Archives for posts with tag: Secretários Adjuntos

Cartão convite do Secretário-Adjunto para os Assuntos Sociais e Orçamento, para a apresentação do relatório de avaliação do Sistema de Saúde de Macau elaborado pela Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa no dia 22 de Outubro de 1997, no 18.º andar do Edifício World Trade Center, seguido de almoço.

Cartão convite: 15,2 cm x 10,1 cm

O Secretário-adjunto para os Assuntos Sociais e Orçamento entre 1996-1999 do governo de Vasco Rocha Vieira era José Augusto Perestrelo de Alarcão Troni.

Envelope: 16 cm x 11,3 cm
CAPA Vol 1 N.º 1 ($ 10 pts; HK $10)

Uma nova revista «Macau Image» foi lançada a 11 de Março de 1982, (Vol.1, n.º1) publicação semestral editada pelo Departamento de Promoção de Exportações (DPE / FDIC) dos Serviços de Economia. A nova publicação procura «oferecer um conjunto de informações que se pretende actualizar periodicamente, relativamente aos sectores das exportações e serviços do Território, e a sua preparação insere-se, segundo uma introdução do Secretário Adjunto para a Coordenação Económica, dr. Costa Pinto, «no âmbito das iniciativas de aumentar o dinamismo do sector exportador do território». (1)

(1) Extraído de «Macau82 jornal do ano», GCS, 1982, pp. 59-60)

Em 10 de Março de 1980, o Governador de Macau general Melo Egídio, acompanhado pelos Secretários-adjuntos para os Assuntos Económicos Henrique de Jesus e Obras Públicas e Telecomunicações, Aires da Silva, efectuaram, até 17 deste mês, uma visita oficial à República Popular da China para tratarem de assuntos sobre Macau e as relações luso-chinesas, a convite do Ministro do Comércio Externo daquele país. O general Melo Egídio, Governador de Macau entre 1979 e 1981, foi o primeiro a realizar uma visita oficial, à República Popular da China, depois da implantação do regime comunista, em1949 e a estabelecer relações amistosas com as autoridades chinesas de Pequim como da província de Guangdong cerca de um ano depois de Portugal e China terem restabelecido as relações diplomáticas

General Nuno de Melo Egídio (1922-2011) Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (1981-1984)

Um dos assuntos da sua agenda era a obtenção de assentimento para construção de um aeroporto e de uma ligação ferroviária com a China. Quando da visita, o Governador de Macau teve oportunidade de ser recebido pelo Vice-Primeiro-Ministro, Deng Xiaoping, com ele trocando francas e amistosas impressões sobre o significado do estabelecimento de relações diplomáticas entre os dois países. (1)

Antes de regressar a Macau, a 15-03-1980, o Governador Melo Egídio e a sua comitiva visitaram Xangai e Guangzhou, aonde mantiveram conversações com o Governador de Guangdong, Xi Zhonxu e os Vice governadores Liang Weilin e Zeng Dindgshi sobre a cooperação entre a província de Guangdong e Macau (1)

(1) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, Vol. III, 2015, pp. 416-417

Teve início no dia 6 de Fevereiro de 1982, em Paris, o «Macau Show 82» que se prolongou por mais três dias. Na inauguração, estiveram presentes os embaixadores de Portugal em Paris e junto da UNESCO e OCDE, respectivamente Siqueira Freire, Grainha do Vale e Pedro Roseta, o cônsul-geral de Portugal, Gervásio Leite e o cônsul da França em Mcau, Susana Chou, além de mais de uma centena de convidados, entre os quais entidades oficiais portuguesas em Paris, representantes do Comércio Externo de França e da banca e importadores.

O Secretário-Adjunto para a Coordenação Económica, dr. João da Costa Pinto, (1) defendeu na ocasião que Macau deveria realizar um esforço maior na promoção de outros produtos, para além dos têxteis. Costa Pinto comentava a organização de «Macau-Show–82» acrescentando, contudo, ser de todo o interesse a presença de exportadores de têxteis locais em Paris para apresentarem novos modelos. «Num momento em que o mercado francês é difícil, em virtude da própria recessão económica em que se vive e a concorrência é extremamente violenta, é natural que eles queiram estar presentes». O Secretário-Adjunto considerou por outro lado, que a exposição foi bem sucedida. (2) 

(1) O Dr. João da Costa Pinto, Secretário-Adjunto para a Coordenação Económica, devido ao excepcional trabalho produzido na sua área, em prol de Macau, foi em 26 de Novembro de 1984 (aquando da cessação de funções em Macau e regressando ao Banco de Portugal) foi agraciado com as insígnias de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique .

(2) Texto e foto extraídos de «Macau82 Jornal do ano», 1.º semestre, GCS, 1981, p. 22.

Pela primeira vez, Macau, representado por uma delegação da Associação de Karate-do Seigokan de Macau, (1) esteve presente no 32.º Torneio Internacional de Karate-do, da “Seiokan All  Japan Karate-do Association (SAJKA)», realizado em 27 de Novembro de 1977, em Otsu, Kyoto, na Prefeitura de Shiga, (Japão).

A equipa de Macau partiu para o Japão, no dia 25 de Novembro. Além doe alguns elementos directivos, acompanharam a caravana pessoas entusiastas da modalidade que se deslocaram por conta própria, entre as quais dr.ª Beatriz Batalha da Conceição que prestou apoio médico à equipa. Os elementos da equipa que se fizeram acompanhar do presidente do Conselho de Educação Física, José dos Santos Ferreira, do presidente da Associação de Karate-do Seigokan de Macau, dr. João Bosco da Silva, da vice-presidente, dr.ª Beatriz Batalha da Conceição e de outros elementos da Direcção.

Antes da partida para o Japão, estiveram no Palácio do Governo, a apresentar cumprimentos ao Governador coronel Garcia Leandro, tendo o dr. João Bosco da Silva, agradecido em nome da Associação o apoio moral e financeiro do Governo do território, sem os quais seria impossível Macau estar representado nesta competição internacional. Esteve presente nesta visita o secretário-adjunto para assuntos sociais e cultura, capitão Vítor Oliveira Santos, a quem igualmente foram apresentados cumprimentos.

Neste torneio, Macau participou com uma equipa formada por Manuel Silvério, Daniel Ferreira, Mateus Silva, John Sousa e Ngai Tat Chi que ficou em 4.º lugar, entre as 48 participantes e individualmente, João Madeira classificou-se em 3.º lugar da classe de Cintos Castanhos.

No dia 26 de Novembro a delegação foi recebida pelo vice-governador da Prefeitura de Shiga e pelo secretário da Câmara Municipal de Shiga que em nome do governador e do presidente da Câmara, respectivamente, apresentaram as boas vindas aos componentes da delegação. Aproveitando o tempo de estadia, a delegação de Macau visitou as academias da «SAJKA», nas cidades de Otsu, Kyoto e Himeji, onde a sede-geral da SAJKA tem as suas instalações. (2)

 (1) “Associação de Karate-do Seigokan de Macau“, em 1977 tinha a sua sede na Avenida Coronel Mesquita, edifício junto do Campo do Colégio D. Bosco, com a seguinte Direcção: Presidente – João Bosco da Silva; Vice-presidente – Beatriz Batalha da Conceição; Secretário – Daniel Albino Ferreira; Tesoureiro – Lísbio Maria Couto; Vogais: Ngai Tai Chi e Telmo Martins; Conselheiro técnico – José Martins Achiam (informação do «Anuário de Macau de 1977”, p. 420)

(2) Texto e fotos extraídos de «MACAU BIT», XII, 9-10, Nov-Dez, 1977 pp. 34-36.

No dia 18 de Novembro de 1987, os «Correios e Telecomunicações de Macau / CTT MACAU» emitiram e puseram em circulação selos postais alusivos à emissão extraordinária “Meios de Transportes Tradicionais – 1. º Grupo“ e um bloco filatélico. Trata-se de uma continuação da emissão de selos sob o tema “Meios de Transporte “ iniciado em 1984 com os “Barcos de Pesca” e terminado com os “Hidroaviões” (estes já publicados em anteriores postagens (1) (2)

Os quatros selos desta emissão são nos valores de 10 avos (carro de mercadorias), 70 avos (cadeirinha) 90 avos (riquexó) e 10 patacas (triciclo) (3)

Um dos meios de transporte mais antigo e comum usado na china e em Macau foi a cadeirinha portátil. Sustentada por dois varais compridos, era conduzida por dois homens, um colocado atrás e outro à frente. Foi usada principalmente nas cidades e no campo em pequenas distâncias. A cadeirinha foi durante a maior parte da história de Macau o meio de transporte mais importante e típico”. (4)

O Bispo de Macau tinha ao seu serviço quatro cadeirinhas, reservando uma para cada estação do ano. (5)

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/10/22/noticia-de-22-de-outubro-de-1984-filatelia-barcos-de-pesca/https://nenotavaiconta.wordpress.com/2017/10/25/noticia-de-25-de-outubro-de-1985-filatelia-barcos-de-carga/https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/08/28/noticia-de-28-de-agosto-de-1986-filatelia-1-o-dia-de-circulacao-meios-de-transporte-barcos-de-passageiros/https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/07/15/noticia-de-15-de-julho-de-1988-filatelia-meios-de-transportes-tradicionais-2o-grupo/https://nenotavaiconta.wordpress.com/2016/10/09/noticia-de-9-de-outubro-de-1989-1-o-dia-de-circulacao-meios-de-transpor-tes-tradiconais-hidroavioes/https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/10/09/noticia-de-9-de-outubro-de-1989-1-o-dia-de-circulacao-meios-de-transpor-tes-tradiconais-hidroavioes-ii/

(3) Portaria n.º 143/87/M de 9 de Novembro (BOM n.º 45, 1987, p. 2943) – Emite e põe em circulação selos postais e blocos alusivos aos “Meios de Transportes Terrestres Tradicionais”

(4) Texto de Jorge Cavalheiro in “Da Sampana ao Jactoplanador, Da Cadeirinha ao Automóvel”. Edição da Direcção dos Serviços de Correios e Telecomunicações de Macau, 1990, 114 p.

(5) “O palanquim do Bispo de Macau tinha janelas de vidro e decorado com madrepérolas. Não há nenhum que ouse ser tão belo ou que se lhe possa comparar “ «Ou-Mun Kei-Leok Monografia de Macau», tradução de Luís Gonzaga Gomes, Outubro de 1979, p. 228.

Anteriores referências a triciclos e riquexós em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/triciclos/ https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/riquexos/

Nasceu em 15 de Abril de 1912, em Freixo de Espada à Cinta, o Padre Manuel Teixeira que ingressou no Seminário de S. José, de Macau, em 1924. Regressou a Portugal em 16 de Maio de 2001, e faleceu em Chaves a 15 de Setembro de 2003 (91 anos).

Em 15 de Abril de 1982, marcando o septuagésimo aniversário do Padre Manuel Teixeira, realizou-se uma homenagem pública no Arquivo Histórico de Macau com a abertura de uma exposição bibliográfica. A homenagem foi organizada pelas Direcções dos Serviços de Educação e Cultura e de Turismo,

Macau82 jornal do ano» 1.º semestre- GCS, 1982, p. 8

Presidida pelo Governador Almeida e Costa e com a presença do Presidente da Assembleia, dos Secretários-Adjuntos, Bispo da Diocese e muitos dos amigos do Padre Teixeira, a exposição apresentou “cerca de uma centena de obras do missionário e historiador que começou a escrever há 46 anos e prossegue a sua produção literária como mesmo vigor, o mesmo ritmo e a mesma determinação de servir este território. A sua força de vontade, o labor incansável e uma pesquisa constante da História de Macau, bem como o apoio que tem dado a todos quantos o procuram, são entre outras qualidades, acentuadas pelo Governador Almeida e Costa e pelo Director dos Serviços de Educação e Cultura, nas breves mensagens de louvor feitas, na ocasião, ao homenageado. (1)

O Padre Teixeira agradeceu ao mesmo tempo que recordou ser essa a sua primeira homenagem pública em Macau. O Governador ofereceu ao Padre Teixeira, em nome do Governo, uma salva de prata alusiva à data. A cerimónia terminou com um bolo de aniversário e o «parabéns a você» cantado por todos…

(1) Artigo não assinado em «Macau82 jornal do ano» 1.º semestre- GCS, 1982, p. 8

Anteriores referências ao Padre Manuel Teixeira em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/padre-manuel-teixeira/

PROGRAMA – frente
PROGRAMA – verso

Iniciaram-se a 23 e decorreram até 28 de Outubro de 1995, várias actividades e conferências médicas que assinalaram a passagem do 10º aniversário dos Cuidados de Saúde Primários (C. S. P.) em Macau.

CONVITE: frente (10 cm x 21 cm)
CONVITE: atrás (10 cm x 21 cm)
CONVITE:  interior (10 cm x 21 cm)
Chegada do governador Vasco Rocha Vieira

A sessão inaugural, com a participação de médicos de Macau, de Portugal, de Hong Kong e das Filipinas, teve lugar pelas 9:00H do dia 25 de Outubro no auditório da Escola Técnica dos Serviços de Saúde com a presença do governador Vasco Rocha Vieira e da secretária-adjunta para a Saúde e Assuntos Sociais, Ana Perez.

PROGRAMA: 20,5 cm x 21 cm
PROGRAMA – verso: 20,5 cm x 21 cm
A dança do leão

O programa comemorativo, iniciou-se no dia 23 de Outubro, com visitas (nos dias 23 e 24 de Outubro) a Centros de Saúde e ao Hospital Conde de S. Januário. Nos dias 25 e 26, além da sessão de abertura, tiveram uma exposição e apresentação de posters, e realizaram-se conferências e mesas redondas, e no dia 27, um “workshop” sobre “C.S.P. 3m Macau – Presente e Futuro/Present and Future in Macao”

A sessão de abertura

A sessão de encerramento para a apresentação das conclusões, teve lugar no mesmo auditório às 10:00 horas do dia 28.

Os temas em debate centraram-se no “passado, presente e futuro” dos Cuidados de Saúde Primários em Macau, e também se abordaram os sistemas do desenvolvimento dos cuidados primários mundial, avaliação dos C.S.P. na região Ásia-Pacífico, programas de educação para a saúde relacionados com rastreios, implementação de cuidados de saúde da criança, diabéticos, pessoas idosas, apoio domiciliário, saúde oral, tuberculose e outros.

CAPA DO PROGRAMA – 21 cm x 14,5 cm + CONTRA-CAPA

Um seminário médico “Seminar on Quality Assurance” (língua inglesa) organizado pela Associação dos Médicos de Clínica Geral de Macau”, (1) entre 13 a 15 de Março de 1992 no Hotel Mandarim Oriental.
A primeira de muitas reuniões clinicas/congressos, organizados em Macau pela então recentemente formada “Associação dos Médicos de Clínica Geral de Macau”. Este seminário teve a tutela da “WONCA” (World Organization of Family Doctors) – Região Asia Pacífico – sendo a terceira reunião dos médicos de clínica geral de Hong Kong, Macau, China (Taipei). Com a formação da Associação na China continental (nomeadamente a de Guangdong) esta foi integrada nos encontros seguintes.

Capa de papel grosso (papelão) para guardar folhas A4 de 32 cm x 22,5 cm, emitido pela Comissão para a Cidade Saudável de Macau (dependente da Secretaria para os Assuntos Sociais e Cultura) com o  logotipo “MACAU CIDADE SAUDÁVEL” (1) e o título de:

“Vamos juntos construir a nossa Cidade Saudável”

Capa – frente
Contracapa

(1) https://www.ssm.gov.mo/apps1/healthcity2/pt.aspx#clg8358