Archives for posts with tag: Polícia Judiciária

Lembrança, um estojo oferecido pela Polícia Judiciária de Macau, na comemoração do seu dia, em 19 de Agosto de 2000. (1)

Estojo de 9,2 cm x 9 cm x 2,5 cm (altura) de cor vermelha com impressão de letras a amarelo

司法警察局

POLÍCIA JUDICIÁRIA

司警曰紀念

DIA DA P.J.

19-08-2000

No seu interior (8,5 cm x 8,5 cm), um porta-chaves e um pin com o monograma da Policia Judiciária.

Porta chaves rectangular (3.7 cm x 3,2 cm),  argola de 2 cm de diâmetro

司法警察局

POLÍCIA JUDICIÁRIA

VERSO

司警曰紀念

DIA DA P.J.

19-08-2000

Pin – quadrado (1, 5 cm x 1,5 cm)

司法警察局

POLÍCIA JUDICIÁRIA

(1) Decreto-Lei n.º 28/99/M de 5 de Julho – A Polícia Judiciária, no dia 19 de Agosto, comemora o aniversário da sua criação em Macau, ficando esta data consagrada como o «Dia da Polícia Judiciária»

司法警察局 mandarim pīnyīn: sī fǎ jǐng chá jú; cantonense jyutping: si1 faat3 ging2 caat3 guk6

司警曰紀念 mandarim pīnyīn: sī jǐng yuē jì niàn; cantonense jyutping: si1 ging2 jyut6 gei2

Uma capa (no sentido de pasta para guardar papéis, geralmente em papel, plástico ou de material resistente) da Escola de Polícia Judiciária de Macau, da década de 90 (século XX). Na altura a escola ficava (e creio que ainda fica) situada na Rua da Praia Grande n.º 101-103. 1.º e 2.º andar, edifício «Lun Pong» ( Telefone 372214)
A Escola de Polícia Judiciária (EPJ) na dependência directa do director da Polícia Judiciária (PJ) de Macau foi criada em 1986 (Decreto-Lei n.º 23/86/M de 15 de Março). Tinha por finalidade ministrar aos funcionários e agentes da PJ os cursos e estágios necessários à sua formação e valorização profissional e estava nas instalações da Polícia Judiciária.
A inauguração da Escola de Polícia Judiciária de Macau (EPJ/M) em edifício próprio, em 21 de Novembro de 1990 e a revogação do decreto anterior em 1991 (Decreto-Lei n.º 35/91/M), passou a Escola a ser uma subunidade orgânica da Directoria da Polícia Judiciária de Macau, e a ter como objectivo, programar e executar acções de formação, aperfeiçoamento e especialização do pessoal da Polícia Judiciária, bem como supervisionar a execução de estágios.(1)

(1) Para mais e melhor informação ver:  “A Formação de Quadros na Polícia Judiciária de Macau” publicado na revista «Administração», n.° 37, vol. X, 1997-3.°, 881-890, por Fernando Passos, que foi o primeiro Director da Escola.
http://www.safp.gov.mo/safppt/download/WCM_004123 

Recordação oferecida pela Direcção da Polícia Judiciária no ano de 2002 pela colaboração prestada ao longo de 18 anos.
Pequena peça de cristal (tipo pisa-papéis) de 7 cm altura, 6 cm de largura e 2,5 cm de maior espessura, com o actual logotipo  da PJ.

LEMBRANÇA LOGO P. J.司法警察局
POLÍCIA JUDICIÁRIA
LEMBRANÇA DA P. J. 2002 FrenteVISTA ANTERIOR 
LEMBRANÇA DA P. J. 2002 PosteriorVISTA POSTERIOR 
LEMBRANÇA DA P. J. 2002 Lateral direitoVISTA LATERAL DIREITO

Encontrei uma cópia duma Planta Arquitectónica, intitulada:

GRANDES RECONSTRUÇÕES E MELHORAMENTOS A INTRODUZIR NO EDIFÍCIO DO COMISSARIADO DA POLÍCIA (RUA CENTRAL)
Anuário 1927 Planta do Comissariado Polícia

O Comissariado da Polícia em 1927 estava instalado no edifício da Rua Central onde actualmente é a sede da Polícia Judiciária.

O Comissariado (depois Polícia de Segurança Pública) funcionou neste edifício até 1968, ano em se iniciou novas obras de adaptação, restauro e aumento de instalações (com a edificação de um novo bloco novo construído ao lado mas integrado no mesmo conjunto arquitectónico), para aí se instalar a Polícia Judiciária.

Comissariado Polícia 1927 II

Antes desta data, em 1926, o Comissariado d Polícia estava instalado no prédio n.º 33 da Rua da Praia Grande. (1)

A Polícia de Macau teve várias denominações desde a publicação do Regulamento Policial da Cidade e Porto de Macau, em 1841, tendo adoptado o nome de Comissariado da Polícia em 1916 (Portaria n.º 12 – B.O. n.º 14 de 1 de Abril de 1916), e só em 1937 adoptaria o nome de  “Polícia de Segurança Pública”.

(1) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau Século XX, Volume 4. Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, 2.ª Edição, Macau, 1997, 454 p (ISBN 972-8091-11-7).

“Macau – Operação Estupefacientes” foi “filmado inteiramente na Província de Macau” por Miguel Spiguel, em 1965. O filme tem a duração de cerca de uma hora e contém 3 curtas metragens(histórias verídicas) sobre a actividade da Polícia Judiciária do território, visando sobretudo dar a conhecer o combate ao tráfico de estupefacientes. (1)
.
Como curiosidades desta produção ficaram imagens das ruas e da sociedade de Macau dos anos 60, de movimentadas perseguições de polícias de táxi a perigosos narcotraficantes…de bicicleta, de estonteantes fugas a toda a velocidade nas águas da Ilha Verde… de sampana e a nado.
Ficaram ainda registadas em imagem as primeiras instalações da Polícia Judiciária (hoje inexistente), e as interpretações dos personagens do filme, agentes da PJ na vida real e actores de ocasião, a quem o produtor e realizador Miguel Spiguel recorreu para emprestar uma maior autenticidade à sua película” (2)

(1) A Escola de Polícia Judiciária de Macau adquiriu uma cópia deste documentário em 1993, constituindo por isso, um testemunho histórico do seu Centro de Documentação.
(2) Polícia Judiciária de Macau no cinema in Revista de Investigação Criminal e Justiça, n.º 2, 1995, p.33