Archives for posts with tag: Nicolau Tolentino Fernandes

Pela Portaria Provincial n.º 25 de 6 de Fevereiro de 1879, publicado no «Boletim da Província de Macau e Timor» Vol. XXV, n.º 6 de 8 de Fevereiro desse ano, se determinou que o mesmo Boletim se publicaria «em português e em chins, devendo a repartição de sinólogos ser encarregada da traducção de todos os actos offciaes e da revisão e exame de provas para a publicação, a qual será sempre feita com o visto do 1.º interprete sinólogo”.
O despacho é do governador da província, Carlos Eugénio Correia da Silva «Attendendo a que só a publicação em caracteres sínicos poderá facilitar-lhes a leitura de taes actos, pela ignorância quasi completa que têem os chinas da língua portugueza”. Por isso, o Boletim da Província de Macau e Timor “será publicado em português e chinês, devendo a repartição de sinólogos ser encarregada da tradução de todos os actos oficiai
Esta Portaria Nº 25 foi traduzida por Pedro Nolasco da Silva, 1º intérprete.
Para o cumprimento deste despacho, em 4 de Agosto de 1879 (1) foi assinado um contrato feito com Nicolau Tolentino Fernandes proprietário da tipografia mercantil (“visto não haver mais estabelecimentos d´este género n´esta colonia”) para a impressão do Boletim das província e mais papeis imprensa para as diversas repartições.
(1) Publicado no «Boletim da Província de Macau e Timor», XXV, n.º 37 de 13 de Setembro de 1879 p. 210.

Tipografia N. T. Fernandes IA Tipografia Mercantil N. T. Fernandes e Filhos conforme indica este anúncio, publicado em 1922, foi fundada em 1855 (1). Foi seu fundador Nicolau Tolentino Fernandes (1823-1893) e sucedeu-lhe no cargo, seu filho Jorge Carlos Fernandes.
A importância desta Tipografia para além de todo o tipo de “trabalho tipográfico em todos os géneros” (e muitas outras impressões, conforme se anuncia) foi a empresa encarregada de imprimir o Boletim do Governo, a partir de 8 de Janeiro 1879 (8 de Janeiro) assim como outros impressos oficiais (2), até 1 de Janeiro de 1901 (data da cessação do contrato com Jorge Carlos Fernandes (3)

Tipografia N. T. Fernandes IIEste anúncio da mesma data (1922), já apresenta o filho do fundador, Jorge Carlos Fernandes como “gerente e comproprietário” e indica como local da empresa: Rua Central n.º 26 e 28.
Há uma nota, na “Cronologia da História de Macau” da Dra. Beatriz Basto da Silva (4) salientando que, em 21 de Janeiro de 1889, a Tipografia Mercantil tinha mudado as suas instalações para a casa N.º 1 da Rua de S. Lourenço e N.º 5 da Rua dos Prazeres.

(1) Beatriz Basto da Silva (4) aponta para 1868 o inicio da Tipografia. 1868 – Começa em Macau, com um pequeno prelo a Tipografia Mercantil…”
(2) O contrato é elaborado a 26-02-1890 entre o Estado e Nicolau Tolentino Fernandes (4)
(3) “16-11-1900 – José Maria Horta e Costa publica a criação da Imprensa Nacional de Macau que estará pronta a funcionar a partir de 1 de Janeiro de 1901, cessando nesse dia o «contrato celebrado com Jorge Carlos Fernandes para a impressão do Boletim Oficial da Província de Macau» “
01-01-1901 – Fundação da Imprensa Nacional de Macau, ficando os serviços instalados num edifício da Calçada do Bom Jesus. Até aí as publicações oficiais eram impressas em tipogafia particular…”
SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau Século XX, Volume 4. Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, 2.ª Edição, Macau, 1997, 454 p (ISBN 972-8091-11-7)
(4) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau Século XIX, Volume 3. Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, Macau, 1995, 467 p (ISBN 972-8091-10-9)