Notícia de hoje, de há 100 anos-

Reportagem de Adam M´Cay (1) , de Hong Kong, em 18 de Julho de 1919 e publicado no jornal “The Sun”,  VOLUME VI, ISSUE 1774, 21 OCTOBER 1919, p. 6

…………………………………………………….continua

(I) Adam M´Cay, special commissioner dos jornais “The Sun “,de Sidney e “The Herald” de Melbourne.“The Sun”, diário vespertino fundado em 1910 até 1988, em Sydney, Austrália. “The Herald” jornal publicado em Melbourne, Austrália de 1840 a 1990.

Uma notícia publicada no «Diário Popular» de 1961, (1) publicitando a “Sociedade Oriental de Transportes e Armazéns” (S. O. T. A.)
Com duas fotos, a primeira, dos “Quatro dos mais importantes e activos sócios desta empresa, Hó In, Roberto Perez Lasala, Herman Machado Monteiro e Chong Chi Kong”
e a segunda, da inauguração do navio a motor «São Gabriel» (já publicada em anterior postagem desta Sociedade (2)
(1) «Diário Popular» de 20 de Outubro de 1961, p. 21, número dedicado ao Ultramar Português
(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/12/20/noticia-de-20-de-dezembro-de-1947-sociedade-oriental-de-transportes-e-armazens-sota/

O administrador do Conselho das Ilhas da Taipa e Coloane recebeu no dia 19 de Outubro de 1885, o seguinte telegrama do Secretário-geral de Macau:
VAPOR GREYHOUND ASSALTADO PIRATAS VIERAM DIRECÇÃO MACAU- PRECISA-SE VIGILÂNCIA PARA PRENDEL-OS CAZO DESEMBARQUEM“(1)
“19-10-1885 – O Secretário Geral de Macau mandou um telegrama ao Administrador do Concelho das Ilhas da Taipa e Coloane lançando um alerta para a situação de um vapor inglês «Greyhound» (2) assaltado por piratas no dia 17 de Outubro que tomaram a direcção de Macau, pelo que urgia vigiar e capturar os aventureiros, onde quer que se lembrassem de desembarcar. Outros telegramas foram trocados e o jornal «O Independente» de 24 de Outubro seguinte dá-nos notícia do que aconteceu «Um dos mais ousados e horríveis actos de pirataria e assassinato teve lugar a bordo do vapor inglês «Greyhound» da carreira de Hong Kong, Pac-hoi, Hoi-hau e Macau…». Os piratas tinham embarcado como passageiros e depois de fechados os verdadeiros e de terem lutado com a tripulação deixando atrás de si a morte e a confusão, passaram o produto do saque para três embarcações suas, com quem estavam combinados. As nossa autoridades, alertadas pelas de Hong Kong e em conjunto com elas, acabaram por ir prendendo aos poucos a quadrilha e recuperar parte do espólio roubado.” (3)
No dia 27 de Outubro de 1885, o «O Correio Macaense» (4), trazia a seguinte notícia:
(1) TEIXEIRA, Padre Manuel – Taipa e Coloane, 1981,p. 169
(2) O navio a vapor inglês “Greyhound” foi assaltado por piratas no dia 17 de Outubro de 1885, a 70 milhas de Hong Kong quando ia ao longo da costa chinesa em direcção sudoeste para Hoihow e Pakhoi. Cerca de 100 passageiros eram piratas que rapidamente apoderaram do navio, assassinaram o capitão atirando o seu corpo para o mar. Mais tarde, encontraram 3 juncos e desapareceram com a pilhagem permitindo o “Greyhound” regressar a Hong Kong no dia 18.
O Vice Rei da Cantão enviou 3 canhoneiras para auxiliar o “HMS Midge”, (5) cooperando para prender os culpados.
PARKINSON, Jonathan – The Royal Navy, China Station: 1864 – 1941. 2018
(3) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, Vol. 3, 1995
(4) «O Correio Macaense», Vol III, n.º 113 de 3 de Novembro de 1885, p. 14.
(5) «HMS Midge» veio para Hong Kong em 1871, para controlar o contrabando de arroz e pirataria na costa da China e costa da Malásia.

HMS Midge

“HM Gunboat Midge, commanded by Commander Charles Rising, RN was a rakish looking twin screw vessel of 603 tons with a complement of about 100 men. She was armed with 20-pounder bow and stern chasers and a large 7-inch gun amidships and powered by two 40 h.p. engines from an Admiralty stockpile left over from the Crimean War. Needless to say they did not match her hull and she was a poor steamer. But here in this small ship Creswell had his own watch and was on his way to see action against pirates.
https://www.navyhistory.org.au/william-creswell-what-maketh-the-man/

Porta cartões, lembrança do “Turismo de Macau”, de “couro”, preto, da década de 90 (século XX). Com as seguintes dimensões: 10,5 cm x 7 cm x 2 cm.

A começar em 17 de Outubro de 1957, no Teatro Império, com as três sessões diárias habituais, o filme “ATTILA”, espectáculo para maiores de 18 anos. (1)
Originalmente o filme falado em italiano, com o título, em Itália, “Attila, il flagello di Dio” e em França, “Attila fléau de Dieu”. é de 1954, uma co-produção italo-francesa, dirigido por Pietro Francisci e produzido por Dino De Laurentiis e Carlo Ponti. Baseado na vida de Átila, o rei dos Hunos, (uma estória original e argumento de Ennio de Concini e Primo Zeglio), apresenta os actores, Anthony Quinn como  “Attila” e Sophia Loren como “Honoria”, e ainda Henri Vidal, Irene Papas, Ettore Manni and Christian Marquand
.Em 1957, o filme foi redistribuído internacionalmente em inglês (tradução em inglês de Richard C. Sarafian)   com o título “Attila”, pelo produtor Joseph E. Levine. Foi esta a versão apresentada neste Teatro, em Macau
https://en.wikipedia.org/wiki/Attila_(1954_film)neste Teatro, 
Trailers em:
https://www.youtube.com/watch?v=IVb8TRdOlH8
https://www.dailymotion.com/video/x22p4in
https://www.youtube.com/watch?v=O6pMF1ImKUA
(1) Com reclames dos  próximos filmes: “The Brass Legend” com Hugh O´Brian, um filme de 1956, aventuras –“cowboiada”e “The Beach” (2) com Martine Carol e Raf Vallone (estreia no dia 26 de Outubro de 1957 no mesmo Teatro)
(2) Distribuição internacional em inglês do filme “La spiaggi” de 1954, comédia italiana dirigida por Alberto Lattuada. Em 2008 o filme foi eleito entre os 100 melhores filmes italianos.

Entrada para o «Canídromo Clube de Macau / Macau Canídrome Club»

Mais um “slide” digitalizado da colecção “MACAU COLOR SLIDES – KODAK EASTMAN COLOR” comprados na década de 70 (século XX), se não me engano, na Foto PRINCESA. (1)
Em 1940, o Governo de Macau transforma o espaço do canídromo que foi construído pela «Associação de Cães de Macau» para realizar corridas de “cães” (de 28-09-1932 até 1936, quando foram suspensas), no terreno depois chamado «Campo Desportivo 28 de Maio». Em 28-09-1963 nesse mesmo campo desportivo, teve (re) início das corridas de galgos na sequência da concessão efectuada em Agosto de 1961 à empresa «The Kun Pha».
Depois disso, o projecto sofreu alterações até 16-03-1963 quando foram aprovados os Estatutos doa Associação Desportiva e Recreativa «Canídromo Clube de Macau» (“Macau Canidrome Club»” – 逸園賽狗場) (2) (3)  (Portaria n.º 7213 – B.O. n.º 11)

A Companhia “The Macau (Yat Yuen) Canidrome Club “ que foi responsável pelo Canídromo de Macau (a única pista de corridas de galgos na Ásia) fechou a 21 de Julho de 2018.

Fotografia de 2008
https://en.wikipedia.org/wiki/Canidrome_(Macau)

(1) https://www.google.com/search?sxsrf=ACYBGNSn7Rmv6jkuR-8RXyab3nyp4y78NQ:1567866434430&q=nenotavaiconta+slides+coloridos+de+Macau
(2) 逸園賽狗場 – mandarim pīnyīn: yì yuán sài gǒu  cháng; cantonense jyutping: jat6 jyun4 coi3 gau2 coeng4
(3) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, Volume 4, 1997.

Para comemorar o XX Aniversário da Assembleia Legislativa (1), os “Correios de Macau” puseram em circulação, a partir de 15 de Outubro de 1996, selos postais e um bloco filatélico alusivos à emissão extraordinária (2)

XX ANIVERSÁRIO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA
立法會二十週年 (3)

Apresento o envelope (16, 2 cm x 14, 4 cm) com um selo (carimbo) com a franquia de 2,8 patacas.
(1) 11-07-1976 – Têm lugar as primeiras eleições para a Assembleia Legislativa de Macau. O escrutínio é ganho pela Associação para a Defesa dos Interesses de Macau (ADIM) liderada por Carlos Assumpção, conservadora que obtém 4 lugares, tendo os restantes dois lugares sido repartidos entre o Centro Democrático de Macau (CDM) e o Grupo de Estudos para o desenvolvimento económico e Comunitário (GEDEC). Contudo, a representatividade destes deputados é mínima, pois, num universo de 175 000 pessoas de idade de votar, só 3 647, ou seja, 2% da população está recenseada. Carlos Assumpção virá a ser eleito pelos seus pares como Presidente da Assembleia Legislativa, lugar que exercerá até à morte o levar em Abril de 1992 Carlos Assumpção  virá a ser eleito pelos seus pares como Presidente da Assembleia Legislativa, lugar que exercerá até à morte o levar em Abril de 1992.
09-08-1976 – Sessão solene de abertura da primeira legislatura da Assembleia Legislativa de Macau. O Governador Garcia Leandro reitera a importância de obter a autonomia financeira do Território. Por outro lado Ho Yin Presidente provisório da Assembleia Legislativa, apresenta como prioridades o fomento da «coexistência pacífica», o melhoramento das condições sociais, o desenvolvimento económico do Território e exorta o Governo de Macau a cooperar com a Assembleia para resolverem muitos dos problemas que afectam o Território,
10-08-1976 – O advogado Carlos d´Assumpção, dirigente da Associação para a Defesa dos Interesses de Macau (ADIM) a ala conservadora da comunidade macaense , é leito Presidente da Assembleia Legislativa de Macau
SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, Volume 5, 1998
(2) Portaria n.º 255/96/M: BO N.º: 42/1996, publicado em 14-10-1996, p.2370 – Emite e põe em circulação selos postais alusivos à emissão extraordinária «XX Aniversário da Assembleia Legislativa».
(3) 立法會二十週年 mandarim pīnyīn: lì fǎ huì èr shí  zhōu nián; cantonense jyutping: laap6 faat3 wui2 ji6 sap6  zau1 nin4