Archives for posts with tag: Teatro Império

A começar em 24 de Agosto de 1957, mais um filme da dupla “Abbott e Costello” – “DANCE WITH ME, HENRY”, espectáculo para maiores de 13 anos.

Dance with Me, Henry”, comédia de 1956, ultimo filme da dupla Bud Abbott e Lou Costello, num total de 36 filmes (oficialmente separaram-se em Julho de 1957). Filme dirigido por Charles Barton com argumento de Devery Freeman, numa produção independente de Bob Goldstein (distribuído pela United Artists.) Contracenaram com a actriz Gigi Perreau. https://www.imdb.com/title/tt0049120/

BREVEMENTE: “The Village” – filme de 1953 (em Portugal “Aldeia Branca”) acerca dos órfãos da II Grande Guerra, cerca de 200 crianças de todas as partes da Europe, retidas numa aldeia nos Alpes da Suíça. Filme dirigido por Leopold Lindtberg, argumento de Kurt Früh com os actores principais John Justin, Eva Dahlbeck e Sigfrit Steiner.

Foreign Intrigue”- filme americano de espionagem, de 1956, escrito, produzido e dirigido por Sheldon Reynolds com os actores Robert Mitchum,  Geneviève Page e Ingrid Thulin. https://www.imdb.com/video/vi1979892505/?ref_=tt_vi_i_1

500 exemplares – impressão das letras a verde

Estreou-se no dia de 17 de Maio de 1956, no Teatro Império, o filme “Storm Fear”, (1) filme americano de 1955, dirigido por Cornel Wilde (primeira realização deste actor), com os actores, o próprio director, Jean Wallace e Dan Duryea. Argumento baseado na novela de Clinton Seeley publicada em 1954. https://en.wikipedia.org/wiki/Storm_Fear

PRÓXIMA MUDANÇA: “Tower of Lust” (título original “La Tour de Nesle”) filme (drama) franco-italiano, de 1955, dirigido por Abel Gance, com os actores: Pierre Brasseure e Silvana Pampanini. https://en.wikipedia.org/wiki/Tower_of_Lust

BREVEMENTE: “Intermezzo”. Folheto de cinema deste filme que foi estreado em 24 de Maio de 1956, já foi postado em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/05/24/noticia-de-24-de-maio-de-1956-folheto-de-cinema-teatro-imperio-x-intermezzo/

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2022/05/15/noticia-de-15-de-maio-de-1956-folheto-de-cinema-teatro-imperio-xvii-the-prisioner/

A começar em 15 de Maio de 1956, (1) no Teatro Império, o filme “The Prisoner

The Prisoner” é um filme britânico de 1955, a preto e branco, catalogado como um “thriller psicológico”, dirigido por Peter Glenville, baseado numa peça teatral de Bridget Boland, com os actores Alec Guinness e Jack Hawkins. Nomeados para os prémios da “BAFTA” (Academia Britânica das Artes , Filme e Televisão), de 1956, em cinco categorias: melhor filme britânico, melhor filme de qualquer origem, melhor actor (Alec Guinness e Jack Hawkins) e melhor argumento (Bridget Boland)

PRÓXIMA MUDANÇA: “Storm Fear”, filme Americano de 1955, dirigido por Cornel Wilde (primeira realização deste actor), com os actores, o próprio director, Jean Wallace e Dan Duryea. Argumento baseado na novela de Clinton Seeley publicada em 1954

BREVEMENTE: “Tower of Lust” (título original “La Tour de Nesle”) filme (drama) franco-italiano, de 1955, dirigido por Abel Gance, com os actores: Pierre Brasseure e Silvana Pampanini, https://en.wikipedia.org/wiki/Tower_of_Lust

(1) Ver postagem de 11 de Maio de 1956.

A começar em 11 de Maio de 1956, no Teatro Império, com as três sessões diárias habituais, o filme “I am a Camera

500 exemplares – letras em azul

Filme de 1955, comédia/drama britânico, dirigido por Henry Cornelius, argumento de  John Collier e baseado no livro “The Berlin Stories” de Christopher Isherwood e na peça teatral de 1951 com o mesmo título de John Van Druten. (1)

Actores: Laurence Harvey (no papel de Christopher Isherwood) e Julie Harris (no papel Sally Bowles) que receberia o “Tony Award” de melhor actriz.

Foi considerado o filme mais popular pelo “British box office” de 1955. (2)

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=T811D04Pso0

PRÓXIMA MUDANÇA : “The Prisoner”. Este filme estreou-se no dia 15 de Maio de 1956 (ver próxima postagem nesse dia)

(1) Baseado nas mesmas fontes, Bob Fosse realizaria “Cabaret” em 1972 (com grande exito), argumento de Jay Allen, com os actores Liza Minnelli (no papel de Sally Bowles), Michael York e Joel Grey.

(2) https://en.wikipedia.org/wiki/I_Am_a_Camera_(film)

Bilhete de cinema para o dia 25 de Outubro de 1964, com o n.º 0397, do Teatro Império, sessão das 14.30 h, 1.ª classe; preço: $ 1.80; marcação de lugar manual a vermelho – C 13

Filme: “The Fall of the Roman Empire

12,2 cm x 8,2 cm; fundo amarelo; impresso a azul/preto
Verso do bilhete com a marca no canto inferior esquerdo – metade do selo de verba

The Fall of the Roman Empire” é um filme americano, de 1964, do género épico, baseada numa obra falsamente histórica, como a maioria dos chamados filmes históricos de Hollywood. Dirigido por Anthony Mann e produzido por Samuel Bronston, com argumento de Ben Barzman, Basilio Franchina e Philip Yordan.  O filme tem uma constelação de “estrelas” nomeadamente Sophia Loren, Stephen Boyd, Alec Guinness, James Mason, Christopher Plummer, Mel Ferrer, Omar Sharif,  John Ireland e Anthony Quayle. Música de Dimitri Tiomkin (ganhou em 1965 o “Globo de Ouro” melhor música original)

https://en.wikipedia.org/wiki/The_Fall_of_the_Roman_Empire_(film)

 “Trailers”: https://www.youtube.com/watch?v=yJlxa64mKro https://www.youtube.com/watch?v=uKOJtWvSpi4 https://www.youtube.com/watch?v=topkPEonxXs

Bilhete de cinema (12,3 cm x 7,7 cm) do Teatro Império, N.º 000488, 2.ª Classe ($1.10), para o dia 18 de Agosto de 1965, sessão das 14.30 horas. Filme: “In Harms Way”. No canto superior direito – metade do selo de verba (1)

“In Harm’s Way”, filme de “guerra” (o envolvimento da marinha Americana no início da II guerra mundial, em 1941) de 1965, produzido e dirigido por Otto Preminger com os actores principais John Wayne, (2) Kirk Douglas e Patricia Neal. Produzido com o sistema “Panavision gear”, é um dos últimos filmes de “guerra”a «preto e branco». Argumento de Wendell Mayes, baseado no livro de 1962 de James Bassett. https://en.wikipedia.org/wiki/In_Harm%27s_Way

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/selo-de-verba/

(2) John Wayne (1907 –1979), em Setembro de 1964, após conclusão das filmagens deste filme, foi lhe diagnosticado cancro do pulmão tendo sido operado (extracção do pulmão esquerdo e duas costelas).

Trailers do filme: https://www.youtube.com/watch?v=Nnaf9Nneb7A https://www.youtube.com/watch?v=nc_IXNH5nA8 https://www.youtube.com/watch?v=yXzNQHNsQHk

Bilhete de cinema (12,2 cm x 7,5 cm) do Teatro Império, n.º 000116, 1.ª Classe ($1.70), para o dia 8 de Julho de 1966, sessão das 17.30 horas. Filme: “The Sound of Music

Filme musical de grande êxito mundial que, em Macau, terá batido o record de permanência em cartaz, mais de um mês, com 4 sessões diárias. Que eu me recordo, em Macau, habitualmente os filmes em estreia permaneciam somente dois a quatro dias (sempre em fins de semana, sábado e domingo ou de sexta a segunda feira quando o filme era  mais popular)

Verso do bilhete

The Sound of Music” – “Música no Coração”, filme americano, mais musical que drama, de 1965, dirigido e produzido por Robert Wise, argumento de Ernest Lehman com os actores principais: Julie Andrews, Christopher Plummer, Richard Haydn, Peggy Wood, Charmian Carr, and Eleanor Parker.

O filme é uma adaptação da peça teatral musical (adaptado para o teatro musical por Lindsay and Crouse), do mesmo nome, do ano de 1959, composto por Richard Rodgers e letras de Oscar Hammerstein II. Baseado num livro de 1949 “The Story of the Trapp Family Singers” de Maria von Trapp.

É uma das películas que maiores receitas teve em toda a história do cinema. Teve 10 nomeações para o Oscar e obteve cinco estatuetas. https://en.wikipedia.org/wiki/The_Sound_of_Music_(film)

Folheto de cinema (18 cm x 13 cm; letras vermelhas; 500 exemplares), do Teatro Império, do filme “Cavaleiro Desconhecido” (“Stranger on Horseback”), que começou a 26 de Maio de 1956.

 “Stranger on Horseback” é um filme tecnicolorido, de 1955 da “American Anscocolor”, uma “cowboiada”/Western, dirigido por Jacques Tourneur, (1) produzido por Robert Goldstein, com os actores Joel McCrea, Miroslava (2) e John Carradine. O argumento é de Herb Meadow e Don Martin, baseado numa história de Louis L’Amour.

Verso do folheto

Próxima Mudança:

I – “Marty”, filme de 1955, dirigido por de Delbert Mann com o actor Ernest Borgnine (1917-2012) cuja interpretação lhe valeu o óscar de melhor actor principal. O filme obteve 4 “Óscar”, em 7 nomeações: melhor filme, realizador, argumento, actor principal e actor secundário). https://www.imdb.com/title/tt0048666/ https://en.wikipedia.org/wiki/Marty_(film) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/07/11/folhetos-de-cinema-teatro-vitoria-iv/

II – “An Alligator Named Daisy” filme britânico, comédia de 1955, dirigido por J. Lee Thompson com os actores: Donald Sinden, Jeannie Carson, James Robertson Justice, Diana Dors, Roland Culver e Stanley Holloway. https://en.wikipedia.org/wiki/An_Alligator_Named_Daisy

(1) Jacques Tourner (1904 – 1977), realizador franco-americano, conhecido pelo filme clássico noir “Out of the Past” e pelas séries de filmes de terror de baixo orçamento que fez para a RKO (os mais conhecidos “Cat People”, “I Walked with a Zombie” e “The Leopard Man”), dirigiu dois bons “westerns” em 1955: “Wichita” e “Stranger on Horseback”, ambos com o actor Joel McCrea. “Wichita” (Joel McCrea no papel de Wyatt Earp”, obteve o “Globo de Ouro” para o Melhor filme dramático.

Miroslava, em 1947

(2) Miroslava Šternová (1925 – 1955), nascida na antiga Checoslováquia, cresceu no México (onde morreu), mais conhecida com o nome de Miroslava nos filmes mexicanos (total: 28), e americanos (três filmes) https://en.wikipedia.org/wiki/Miroslava_(actress)

Trailers do filme “Stranger on horseback” em: https://www.youtube.com/watch?v=S_2-g9rEBMQ

“A Kiss Before Dying”, filme/drama de 1956 dirigido por Gerd Oswald (estreia como director). Argumento de Lawrence Roman, baseado no livro de Ira Levin de 1953 com o mesmo título. O livro foi galardoado em 1954 com o prémio “Edgar Award”, melhor primeira novela. Os principais actores são: Robert Wagner, Jeffrey Hunter, Virginia Leith, Joanne Woodward, e Mary Astor.(1) Posteriormente em 1991, baseado no mesmo livro seria realizado novo filme com o mesmo título. (2) https://en.wikipedia.org/wiki/A_Kiss_Before_Dying_(1956_film)

Verso do folheto

BREVEMENTE: “The Spanish Gardener” é um filme colorido “ VistaVision and Technicolor”, de 1956, baseado na novela de 1950, com o mesmo título, de A. J. Cronin. Dirigido por Philip Leacock, e  tem como actores: Dirk Bogarde, Jon Whiteley e Michael Hordern. https://en.wikipedia.org/wiki/The_Spanish_Gardener_(film)

(1) Trailers do filme: https://www.youtube.com/watch?v=95IWP5U_cmw https://www.youtube.com/watch?v=chlwxs2dfVA

(2) “A Kiss Before Dying” de 1991 é  dirigido por James Dearden, com os actores: Matt Dillon, Sean Young, Max von Sydow, e Diane Ladd.

Bilhete de cinema do Teatro Imperio, n.º 000555, canto superior esquerdo rasgado (12cm x 7,5 cm)

Bilhete de cinema do Teatro Império n.º 555, para o dia 4 de Janeiro de 1963, da 3.ª classe ($ 0,90) para a sessão das 14.30 horas. O filme do dia foi “Cleópatra”

Bilhete de cinema – verso

Filme americano de 1963 sobre a rainha egípcia Cleópatra dirigido (argumento adaptado pelo próprio com Ranald MacDougall e Sidney Buchman) (1) por Joseph L. Mankiewicz e produzido por Walter Wanger para a “Twentieth Century-Fox Film Corporation”. Actores principais: Elizabeth Taylor (Cleopatra); Richard Burton (Marco António); Rex Harrison (Júlio César); Martin Landau (Rufio) e Roddy McDowall (Octávio)

O filme em 1964, foi candidato a oito óscares; ganhou em quatro categorias: melhor cinematografia (cor); melhor direcção artística; melhor design de vestuário (2) ; melhor “efeitos especiais”.  https://en.wikipedia.org/wiki/Cleopatra_(1963_film)

 (1) Adaptação de um livro “The Life and Times of Cleopatra” de Carlo Maria Franzero, publicado em 1957.

(2) A actriz Elizabeth Taylor foi eleita por “Guinness World Record” com o título de  “Most costume changes in a film”; Taylor apresentou no filme com 65 conjunto de vestuário. Este “record” só foi batido quando em 1968, no filme “ Star”, a actriz Julie Andrews alterou o seu vestuário 125 vezes, ao longo do filme.

Trailers: https://www.imdb.com/video/vi2360911385?ref_=tt_pv_vi_aiv_1 https://www.imdb.com/video/vi3293488921?ref_=tt_pv_vi_aiv_2