Notícia curiosa neste dia 12 de Junho de 1915:

“Ligação dos mictórios públicos com a canalização geral de água salgada.” (1)

Há notícias da arrematação da construção de um reservatório de água salgada na Colina da Guia a 13 de Janeiro de 1912 e do fim do prazo de entrega, em 30 de Julho de 1912, das propostas para fornecimento e instalação de máquinas elevatórias de água e canalizadas desde a praia da Vila Leitão aos reservatórios da Guia . A água era salgada servia para rega das estradas (2) e combate a incêndios. (3) Foi a primeira rede de águas de Macau.

Recorda-se que o grande reservatório de água potável (ainda existente) abastecido a partir da China, construída na antiga praia de Cacilhas, foi somente em 1939.

Sobre a história da água potável em Macau aconselho a leitura de
AFONSO, José da Conceição – Macau, contributos para a história do abastecimento de água potável, Administração n.º 75, vol. XX, 2007-1º, 281-299, consultável em:
http://www.safp.gov.mo/safppt/download/WCM_004505 

(1) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau Século XX, Volume 4. Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, 2.ª Edição, Macau, 1997, 454 p (ISBN 972-8091-11-7)
(2) “25-01-1918 – Aquisição de carros-cisterna para o serviço de regas da cidade” (1)
(3) Mas um nota do Comando do Corpo de Bombeiros de 26-04-1921 revelava que a quantidade de água salgada fornecida pelas máquinas elevatórias da Guia não era suficiente para a necessidade de serviço (1)