Archives for posts with tag: Teatro Apollo

Folheto de cinema do Teatro Apollo, (impresso só dum lado) anunciando o filme “Camelot”, a começar em 19 de Julho de 1968

Camelot”, filme de 1967, musical, dirigido por Joshua Logan com os actores Richard Harris (como Rei Artur), Vanessa Redgrave (como Guinevere) e Franco Nero (como Lancelote). O filme que tem argumento de Alan Lerner. é uma adaptação dum musical representado  com grande exito na Boadway (estreia em 1960, com Richard Burton e Julie Andrews) da dupla Alan Jay Lerner e Frederick Loewe. Narram-se os amores da rainha Guinevere com Sir Lancelote e a guerra provocada entre este e o rei Artur pelas maquinações do pérfido Sir Mondred. O filme recebeu cinco nomeações para o 40.º prémio da Academia Americana, em 1967, tendo ganho três: melhor banda sonora (adaptada), melhor design de produção, e melhor figurino.

https://en.wikipedia.org/wiki/Camelot_(film)

Folheto de cinema (letras a vermelho) do filme estreado em 12 de Abril de 1963, no Teatro Apollo, um espectáculo para maiores de 12 anos.

Mais um filme de Elvis Presley (comédia/musical), este de 1962 “Girls! Girls! Girls!” (“Raparigas! Raparigas! Raparigas!”) foi o segundo de três filmes que este cantor filmou no Hawai aplicando a mesma fórmula narrativa do anterior sucesso “Blue Hawaii”, também dirigido por Norman Taurog, produzido por Hal B. Wallis (“Hal Wallis Productions” e distribuído por  “Paramount Pictures” Foi nomeado para os “Golden Globe” de 1962 para melhor filme comédia/musical. Contracenam com o cantor as actrizes Stella Stevens e Laurel Goodwin ttps://en.wikipedia.org/wiki/Girls!_Girls!_Girls! )

Das várias cantigas (13 no toral) do álbum do filme (5.º álbum de músicas dos filmes; disco de ouro, na altura) sobressai o “Return to Sender” (autores: Winfield Scott and Otis Blackwell ) , n.º 2 da tabela Billboard dos singles de 1962, cena bem filmada com a fotografia a cores de Loyal Griggs.

“Trailers” do filme: https://www.youtube.com/watch?v=9EFBgbVx_-A https://www.youtube.com/watch?v=av_no7yfFsg

Anúncio datado de 1 de Março de 1867, publicado no Boletim da Província,  da “Paderia Nacional”, (1) que a 20 de Agosto de 1866 mudou para “as cazas n.º 2, pertencentes às recolhidas de Santa Roza de Lima”, (2) no “Bêcco do Senado”(3) , n.º 2,.

Extraído de «BPMT», XIII- 10 de 11 de Março de 1867, p. 54

“Biscoutinho adocicado de soda, a 8 libras por pataca, (em 20 de Novembro de 1866, os “biscoutinhos adocicados vendiam-se a “15 avos ou 140 sapecas por cate), (4) além de pão branco salobre de quatro differentes feitios e pezo, a 12 libras por pataca, sempre de genuina farinha de trigo d´America, tudo trabalhado com maior aceio e esmero possível e levedado com ingredientes não deletérios à saúde, como se levedão em todas as paderias europêas. “Havendo contrato por um ou mais anos certos, pôde-se também fornecer pão de igual maneira trabalhado e levedado, de genuína farinha somênos de trigo d´America, a 22 libras por pataca; e biscouto de marinheiro, de igual farinha trabalhado à maquina, a 3,5 (?) avos de pataca por libra. “

 (1) Há referências da sua existência, nesta morada, desde 1 de Agosto de 1865. Não encontrei informação da data de encerramento. Houve, no entanto, com o mesmo nome, “Paderia Nacional”, em 1857, noutra morada – ver anterior referência em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2018/04/06/anuncio-de-6-de-abril-de-1868-paderia-nacional/

.(2)

Extraído de «BGM», XII- n.º 35 de 27 de Agosto de 1866, p. 142.

(3) Beco do Senado – pequena ruela estreita e curta, à direita do edifício, antigo “Leal Senado” que vai do parque de estacionamento conhecido antigamente pelo Auto-Silo do Leal Senado (edifício Pak Lane) à Avenida Almeida Ribeiro.

No cimo desta rua, á esquerda havia uma porta que dava acesso, após umas escadas, ao gabinete de projecção de cinema do Teatro Apollo (Peng On), cuja entrada principal era onde está (na foto) a loja “ESPRIT”. O Teatro Apollo ocupava uma estrutura de quatro pisos, estucada a verde, situada na Avenida Almeida Ribeiro, mesmo à frente do edificio dos Serviços de Correios. Inaugurado em 1935, tinha uma capacidade de 1038 lugares e nele projectavam-se filmes americanos e chineses sobre a guerra sino-japonesa. Foi também palco de reputados espectáculos de ópera cantonense e era ali que decorriam as celebrações anuais a assinalar o nascimento da nova china. Quando o teatro encerrou, em 1 de Fevereiro de 1993, o piso térreo foi transformado em espaço comercial e o piso superior passou a albergar a sede da Associação de Empregados da Indústria Hoteleira de Macau e a Associação de Juventude de Macau (“As Ruas Antigas de Macau”, p. 30/31)

(4)

Extraído de «BGM», XII-n.º 49 de 3 de Dezembro de 1866, p. 200.

Bilhete de cinema do “Teatro Apollo”, n.º 00596 (11,5 cm x 9,2 cm) para o filme “My Fair Lady”, sessão às 19.00 horas, do dia 18 de Fevereiro de 1967, para a 2.ª Galeria. Preço: $ 1.80. O filme foi estreado em Macau no dia 16 de Fevereiro de 1967– ver folheto de cinema do filme, publicado em anterior postagem (1)

No verso, a data é de 19 de Fevereiro de 1967 (engano?) com o “selo de verba” (2) e a marcação do lugar de assento.

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2016/02/16/noticia-de-16-de-fevereiro-de-1967-folheto-de-cinema-teatro-apollo-xxiv-my-fair-lady/

(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/selo-de-verba/

A começar em 15 de Janeiro de 1960 com as três sessões habituais, no Teatro Apollo, o filme “Anatomia de um Assassínio” (“Anatomy of a Murder” )

Anatomy of a Murder” (“Anatomia de um crime” em Portugal)  é um filme americano de 1959, um drama/suspense passado durante um julgamento no tribunal,  produzido e dirigido por Otto Preminger, argumento de Wendell Mayes, baseado numa novela de 1958 escrita por  John D. Voelker (juiz do Tribunal Superior de Michigan)  com o nome literário de Robert Traver. Voelker baseou-se num caso de assassinato de 1952, em que actuou como advogado de defesa. Actores principais: James Stewart, Lee Remick, Ben Gazzara, Eve Arden, George C. Scott, Arthur O’Connell, Kathryn Grant, Brooks West, Orson Bean, e Murray Hamilton. O papel de juiz, foi interpretado por Joseph N. Welch, que, na vida real,  foi um famoso advogado. Música de Duke Ellington. O filme foi seleccionado para preservação no Registro Nacional de Cinema dos Estados Unidos pela Biblioteca do Congresso pela sua importância estética, cultural e histórica. https://en.wikipedia.org/wiki/Anatomy_of_a_Murder.

Trailers: https://www.youtube.com/watch?v=JTnF14D https://www.youtube.com/watch?v=meHflk7RYk https://www.youtube.com/watch?v=fi0pstB0mW

BREVEMENTE: quanto ao filme “The Man Who Could Cheat Death” já fiz referência em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2017/01/21/noticia-de-21-de-janeiro-de-1960-folheto-de-cinema-teatro-apollo-xxx/

Quanto ao segundo, “Don´t Give Up The Ship” trata-se de um filme do “ impagável Jerry Lewis”, de 1959, da “Paramount Pictures”, produzido por Hal B. Wallis, e dirigido por  Norman Taurog. Actores: Jerry Lewis, Dina Merrill, Diana Spencer, Claude Akins, Robert Middleton, Gale Gordon, e Mickey Shaughnessy.

Com sessões às 14,30, 19,45 e 22.00 horas, estreou-se no dia 17 de Outubro de 1957, no Teatro Apollo, o “engraçado filme em cinemascópio colorido”  – “An Affair to Remember”     

“Um Caso Para Lembrar — Candidato ao Prémio Óscar de 1957”

Folheto impresso a vermelho, com uma correcção a preto na 2.ª sessão às 19.45

Espectáculo para maiores de 13 anos de idade, “An Affair to Remember” (1) é um filme (drama,  romance, musical) de 1957,dirigido por Leo McCarey com os actores Cary Grant e Deborah Kerr. Filmado em «CinemaScope», e distribuído pela “20th Century Fox” é considerado pelo “American Film Institute”, um dos filmes mais românticos de todos os tempos,. O filme é um «remake» do filme “Love Affair”, (com os actores Irene Dunne e Charles Boyer), de 1939, dirigido pelo mesmo, Leo McCarey,, tendo este usado o mesmo argumento original seu e de Donald Ogden Stewart, de 1939, com ligeiras adaptações de Delmer Daves em 1957. https://en.wikipedia.org/wiki/An_Affair_to_Remember

O tema canção do filme “An Affair to Remember (Our Love Affair)”, composto por Harry Warren com letra de Leo McCarey and Harold Adamson, é cantado por Vic Damone na apresentação e depois por Deborah Kerr durante o filme (2). O filme foi nomeado para a 30ª Academia dos Óscares (1958) para quatro estatuetas: , não obtendo nenhuma em Melhor cinematografia, Melhor Canção Original, Melhor banda sonora e melhor guarda roupa.

(1) Trailers em:

(2) https://www.youtube.com/watch?v=J1bGO5T6JFY

Os folhetos dos filmes da PRÓXIMA MUDANÇA – “Fears Strikes Out”  (nos dias 23 e 24 de Outubro) e de  BREVEMENTE- “Bernardine”, com estreia marcada em 25 de Outubro, serão em devido tempo, reproduzidos .

Estreia a 28 de Setembro de 1955, no Teatro Apollo, o «emocionante filme tecnicolorido» “ULISSES” (versão inglesa), (1) com preço especial para militares sem graduação, isto é, soldados – $1.00 pataca. Foram impressos 1500 exemplares deste folheto (Tipografia “San Chong Trading & Co”).

Filme italiano (1) de aventuras, de 1954, dirigido por Mario Camerini (2) com argumento de Franco Brusati e do próprio Mario Camerini (entre outros), baseado na famosa obra de Homero, as aventuras de “Ulisses”, tem como a actores principais: Kirk Douglas (Ulisses), Silvana Mangano (desempenha dois papéis, como Penélope, a fiel esposa de Ulisses e a feiticeira Circe),  Anthony Quinn e Rossana Podesta.

Foi produzido por Dino De Laurentiis e Carlo Ponti, para a “Paramount Pictures (USA)” (3) com música de Alessandro Cicognini.

Trailers:

PRÓXIMA MUDANÇA: “I Wonder Who’s Kissing Her Now”, filme musical, biográfico do popular (na altura, princípios do século XX) compositor, produtor, actor/cantor do teatro musicado, Joseph Edgar Howard 1870 –  faleceu em 1961, no palco actuando e cantando “Let Me Call You Sweethear”) em “tecnicolorido”,  de 1947, dirigido por Lloyd Bacon, com os actores, June Haver e Mark Stevens. (4) https://en.wikipedia.org/wiki/I_Wonder_Who%27s_Kissing_Her_Now_(film)

(1) O filme foi lançado com duas versões, a italiana e a inglesa. Os actores Kirk Douglas Anthony Quinn “dobraram” as suas próprias vozes para a versão inglesa. Exteriores foram filmados nas costas do Mediterrâneo e ilhas da Grécia (era para ser na ilha de Ítaca, mas um terramoto cancelou as filmagens).

 (2) A escolha original para o diretor foi Georg Wilhelm Pabst, mas ele pediu demissão no último minuto. O diretor de fotografia do filme, Mario Bava, co-dirigiu o segmento “Polyphemus Cyclops” (não creditado)

(3) O sucesso internacional deste filme levou à produção de Hércules (1957), e depois a uma série de filmes épicos italianos conhecidos por “peplum” até meados dos anos de 1960.

Joseph Edgar Howard 1870 – 1961

4) “I Wonder Who’s Kissing Her Now” é o título de uma das canções mais conhecida de Joseph Edgar Howard embora, após o lançamento do filme, o compositor e seu colaborador Harold Orlob processou-o pela autoria tendo ganho no tribunal.

Anúncios de filmes para os dias 5 e 6 de Julho nos cinemas “Capitol” (“O melhor e mais elegante Cinema de Macau – Otima maquina e ótimos filmes, europeus e americanos”) e “Apollo” (“ O mais moderno Cinema de Macau, exibindo os melhores filmes europeus e americanos”), publicados no jornal «A Voz de Macau», do dia 5 de Julho de 1937.

Crack-Up” é um filme americano a preto e branco, de 1936,  dirigido por Malcolm St. Clair. Peter Lorre desempenha um entusiasta aeronaves inofensivo, meio confusa, que é na verdade um espião implacável desesperado para colocar as mãos sobre os planos para uma aeronave experimental. Otros actores: Brian Donlevy, Helen Wood, Ralph Morgan e Thomas Beck. https://en.wikipedia.org/wiki/Crack-Up_(1936_film)

Trailers em:

Trapped by Television” é um filme Americano a preto e branco,  de 1936,  dirigido por  Del Lord  com os actores Mary Astor e Lyle Talbot. https://en.wikipedia.org/wiki/Trapped_by_Television

Trailers em:

Proxima Mudança: “One Way Ticket” , filme americano (drama prisional) de 1935, da “Columbia Pictures”, dirigido por Herbert Biberman com os actores Lloyd Nolan, Peggy Conklin e Walter Conolly. https://en.wikipedia.org/wiki/One_Way_Ticket_(1935_film)

Estreia em Macau no dia 15 de Junho de 1962, no Teatro Apollo, o filme “On The Double”, para maiores de 12 anos

Filme americano de 1961, comédia, em Macau com o título  “Sob Disfarce” (em Portugal: “Um General e Meio”) , foi produzido por Jack Rose para a «Paramount Pictures» e dirigido por Melville Shavelson, com os actores: Danny Kaye (duplo papel: soldado americano e general britânico, ambientado na II grande Guerra, em 1944),   Dana Wynter, Wilfrid Hyde-White, Margaret Rutherforde e Diana Dors. Argumento de Jack Rose e Melville Shavelson. https://en.wikipedia.org/wiki/On_the_Double_(film)

PRÓXIMA MUDANÇA:The Couch” é um filme americano da “Warner Bros” de 1962, do género terror psicológico/policial. Consta no cartaz do folheto como “ filme dirigido e produzido por Robert Bloch com argumento de Owen Crump” mas segundo «IMDb» (1), o filme é dirigido por Owen Crump com argumento de Robert Bloch (2) baseado numa história de Blake Edwards e de Owen. Crump. Actores: Grant Williams, Shirley Knight e  Onslow Stevens.

1) https://www.imdb.com/title/tt0055870/

(2) Robert Albert Bloch (1917 — 1994), foi um conceituado escritor norte-americano, que escreveu vários géneros de romances: sobrenatural, policial, terror , ficção científica. Em 1953 foi viver para Hollywood, para trabalhar como argumentista. Nesse ano escreveu o famoso romance de horror “Psicho”, que foi adaptado para cinema pelo  realizador Alfred Hitchcock em 1959. Posteriormente completou-o numa trilogia com Psycho II (1982) e Psycho House.

Com as três sessões habituais, o Teatro Apollo apresentou em estreia no dia 20 de Maio de 1960 o filme de Henry King “ This Earth is Mine” (“Esta terra é Minha”). (1)

Filme (melodrama) de 1959, produzido por “Vintage Productions,”, distribuído pela “Universal International Picture”, baseado na novela de Alice Tisdale Hobart “The Cup and the Sword”, e publicado em 1942  (argumento de Casey Robinson) – a vida, os amores, as dificuldades e sobrevivência da família “Rambeau” ligados á produção de vinhos na Califórnia (vale do Napa), em 1931/1932, no tempo da proibição de consumo de bebidas alcoólicas. https://en.wikipedia.org/wiki/This_Earth_Is_Mine_(1959_film)

Actores principais: Rock Hudson (John Rambeau); Jean Simmons (Elizabeth Rambeau); Dorothy McGuire (Martha Fairon) e Claude Rains (Philippe Rambeau). Trailers em:

O Filme “The Five Pennies” estreou-se neste cinema no dia 26 de Maio de 1960. Publicarei o folheto numa próxima postagem. Ver anterior citação a este filme em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2018/01/11/noticia-de-11-de-janeiro-de-1957-folheto-de-cinema-teatro-vitoria-xxxii-rock-rock-rock/

(1) Com o mesmo título em português “Esta Terra é Minha” mas em inglês “This Land is mine” é outro filme de 1943 que Jean Renoir dirigiu nos EUA aquando da sua fuga de França ocupada pelos nazis. É um drama de guerra com os excelentes actores: Charles Laughton, Maureen O’Hara, George Sanders, Walter Slezak. O filme foi premiado com um Oscar, na categoria Melhor Mixstura de Som. https://pt.wikipedia.org/wiki/Esta_Terra_%C3%89_Minha

Também com este título em português “Esta Terra é Minha” é um filme de 1976 – título original “Bound for Glory” (O Caminho da Glória), do gênero drama-biográfico-musical, abordando a vida do cantor e compositor Woody Guthrie (interpretado por David Carradine) autor da música e letra de “This Land is Your Land” (2) O filme é dirigido por Hal Ashby, argumento de Robert Getchell baseado no livro autobiográfico de Woody Guthrie, “Bound for Glory”, escrito em 1943. Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=gNled6wh18c

 (2 https://www.youtube.com/watch?v=wxiMrvDbq3s