As chins nunca põem as crianças no solo: põem-nas sobre as costas, de modo que fiquem escarranchadas, e seguram-nas com um pano quadrado e quasi sempre bordado a cores, que prendem com fitas  aos ombros e à cintura… (…) ” (1)

Mulher com MÉ TAIManuel de Castro Sampaio – jornalista (fundou em Elvas a «Voz do Alentejo»), oficial do exército, nasceu no Porto, em 1827 e faleceu em Lisboa, em 1875. Prestou serviço como Capitão da guarnição em Macau, fundou (e foi também redactor) com António Feliciano  Marques Pereira, o semanário «Ta-Ssi-Yang-Kuo».(2).  Foi sócio-correspondente da Real Sociedade Asiática de Londres (“Royal Asiatic Society“).
Outras publicações além das citadas em (1) e (2), do mesmo autor:

    • Pobreza envergonhada (Valença, 1852);
    • Compendio de hygiene popular – tradução livre do texto de D. FranciscoTamires Vaz, (Elvas, 1860);
    • Victimas de uma paixão (Lisboa, 1863);
    • Memorias dos festejos realizados em Macau no fausto nascimento de S. A. o sr. D. Carlos Fernando (Macau, 1864);
    • Compendio de ortographia (Macau, 1864).

Tem outros dois poemas publicados no Boletim do Governo de Macau: “Elegia á prematura morte da Exma. Sra. D. Camilla de Mello…” e “Nenia á infausta e sentida morte do Illmo. Sr. José Bernardo Goularte…”.(3)
NOTA: (mandarim pinyin: mié zi; cantonense jyutping: me1 zi2) é um termo cantonense que significa “levar o filho às costas”
A faixa quadrada de pano com que as mulheres chinesas levam os bebés às costas, denomina-se “mé tái” ( mandarim pinyin: mié dài; cantonense jyutping; me1 daai2)

(1) SAMPAIO, Manuel de Castro – Os Chins de Macau. Hong Kong, Typographia de Noronha e filhos, 1867, 149 p.; 20 cm
(2) No 1.º «Ta-Ssi-Yang-Kuo», editado em Macau, de Manuel de Castro Sampaio temos duas quadras sem título, a “Poesia aos annos da Exma. Sra. Guilhermina da Rocha Assumpção”, uma “Elegia”, um “Epicedio á prematura morte do Illmo. Sr. Major José Roberto” e os versos “Uma lagrima”.(3)
(3) GARMES, Hélder – A Cultura Sino-Portuguesa no Século XIX e   o Ta-Ssi-Yang- Kuo  in http://www.fflch.usp.br/dlcv/posgraduacao/ecl/pdf/via06/via06_06.pdf
Foto retirada de “Nam Vam”  n.º 5, 1984