Archives for posts with tag: Hotel Estoril

Continuação da publicação dos postais constantes da Colecção intitulada “澳門老照片 / Fotografias Antigas de Macau / Old Photographs of Macao”, emitida em Setembro de 2009 pelo Instituto Cultural do Governo da R. A. E. de Macau/Museu de Macau (1)

Coreto da Avenida Vasco da Gama

Contíguo a este largo (onde está o monumento a Vasco da Gama, planeado para ser levantado em 1898, mas só inaugurado a 31 de Janeiro de 1911) e do lado da estrada da Victoria procede-se actualmente à construção d´um coreto para música, ao centro d´um pequeno jardim, sendo este jardim fechado por duas rampas circulares d´acesso da Avenida para a estrada da Victoria que devem produzir um lindo efeito.” (artigo do engenheiro Augusto César d´ Abreu Nunes (2) , em 1898, publicado no “Jornal Único”) (3)
Os actuais Jardim da Vitória e Jardim de Vasco da Gama, são o que resta da antiga Avenida Vasco da Gama, aberta em 1898, por ocasião do IV Centenário do Descobrimento do Caminho Marítimo para a Índia.
Essa avenida, que com mais propriedade, se deveria chamar alameda ou mesmo pequeno parque, tinha 500 metros de comprimento e 65 de largura. Progressivamente, a partir de 1935, foi retalhada para receber equipamentos urbanos como o campo desportivo do Tap Seac, as escolas primária oficial Pedro Nolasco da Silva e Luso-chinesa Sir Robert Ho Tung, uma piscina municipal e mais tarde, uma unidade hoteleira (Hotel Estoril)” (4)
Ao longo da Avenida corriam dois parques de árvores de S. José (Ficus chloro-carpas) que lhe davam um aspecto bucólico de frescura campestre… (… ) Do lado N. a Avenida terminava pelo Jardim da Vitória , que era de forma circular com 58 m de diâmetro, sendo torneado pela rua central da Avenida. (5)
(1) Ver anteriores referências em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/category/postais/
(2) A avenida Vasco da Gama foi projectada pelo engenheiro Augusto César d´Abreu Nunes.
(3) O “Jornal Único” publicou-se, num único número, no dia 20 de Maio de 1898,
com óptima apresentação e interessante colaboração, em comemoração do 4. º Centenário do Descobrimento do Caminho Marítimo para a Índia (GOMES, Luís G. – Efemérides da História de Macau, 1954)
(4) ESTÁCIO, António J. E.; SARAIVA, António M. P. – Jardins e Parques de Macau. Instituto Português do Oriente, 1993, p. 36.
(5) TEIXEIRA, P. Manuel – Toponímia de Macau, Vol. I, 1999, pp. 228.

Extraído de «BGU»  XLV – 525,  1969.
O Dr. Diamantino de Oliveira Ferreira era o conservador da Conservatória dos Registos que abrangia o Registo Predial, Comercial e de Automóveis. Nesse ano, o Dr. Oliveira Ferreira era também conservador, substituto, em exercício do Conservatória do Registo Civil (ausente o conservador Dr. Manuel Luís Sousa Alves. (Anuário de Macau, 1969)
A criação da Conservatória dos Registos de Macau é de 1869 sendo seu 1.º Conservador Afonso Pinto de Mesquita Carvalho Magalhães de Carvalhosa (BBS – Cronologia da História de Macau, Vol.3)

A propósito da comemoração da inauguração do Casino Hotel Lisboa, fez ontem ( dia 3 de Fevereiro) 48 anos, publico mais  dois “slides” digitalizados da colecção  “MACAU COLOR SLIDES  – KODAK EASTMAN COLOR)”comprados já no final da década de 60 ou princípio de 70 (século XX), se não me engano , na Foto PRINCESA (1).
O primeiro “slide” é referente ao então novo coqueluche CASINO HOTEL LISBOA, a primeira grande unidade hoteleira dos tempos modernos em Macau.
Construção iniciada em 1964 (1.ª fase do Hotel Lisboa), abre ao público em 1970 (mantendo contudo ao longo dos anos sempre em obras de ampliação e remodelação de espaços) com hotel, casino, vários restaurantes europeus e orientais, clubes nocturnos, lojas, piscinas e outras facilidades. (2) Propriedade da Sociedade de Turismo e Diversões de Macau (S.T.D.M.), inauguração do Hotel Casino Lisboa foi a 3 de Fevereiro de 1970 e o Casino Lisboa situado na cave do edifício foi inaugurado em Junho de 1970. (3)
O 2.º “slide “  é do casino “MACAU PALACE CASINO” (1 e 2.º andar) e Restaurante “MACAU PALACE” (“rés do chão”) mais conhecidos como o Casino/Restaurante Flutuante, que começaram a funcionar no ano de 1962, no Porto Interior, num “junco adaptado”, atracado à Ponte Cais n.º 12/B. Foi o 1.º casino da era “STDM”, embora o considerado 1.º casino “terrestre” – o novo Hotel Estoril (3) – tivesse sido só inaugurado a 15 de Novembro de 1963 (4)
(1) Ver anteriores slides desta colecção em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/category/artes/
(2) “06-02-1970 – Grande inauguração dos pisos 7.º e 8.º do novo Hotel Casino Lisboa ; é também aberto ao público o restaurante português «Portas do Sol», e um centro de «bowling». O grande mural com caravelas, patente no átrio da entrada do Hotel Lisboa, é da autoria do artista mexicano, residente em Hong Kong, Francisco Barbosa.” (SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia, Volume 5, 1998)
(3) “Junho de 1970 – Inaugurado, no novo Hotel Casino Lisboa, o casino Lisboa, situado na cave do edifício. Ao mesmo tempo é encerrado o casino da Rua Cinco de Outubro (SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia, Volume 5, 1998)
Ver mais informações em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/hotel-lisboa/
(4) Mais informações em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/casino-flutuante-macau-palace/

Do panfleto turístico “Macau, Garden City ity of the Orient” (1) , retirei estes três anúncios de 1966 referentes aos hotéis mais modernos (na altura), com os comentários do autor do guia.


HOTEL MATSUYA – Brand spanking new, 1965. Terrace and rooms overlook the Outer Harbour and Pearl River”
HOTEL ESTORIL -Another 1965 model . Night club up-stairs, casino down. Take the lift (of course)”
HOTEL CARAVELA – 1965 model. Superb Outlook. Garden lounge. Picturesque
Anteriores referências a estes hotéis em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/hotel-matsuya/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/hotel-estoril/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/hotel-caravela/
(1)  https://nenotavaiconta.wordpress.com/2017/07/24/guia-turistico-macau-garden-city-of-the-orient-1966/

A fim de participarem num festival de beneficência que se realizou na Piscina Municipal visitaram Macau, no dia 19 de Junho de 1954, as dez finalistas do concurso «Miss Hong Kong 1954» O organizador do festival, Sr. Hó Yin ofereceu às visitantes um jantar à chinesa. (1)

Na foto, sentado no meio entre as seis beldades, o Sr. Hó Yin. A segunda, sentada, a contar da esquerda – Miss Virgínia June Lee, (2) foi eleita «Miss Hong Kong», nesse ano.

(1) M. B. l. I-22 ,1954.
(2) Virgínia June Lee ou Virginia Lee Wai-Chun, ficou depois classificada em terceiro lugar entre 33 candidatas, no concurso «Miss Universo 1954», realizado no dia 24 de Julho em Long Beach, Califórnia (Estados Unidos). Miriam Stevenson, dos EUA, foi a vencedora.(3)

Virginia June Lee, Martha Rocha, M Iriam Stevenson, Regina Ernst e Ragnhild Olausson http://www.fernandomachado.blog.br/novo/?p=156045

https://pt.wikipedia.org/wiki/Miss_Universo_1954

(3) Ver anterior postagem “Folheto de Cinema 22 de Julho de 1955 Eleição de “Miss” Universo para 1955» em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2016/07/22/noticia-de-22-de-julho-de-1955-folheto-de-cinema-teatro-capitol-xxiii/

Um anúncio do Restaurante europeu e chinês, Bar e Salão de Dança “Piscina Municipal” na imprensa local de 1952
O complexo “Piscina Municipal” “… foi construída na antiga Alameda Vasco da Gama, a qual confina pelo lado da entrada principal com a Avenida Vasco da Gama e por detrás das bancadas com a Estrada da Vitória. Um conjunto de edificações modernas são destinadas à tribuna e bancada para espectadores, vestiários, chuveiros e instalações sanitárias as quais ocupam duas frentes. Na entrada principal há dois amplos salões destinados a restaurante e bar, e do lado esquerdo da bancada a casa das máquinas e a piscina para crianças com areal anexo. No centro fica a piscina grande que tem 50 metros de comprimento por 25 de largura, com pranchas e torres para saltos.” (BARROTE, David (coordenação) – A Visita do Ministro de Ultramar a Macau em Junho de 1952. Edição da Repartição Central dos Serviços Económicos, Secção de Propaganda, 1952,328 p.) . O edifício onde estava situado o restaurante/bar e o salão de dança foi demolido para se fazer o Hotel Estoril.

Anteriores referências ao complexo “Piscina Municipal” em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/piscina-municipal/

Continuação da leitura do guia turístico do Departamento de Informação e Turismo, editado em inglês. (1)

The Garden City of the Orient - DESENHO 3

“WHERE TO DINE:
Portuguese food, wine, and barndy are worthy of the gourmet´s attention in Macau. Lunch on a good restaurant will cost you as little as M$6 (US $1.03), dinners about M$9 (US $1.60).
The Pousada de Macau – This is one of Macau´s best restaurants. Its specialities are Angelo´s African Chicken (half of barbecued chicken served with a sauce made of 52 ingredients), roast pigeon a la Portugaise, baked chicken soup, and apple fritters. There is an excellent of fine vintage wines.
Estoril Hotel where you can have, among other dishes, Portuguese chicken and rice.
Jimmy´s Kitchen features chicken-in-the-basket.
Esplanada (Waltzing Matilda) specializes in Fillet steak
Solmar among others, serves Portuguese-style sea food and steak.
Fat Siu Lau, features roast pigeon, salt cod, and Portuguese dishes;
Villa Tai Yip serves Portuguese, Chinese, or Europen dishes.
Long Kei, Oriental, Grand Shanghai, Macau Palace and Café de Chine are among the best restaurants that serve Chinese food.”
 
Dos mencionados somente restam “O Solmar” e o “Fat Siu Lau”.

(1)   Macau – The Garden City of the Orient -. Information and Tourism Department, s/ data, 30 p., 19 cm x 12,7 cm.
Ver anteriores:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/10/23/guia-turistico-macau-the-garden-city-of-the-orient-i/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/10/24/guia-turistico-macau-the-garden-city-of-the-orient-ii-mapa-turistico/
http://nenotavaiconta.wordpress.cm/2013/10/27/guia-turistico-macau-the-garden-city-of-the-orient-iii-how-long-to-stay/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/10/28/guia-turistico-macau-the-garden-city-of-the-orient-iv-how-to-get-here/

Casino Flutuante IO casino “MACAU PALACE CASINO” (1 e 2.º andar) e Restaurante “MACAU PALACE” (“rés do chão”) mais conhecidos como o Casino/Restaurante  Flutuante, começaram a funcionar no ano de 1962, no Porto Interior, num “junco adaptado”, atracado à Ponte Cais n.º 12/B, e propriedade da  Sociedade de Turismo e Diversões de Macau (S. T. D. M.) (1). Foi o 1.º casino da era “STDM”, embora o considerado 1.º casino “terrestre” – o novo Hotel Estoril (2) – tivesse sido só inaugurado a 15 de Novembro de 1963. (1)
Por apresentar degradação das suas estruturas, foi renovado, entrando de novo em funcionamento em 1996. Em 23/07/2006 foi aumentado e transferido para o Porto Exterior, onde ficou fundeado junto ao então Terminal Marítimo do Porto Exterior, mantendo o «Casino Macau Palace» e o «Restaurante de Comidas Palácio». Mas em Outubro de 2007 deixou de funcionar e foi levado para zona Fai Chi Kei.(3)

 

Porto Interior 1970POSTAL de 1970 – “View of the Inner Harbour and the Floating Casino”

Macau Palce Casino

As duas caixas de fósforos que apresento publicitam o Casino Flutuante e o Hotel Lisboa (portanto são do princípio da década de 70) (4) e tem as seguintes dimensões: 5,5 cm x 3,5 cm x 1 cm.
Ambas as caixas, num dos lados, apresentam a fotografia do casino/restaurante flutuante mas têm inscrições diferentes: um, “MACAU PALACE CASINO“, o outro “MACAU PALACE CASINO TEL 5166 
Macau Palace Casino IIMacau Palace Casino IIIDo lado oposto, ambas as caixas com a mesma fotografia do Hotel Lisboa mas aí, também com inscrições diferentes:
Um (anterior) “LISBOA CASINO MACAU TEL 5111
Macau Palace Casino IVMacau Palace Casino V

O outro : “ NEW CASINO DE MACAU” (4)  Macau Palace Casino VINa “lombada” , também apresentam indicações diferentes:

Porto Interior 1960O Porto Interior na década de 60 com o Casino Flutuante e o barco da carreira marítima Macau- Hong Kong

Macau Palace Restaurante Anúncio de 1966 – Restaurante Flutuante “MACAU PALACE” de Comida Chinesa

 (1) “1962 – A STDM adapta para fins de ««Casino Flutuante» um barco típico – junco -que fica conhecido pela sua situação pitoresca, atracado no Porto Interior, e que servirá para algumas das filmagens da série James Bond – «Man with a golden gun». Este casino  deu origem ao «Macau Palace»”
“15-XI-1963 – Abertura de novo Hotel Estoril, estabelecido junto à Piscina Municipal, também ela remodelada. A  nova unidade pferece as suas instalações, que contam com um Casino, considerado o primeiro da cidade, já que o anterior é apenas um Casino Flutuante”
SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau Século XX, Volume 5. Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, Macau, 1998, 320 p. (ISBN 972-8091-64-8)
(2) Sobre o Hotel Estoril, ver anterior:
            https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/hotel-estoril/
(3) Em Junho de 2007, era noticiado que o histórico casino flutuante iria ser remodelado, reconvertido a partir de Agosto num centro de “slot machines” e passaria a chamar-se “Paradise Casino” . No entanto o projecto de remodelação não foi concretizado e desde Outubro desse ano, o “barco”  encontra-se na zona do Fai-Chi-Kei para onde foi rebocado, em estado de degradação, aguardando uma solução. No ano passado, 2012, Ângela Leong (Angela Leong On Kei 梁安琪, 4.ª esposa de Stanley Ho) deputada e administradora delegada da Sociedade de Jogos de Macau (SJM), lançou a ideia de transformar o antigo casino flutuante MACAU PALACE CASINO num museu salientando o seu valor histórico. (Jornal Tribuna de Macau, 2 de Agosto de 2012, p. 8)
(4) O Hotel Casino Lisboa foi inaugurado a 3 de Fevereiro de 1970

O Hotel Estoril ficava na Avenida Sidónio Pais (o edifício continua no sítio, abandonado) (1), junto à Piscina Municipal (com a construção do Hotel, a piscina também foi remodelada) (2). Era um Hotel de 1.º Classe e contava com um Casino considerado o primeiro da cidade, da era STDM, já que o anterior  era o  Casino Flutuante (adaptação de um junco, atracado no Porto Interior). A abertura foi a 15 Novembro de 1963 (3)
O alvorecer  do Ano Novo Lunar no dia 5 de Fevereiro de 1970 foi já brindado no novo Hotel Lisboa  e não no Hotel Estoril como era habitual até esse ano. (3). Tinha um restaurante considerada de luxo onde se organizavam as festas e os casamentos  (4). Tinha sempre uma banda musical permanente (5).
O Casino do Hotel Estoril fechou em 1975 com a abertura do Casino da Pelota Basca.
PREÇÁRIO DO HOTEL ESTORIL em 1966 (6)
16 quartos duplos
21 quartos singulares
Preços: Duplos: $ 50,00 a $ 75,00
Singulares: $ 45,00
PREÇÁRIO DO HOTEL ESTORIL em 1981 (7)
Cable: ESTORIL
Telephone: 72081
General Manager: Winnie Lam
Total Rooms: 89
Rates: Singles 70 – 110 patacas
Doubles  140 – 170 patacas
Suites  220 patacas
Credit Cards: American Express, Diners Club, Overseas Trust and Visa
Agent Commissions: 10% (on weekdays only)
Facilities, Services: laundry, Restaurant, Sauna Bath, Children Playground and Olympic size swimming Pool

Foto retirada de MACAU pequena monografia (8)

Anúncio de 1966

Fotografia tirada em Março de 2012 – o estado em que se encontra o edifício

 

Fotografia tirado em Março de 2012 – ainda se mantém a indicação de Hotel com duas estrelas, numa das colunas da entrada para o Hotel.

(1) Ver artigo “Hotel mistério” do jornal hojemacau
http://hojemacau.com.mo/?p=17380
(2) Ver post anterior INAUGURAÇÃO DA PISCINA MUNICIPAL
           https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/piscina-municipal/
(3) SILVA, Beatriz Bastos da – Cronologia da História de Macau Século XX, Volume 5. Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, Macau, 1998, 320 p. ISBN -972-8091-64-8
(4) Ver “Hotel Estoril, saudades dos anos 60” do
http://cronicasmacaenses.com/tag/hotel-estoril-de-macau/
http://cronicasmacaenses.com/2011/04/20/hotel-estoril-saudades-dos-anos-60/
(5) Armando Santos refere que após o termo do contracto no Hotel Sintra (onde actuou durante 9 meses nos teclados e também como vocalista no conjunto “New Flipsiders” quando ocorreu a inauguração do Hotel Sintra) juntou-se ao conjunto “Os Macaenses” e actuou no Hotel Estoril durante seis meses.
         http://rpdluz.tripod.com/projectomemoriamacaense/armando-santos.html
(6) Anuário de Macau, Ano de 1966. Centro de Informação e Turismo 316 p + |14|
(7) MACAU travel trade handbook. Department of Tourism and Information Government of Macau, 1981, 75 p.
(8) MACAU pequena monografia. Agência Geral do Ultramar, 1965, 71 p. , 22 cm x 16,5 cm.
Ver meu anterior post: LEITURA – MACAU PEQUENA MONOGRAFIA
          https://nenotavaiconta.wordpress.com/2011/12/30/livro-macau-pequena-monografia/