Archives for posts with tag: Ma Man Kei

Programa / Catálogo com 12 folhas (5 folhas – 9 páginas em português, 5 folhas – 9 páginas em chinês e 2 folhas com anúncios em chinês), agrafadas, da “SEMANA DE CULTURA CHINESA”, realizada de 30 de Setembro a 8 de Outubro de 1985, e editada pelo Instituto Cultural, com a colaboração do sector publicitário e cultural da Firma Nam Kwong, Livraria Seng Kwong, Ma Man Kei, Chui Tak Kei e “Southern Film Co.”

CAPA: 25 cm x 24,2 cm

No dia 30 de Setembro foi a inauguração no Teatro Alegria, pelas 20.00 horas, com a apresentação do Grupo de Música e Dança de Cantão que actuaram também nesse teatro, com o mesmo programa, nos dias 1 e 2 de Outubro de 1985.

“A Semana de Macau” decorreu de 7 a 15 de Junho de 1984, no Palácio de Cristal, na cidade do Porto (Portugal). Na sessão inaugural estiveram presentes o Governador de Macau Almeida e Costa, o embaixador da China em Lisboa, Lu Jixin, o Secretário-Adjunto para a Coordenação Económica de Macau e uma delegação de cerca quarenta empresários e industriais entre estes, Ma Man Kei, Victor Nang e Dias Ferreira.

O empresário Ma Man Kei explicando a maqueta de Macau ao embaixador chinês Lu Jixim, na presença do governador Almeida e Costa e convidados

Os principais responsáveis da banca portuguesa e os empresários nortenhos, ficaram a conhecer não só alguns dos principais produtos que se fabricam em Macau como tiveram oportunidade de se informar sobre o desenvolvimento do sistema financeiro de Macau e das oportunidades que a banca portuguesa e outras instituições financeiras portuguesas tiveram em ligação ao centro financeiro do extremo-Oriente.
A Semana de Macau decorreu segundo três componentes principais:
O Seminário sobre centros financeiros do Sueste Asiático, organizado pelo Instituto Emissor de Macau, realizado no Palácio da Bolsa e que incluiu uma sessão sobre economia do país, com a participação dos membros do Governo português, do Banco de Portugal e do Secretário das Finanças do Governo Regional dos Açores. A audiência era constituída por especialistas dos diferentes tipos de instituições portuguesas.

Aspecto da assitência no acto inaugural, tendo em primeiro plano o comendador Dias Ferreira (um dos empresários da missão que mais investimentos concretizou durante esta deslocação)No dia da inauguração, o Governador Almeida e Costa visitou a EXPOMACAU

A EXPOMACAU que decorreu no Palácio de Cristal, no Porto constituída por várias componentes, nomeadamente, uma exposição do património cultural, organizada pelo Instituto Cultural de Macau, uma exposição de selos de Macau, uma mostra sobre o sistema financeiro, da responsabilidade do Instituto Emissor de Macau, e ainda uma exposição da Direcção dos Serviços de Turismo que incluía uma exposição de fotografias sobre Macau. A EXPOMACAU foi visitada por dezenas de milhares de pessoas.Uma missão empresarial de Macau organizada pelo Governo de Macau, cujos elementos visitaram empresas portuguesas dos mais variados sectores: têxteis e confecções, vinhos, electrónica, construção civil, cerâmica, cortiças, curtumes, plásticos, brinquedos e embalagens metálicas. Visitaram ainda o Parque Industrial de Braga.
Informações recolhidas dum artigo não assinado e fotos de Manuel Cardoso publicado na revista «Nam Van», n.º 3 de 1 de Agosto de 1984, pp. 40-44.

Panfleto de papel (39 cm x 21 cm) dobrável em três partes (13 cm x 21 cm) com instruções «COMO VOTAR» para as Eleições da Assembleia Legislativa de Macau de 1988 e impresso nos dois lados, em português e inglês.

Elaborado pela “Comissão Eleitoral Territorial” e “Composto e impresso na Imprensa Oficial de Macau
Nas eleições legislativas de 1988 (quarta legislatura) para as eleições por sufrágio directo (B.O. suplemento ao n.º 42 de 18-10-1988) participaram 20049 votantes (num total de 67604 eleitores recenseados; abstenção 70,29 %), dos quais 418 votaram em branco e 1150 foram declarados nulos.
A lista D (Associação Amizade Alexandre Ho) venceu estas eleições com 8246 (41,12%), conseguindo 3 deputados (Alexandre Ho, Leong Kam Chun e Wong Cheong Nam ou Wong Chan Nan); enquanto que a lista B (União Eleitoral), liderada mais uma vez por Carlos d’Assumpção, conseguiu 6298 votos (31,41%) e 3 deputados (Carlos d’Assumpção, Lao Kuoung Po e Leonel Alberto Alves).
Mesmo assim, Carlos d’Assumpção continuou no seu cargo de presidente da AL. Nesta legislatura, os deputados por sufrágio directo passaram a ser, pela primeira vez, maioritariamente pessoas de etnia chinesa, revelando assim a crescente participação dos chineses na vida política local.
Os deputados eleitos por sufrágio indirecto, em listas únicas, foram Ma Man Kei, Lau Cheok Vá, Pedro Segundo Pan San Macias aliás Peter Pan, Victor Ng e Susana Chou (representantes de ordem económica, num total de 59 associações e organismos inscritos); e Edmund Ho Hau-wah (representante dos interesses de ordem moral, cultural e assistencial, num total de 87 associações e organismos inscritos). Os deputados nomeados pelo Governador Carlos Melancia (1987-1991) foram Ana Maria Fortuna de Siqueira Basto Perez, Anabela Fátima Xavier Sales Ritchie, Joaquim Jorge Perestrelo Neto Valente, Philip Xavier e Rui António Craveiro Afonso. (1)
(1) https://pt.wikipedia.org/wiki/Assembleia_Legislativa_de_Macau