Archives for posts with tag: Teatro Apollo

A começar em 11 de Abril de 1958 no Teatro Apollo, o “emocionante filme em cinemascópio” – “Peyton Place”

Peyton Place”, filme (drama) americano de 1957 com os actores: Lana Turner, Hope Lange, Lee Philips, Lloyd Nolan, Diane Varsi, Arthur Kennedy, Russ Tamblyn, e Terry Moore. Dirigido por Mark Robson, baseado na novela de 1956 de Grace Metalious e com música de Franz Waxman.

Foi nomeado (não ganhou nenhum) para 9 categorias do “ Academy Awards” (Óscar de 1958) e foi em 1957, o filme que mais receita arrecadou.

Trailers: https://www.youtube.com/watch?v=SpvHuNghD0k https://www.youtube.com/watch?v=2WYjo-Wrd2w

PRÓXIMA MUDANÇA –  “The Gift of Love” (A Dádiva de Amor) – filme (drama em cinemascope) americano de 1958, dirigido por Jean Negulesco com os actores: Lauren Bacall e Robert Stack e baseado num conto “The Little Horse” de Nelia Gardner.

https://en.wikipedia.org/wiki/The_Gift_of_Love; Trailers: https://www.youtube.com/watch?v=_tPFGvoSntc

 BREVEMENTE”The Joker is Wild” estreado em Macau no dia 23 de Maio de 1958. Já postado em 23 de Maio de 2018: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2018/05/23/noticia-de-23-de-maio-de-1958-folheto-de-cinema-teatro-apollo-xl-mais-um-filme-de-frank-sinatra/

No dia 6 de Fevereiro passado, comemorou-se os 70 anos de reinado da rainha do Reino Unido, Isabel II (1926-), mais tarde coroada a 2 de Junho de 1953. Nada mais oportuno, apresentar um folheto de cinema do Teatro Apollo, para os dias 14 e 15 de Março de 1956, dum filme, intitulado “The Royal Tour” ou “The Royal Tour of Queen Elizabeth and Philip””Flight of the White Heron

Trata-se dum filme, documentário (1 hora e 36 minutos) de 1954 em “CinemaScope” e “Eastman Colour”da viagem real da rainha Isabel e marido, Filipe, duque de Edimburgo (mais tarde para o fim da viagem juntaram-se o príncipe Carlos e a princesa Ana) (no total cerca de 50.000 milhas) de Novembro de 1953 a Maio de 1954. O documentário abrangeu as visitas às Ilhas Fiji, Tongo, ilhas de Cocos, Ceilão, Africa, Nova Zelândia e Austrália. (1) (https://www.imdb.com/title/tt0360938/)

Como curiosidade a sessão das 14.30 horas, o filme era para maiores de 6 anos, mas as sessões das 19.30 e 21.30 horas eram para maiores de 13 anos. Excepcionalmente foram impressas 1500 exemplares deste folheto (impressão e composição na Tipografia “San Chong Trading & Co”) quando normalmente eram impressos 1000 exemplares.

(1) Esta viagem real tinha sido planeada para ser iniciada em 1949 para o rei Jorge VI (pai da Isabel) – visita a Austrália e Nova Zelândia, mas foi cancelada em Outubro 1951 devido ao estado de saúde do rei. Foi numa viagem anterior, que a princesa Isabel e marido quando estavam num safari no Quénia, a caminho da Austrália, em 1952, tiveram conhecimento da morte do rei e por isso cancelada nesse ano a viagem a Austrália.

Trailers da visita a Nova Zelândia e Austrália https://www.youtube.com/watch?v=V8qXQWFfk2U https://www.youtube.com/watch?v=9Xn8uuUgAPM https://www.youtube.com/watch?v=8tz-9DJX9Lw

Good Morning, Miss Dove”, filme de 1955, “DeLuxe Color e CinemaScope”, uma história sentimental duma professora. Dirigido por Henry Koster com os actores Jennifer Jones, Robert Stack, Kipp Hamilton, Robert Douglas e Peggy Knudsen. Argumento adaptado por Eleanore Griffin da novela de 1954, “Good Morning, Miss Dove”, de Frances Gray Patton.

https://en.wikipedia.org/wiki/Good_Morning,_Miss_Dove https://www.youtube.com/watch?v=W4WLhQo5umQ

O interessante filme” “O Óscar” começou a exibição a 27 de Janeiro de 1968, no Teatro Apollo, com as três sessões habituais.

 “The Oscar”, filme americano de 1966, drama dirigido por Russell Rouse com os actores Stephen Boyd, Elke Sommer, Milton Berle, Eleanor Parker, Joseph Cotten, Jill St. John, Tony Bennett, Edie Adams e Ernest Borgnine. https://en.wikipedia.org/wiki/The_Oscar_(film)

Verso do folheto

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=j4QgGxcsFSE

Bilhete de cinema do teatro Apollo, n.º 01073 para a sessão das 14.30 horas, 1.ª classe ($1.70 pts). Fundo amarelo; em azul, a data «1 JAN 1968»

imensões: 11,8 cm x 7 cm Marcação do lugar (a vermelho) C 13
Verso do bilhete – em branco

The Dirty Dozen” é um filme de guerra rodado em 1967 com os actores: Lee Marvin Ernest Borgnine, Charles Bronson, Jim Brown, John Cassavetes, George Kennedy, Robert Ryan, Telly Savalas, Robert Webber, Donald Sutherland, Clint Walker, Ben Carruthers e Stuart Cooper. O argumento é baseado no livro de 1965 de E. M. Nathanson. Dirigido por Robert Aldrich, rodado no Reino Unido (estúdos MGM-British Studios) para a MGM. Grande sucesso commercial (orçamento: $5.4 milhões dólares; receita: $45.3 milhões dólares). Candidato a 4 óscares na 40ª Academia Americana em 1968, ganhou um: ”Best Sound Editing”. https://en.wikipedia.org/wiki/The_Dirty_Dozen

Trailers: https://www.youtube.com/watch?v=ff1V6ywnWcY https://www.youtube.com/watch?v=mMY-Bi646-M https://www.youtube.com/watch?v=W_0FrTMGF9s

A começar em 22 de Dezembro de 1965, no teatro Apollo, o filme “That Man in Istanbul”, com as três sessões diárias habituais. Filme escolhido para a época natalícia (espectáculo para maiores de 12 anos) pois esteve em cartaz mais de uma semana.

“That Man in Istanbul”, filme (comédia sobre espionagem), de 1965, coprodução internacional, língua inglesa, distribuído nos EUA pela “Columbia Pictures, dirigido por Antonio Isasi-Isasmendi, com os actores Horst Buchholz, Sylva Koscina, Mario Adorf, Perrette Pradier, Ángel Picazo e Klaus Kinski.

Do mesmo filme, apresento um bilhete de cinema do dia 27 de Dezembro de 1965 do Teatro “APOLLO”  院戲大安平(1), N.º 043, para a sessão das 19.30 horas (1.ª galeria) ($ 2.00 pts).

Bilhete – fundo azul claro (letras vermelho + preto); 10,8 cm x 8 cm
Verso – lápis azul a data e a marcação do lugar J 11 (?)

Trailer do filme: https://www.youtube.com/watch?v=3LEy2G0DHfg

 (1) 院戲大安平 mandarim pīnyīn: yuàn xī dà ān píng; cantonense jyutping: jyun2 hei3 daai6 on1 peng4

The Fighting Seabees” é um filme de guerra de 1944, produzido por Albert J. Cohen para a “Republic Pictures” (o maior orçamento para esta produtora até então: 1,5 milhões de dólares), e dirigido por Edward Ludwig.

Os actores: John Wayne, Susan Hayward, Dennis O’Keefe, William Frawley, Leonid Kinsky, Addison Richards e Grant Withers. Argumento de Borden Chase e Aeneas MacKenzie, romanciado e ficcionado sobre a criação pela marinha americana dos Batalhões de Construção conhecidos por “Seabees”, (1) na II Guerra Mundial.

Trailer:https://www.youtube.com/watch?v=VVml_sKWxlY

PRÓXIMA MUDANÇA – TIGER BAY

Tiger Bay”, filme britânico de 1959, drama baseado no conto “”Rodolphe et le Revolver” de Noel Calef. Dirigido por J. Lee Thompson, produzido por John Hawkesworth, e argumento de John Hawkesworth e Shelley Smith. Actor John Mills (no papel de superintendente da polícia) investiga um assassinato em que a criança Hayley Mills (filha na vida real de John Mills, no seu primeiro filme) é testemunha do crime, assassino Horst Buchholz (actor alemão no seu primeiro filme em inglês) https://en.wikipedia.org/wiki/Tiger_Bay_(1959_film)

Trailers :https://www.youtube.com/watch?v=A_iP1kqcbpc https://www.youtube.com/watch?v=dsrBfES_LBo

(1) “United States Naval Construction Battalions, better known as the Navy Seabees, form the U.S. Naval Construction Force (NCF). The Seabee nickname is a heterograph of the first letters “C B” from the words Construction Battalion.”

Marcação de lugar S13

Bilhete de cinema (12,5 cm x 7,7 cm) do Teatro Apollo, n.º 000026, 2.ª Classe ($1.20), para o dia 29 de Setembro de 1964, sessão das 2.30 horas (14h30). Filme: “The Great Escape”

Verso do bilhete – carimbo do “SELO DE VERBA – PROVÍNCIA DE MACAU”

“A Grande Evasão”, filme de 1963 da «United Artists», produzido e realizado por John Sturges, com um vasto elenco de actores conhecidos nomeadamente Steve McQueen, James Garner, Richard Attenborough, James Donald, Charles Bronson, Donald Pleasence, James Coburn, Hannes Messemer, David McCallum, Gordon Jackson, John Leyton e Angus Lennie

Baseado no livro de Paul Brickhill de 1950 sobre a fuga dos prisioneiros de guerra dos Aliados dum campo de concentração em Sagan (hoje, Zagan), na Polónia. https://en.wikipedia.org/wiki/The_Great_Escape_(film)

Trailers: https://www.youtube.com/watch?v=r9Q_WESQUVw https://www.youtube.com/watch?v=xkwmIDx9RwQ

Folheto de cinema do Teatro Apollo, (impresso só dum lado) anunciando o filme “Camelot”, a começar em 19 de Julho de 1968

Camelot”, filme de 1967, musical, dirigido por Joshua Logan com os actores Richard Harris (como Rei Artur), Vanessa Redgrave (como Guinevere) e Franco Nero (como Lancelote). O filme que tem argumento de Alan Lerner. é uma adaptação dum musical representado  com grande exito na Boadway (estreia em 1960, com Richard Burton e Julie Andrews) da dupla Alan Jay Lerner e Frederick Loewe. Narram-se os amores da rainha Guinevere com Sir Lancelote e a guerra provocada entre este e o rei Artur pelas maquinações do pérfido Sir Mondred. O filme recebeu cinco nomeações para o 40.º prémio da Academia Americana, em 1967, tendo ganho três: melhor banda sonora (adaptada), melhor design de produção, e melhor figurino.

https://en.wikipedia.org/wiki/Camelot_(film)

Folheto de cinema (letras a vermelho) do filme estreado em 12 de Abril de 1963, no Teatro Apollo, um espectáculo para maiores de 12 anos.

Mais um filme de Elvis Presley (comédia/musical), este de 1962 “Girls! Girls! Girls!” (“Raparigas! Raparigas! Raparigas!”) foi o segundo de três filmes que este cantor filmou no Hawai aplicando a mesma fórmula narrativa do anterior sucesso “Blue Hawaii”, também dirigido por Norman Taurog, produzido por Hal B. Wallis (“Hal Wallis Productions” e distribuído por  “Paramount Pictures” Foi nomeado para os “Golden Globe” de 1962 para melhor filme comédia/musical. Contracenam com o cantor as actrizes Stella Stevens e Laurel Goodwin ttps://en.wikipedia.org/wiki/Girls!_Girls!_Girls! )

Das várias cantigas (13 no toral) do álbum do filme (5.º álbum de músicas dos filmes; disco de ouro, na altura) sobressai o “Return to Sender” (autores: Winfield Scott and Otis Blackwell ) , n.º 2 da tabela Billboard dos singles de 1962, cena bem filmada com a fotografia a cores de Loyal Griggs.

“Trailers” do filme: https://www.youtube.com/watch?v=9EFBgbVx_-A https://www.youtube.com/watch?v=av_no7yfFsg

Anúncio datado de 1 de Março de 1867, publicado no Boletim da Província,  da “Paderia Nacional”, (1) que a 20 de Agosto de 1866 mudou para “as cazas n.º 2, pertencentes às recolhidas de Santa Roza de Lima”, (2) no “Bêcco do Senado”(3) , n.º 2,.

Extraído de «BPMT», XIII- 10 de 11 de Março de 1867, p. 54

“Biscoutinho adocicado de soda, a 8 libras por pataca, (em 20 de Novembro de 1866, os “biscoutinhos adocicados vendiam-se a “15 avos ou 140 sapecas por cate), (4) além de pão branco salobre de quatro differentes feitios e pezo, a 12 libras por pataca, sempre de genuina farinha de trigo d´America, tudo trabalhado com maior aceio e esmero possível e levedado com ingredientes não deletérios à saúde, como se levedão em todas as paderias europêas. “Havendo contrato por um ou mais anos certos, pôde-se também fornecer pão de igual maneira trabalhado e levedado, de genuína farinha somênos de trigo d´America, a 22 libras por pataca; e biscouto de marinheiro, de igual farinha trabalhado à maquina, a 3,5 (?) avos de pataca por libra. “

 (1) Há referências da sua existência, nesta morada, desde 1 de Agosto de 1865. Não encontrei informação da data de encerramento. Houve, no entanto, com o mesmo nome, “Paderia Nacional”, em 1857, noutra morada – ver anterior referência em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2018/04/06/anuncio-de-6-de-abril-de-1868-paderia-nacional/

.(2)

Extraído de «BGM», XII- n.º 35 de 27 de Agosto de 1866, p. 142.

(3) Beco do Senado – pequena ruela estreita e curta, à direita do edifício, antigo “Leal Senado” que vai do parque de estacionamento conhecido antigamente pelo Auto-Silo do Leal Senado (edifício Pak Lane) à Avenida Almeida Ribeiro.

No cimo desta rua, á esquerda havia uma porta que dava acesso, após umas escadas, ao gabinete de projecção de cinema do Teatro Apollo (Peng On), cuja entrada principal era onde está (na foto) a loja “ESPRIT”. O Teatro Apollo ocupava uma estrutura de quatro pisos, estucada a verde, situada na Avenida Almeida Ribeiro, mesmo à frente do edificio dos Serviços de Correios. Inaugurado em 1935, tinha uma capacidade de 1038 lugares e nele projectavam-se filmes americanos e chineses sobre a guerra sino-japonesa. Foi também palco de reputados espectáculos de ópera cantonense e era ali que decorriam as celebrações anuais a assinalar o nascimento da nova china. Quando o teatro encerrou, em 1 de Fevereiro de 1993, o piso térreo foi transformado em espaço comercial e o piso superior passou a albergar a sede da Associação de Empregados da Indústria Hoteleira de Macau e a Associação de Juventude de Macau (“As Ruas Antigas de Macau”, p. 30/31)

(4)

Extraído de «BGM», XII-n.º 49 de 3 de Dezembro de 1866, p. 200.