e para o dia 18 de Dezembro “Artists and Models” já postado  – ver em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2017/12/18/noticia-de-18-de-dezembro-de-1956-folheto-de-cinema-teatro-apollo-xxxvi-artists-and-models/
Trailers do filme “That Certain Feeling”
https://www.youtube.com/watch?v=KKXVZV-Y1ks
https://www.youtube.com/watch?v=cC_Nklp-cCE
(1) Poderá ouvir o próprio George Gershwin ao piano com ” That certain feeling ” 1925
https://www.youtube.com/watch?v=nnDwXES_gGY
(2) https://en.wikipedia.org/wiki/That_Certain_Feeling_(film)
(3) Pearl Mae Bailey (1918 – 1990)
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pearl_Bailey
https://www.youtube.com/watch?v=q8ZwX2RfmMU

Extraído de «O Independente» Vol I n.º 16 de 18 de Dezembro de 1868.

NOTA: Desconheço onde era a Rua de El-Rei. Sei que existia a Rua Nova de El-Rei , 皇家新街,(1) nome que foi substituído pela actual Rua Cinco de Outubro após a queda da monarquia portuguesa.
(1) 皇家新街 – mandarim pīnyīn: huáng jiā xīn jiē; cantonense jyutping: wong4 gaa1 san1 gaai1

Em anterior postagem de 14 de Dezembro de 2015, (1) referi que o pianista alemão Rod Sipp e o baixo italiano Grossi deram um recital na casa do Barão do Cercal no dia 14 de Dezembro de 1873. Recentemente ao folhear o semanário “Ta-Ssi-Yang-Kuo “ de 1863, encontrei a notícia deste mesmo recital (com a devida “crítica”) que afinal se realizou no dia 11 de Dezembro de 1863 (sexta-feira). O sarau musical iniciou-se às oito horas e meia da noite. Fica assim corrigida a data.
Extraído de «TSYK» I-11 de 17 de Dezembro de 1863
(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/12/14/noticia-de-14-de-dezembro-de-1863-pianista-rod-sipp-em-macau/

Dois pequenos pratos redondos em porcelana com 9,5 cm de diâmetro
Este prato redondo tem 9,5 de diâmetro e 0,5 cm de altura. Desenho não identificável
Como curiosidade, na base, um “carimbo”

RIVITEX
FABRICADO
EM
MACAU
Diâmetro da base: 5 cm

Mais uma louça de exportação fabricada em Macau (?) ou melhor, na China, esta comprada em Portugal já que “RIVITEX” (1) é uma sociedade comercial importadora de louças em cerâmica e em vidro, com sede no Porto (Estrada de Circunvalação) que na década de 60/70 do século passado importava louça chinesa de Macau.
(1) https://empresite.jornaldenegocios.pt/RIVITEX-COMERCIAL-IMPORTADORA.html
Outro prato do mesmo formato louça com diâmetro de 9,5 cm e altura 1 cm
Motivos florais: vaso com rosas?
Na base de 5 cm de diâmetro, um carimbo muito tosco com as letras chinesa e portuguesa, incompletas. Pressupõe-se, como ao anterior, fabricado na China e “carimbado” em Macau para exportação.