Archives for posts with tag: Fotografias

Em 1934, o Comissário da Polícia de Macau era o Administrador do Concelho, Capitão de Artilharia Alexandre dos Santos Majer que esteve no cargo de 1-03-1931 a 22-01-1937.

O comandante da Polícia de Segurança, em 1934, era o Tenente de Infantaria Rodrigo Brandão Guedes Pinto.
Em 1937, por razões de sobrecarga de trabalho do administrador e comissário da polícia, foi publicado em Boletim Oficial n.º 29 de 7 de Julho de 1937, a portaria n.º 533 que determinava sobre o cargo de Comandante da Polícia de Segurança Pública de Macau era independente e distinto do de Administrador do Concelho de Macau, e que o Comandante da Polícia seria um capitão ou tenente do exército metropolitano com o curso da arma, e dependente da Repartição Central dos Serviços de Administração Civil da Colónia; bem como também determinava sobre a constituição do quadro de pessoal da PSP, que passou para um efectivo de 631 homens.
A partir de 1937, Comandante do Corpo de Polícia de Segurança de Macau foi o Capitão de Artilharia Carlos de Sousa Gorgulho. (de 5-03-1937 a 31-07-1939)
http://www.fsm.gov.mo/psp/por/psp_org_2.html  
Sobre este comandante da P.S.P. ver anterior referência em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/05/19/cotisacao-para-o-asilo-de-mendicidade/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/05/19/cotisacao-para-o-asilo-de-mendicidade/

Duas fotos de Macau, com legendas, publicadas na imprensa estrangeira em 1935.

Embarcações de Pesca no Porto Interior
Macau – Casa Chinesa, iluminada em dia de procissão.
Infelizmente, dado ter sido tirada à noite, a foto não é bem perceptível,.

Continuação da publicação dos postais constantes da Colecção intitulada “澳門老照片 / Fotografias Antigas de Macau / Old Photographs of Macao”, emitida em Setembro de 2009 pelo Instituto Cultural do Governo da R. A. E. de Macau/Museu de Macau (1)

Portal da Igreja de S. José
Aguarela em papel (sem data; 1833-38)
George Chinnery

(1) Ver anteriores referências em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/category/postais/  
Sobre o Seminário de S. José ver:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/seminario-de-s-jose/ 

Passeio à chuva em Coloane

Passeio longamente na colina verde e nas praias de areia
As cortinas de chuva abrem-se e fecham-se de vez em quando
Para apreciar as nuvens brancas refletidas no espelho da água
Desafio a chuva e o vento a atravessar o rio.

 Versos de Liang Beiyun (1907 – 2001) de 1968
Tradução de Wei Ling / Luís Rebelo in (1)

Praia de Hac Sá – Coloane em finais da década de 80 (século XX)

(1) ABREU, António Graça de; JOSÉ, Carlos Morais (coordenadores) – Quinhentos Poemas Chineses. Nova Veja, 2014, 390 p.
Ver anterior referência a este poeta:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/liang-beiyun-
E6%A2%81%E5%8C%97%E4%BA%91/

Vista aérea da cidade de Macau desde a Praia Grande até ao Porto Interior vendo-se ao centro a Avenida Almeida Ribeiro.

Fotografia publicada no número do «Boletim da Sociedade Luso-Africana do Rio Janeiro» de 1935, dedicado à  promoção da “Mostra de Turismo” realizado no Rio de Janeiro em 20 de Abril de 1935. (1)
(1) Do diário “Correio da Manhã” do Rio de Janeiro de 21 de Abril de 1935

Fotografais de Macau publicadas no Boletim da «S. L. A. do Rio de Janeiro», em 1935  e 1936.

Continuação da publicação dos postais constantes da Colecção intitulada “澳門老照片 / Fotografias Antigas de Macau / Old Photographs of Macao”, emitida em Setembro de 2009 pelo Instituto Cultural do Governo da R. A. E. de Macau/Museu de Macau (1)

Aspecto do Porto Interior na década de 10 do século XX, (2) – uma ponte-cais de passageiros, muito possivelmente da empresa “The Hong Kong, Canton and Macao Steamboat Company, Ld.” (agente em Macau: A. A. de Mello – Praça Lobo de Ávila (Praia Grande) n.ºs 22-24.
Reparar nos anúncios (lado esquerdo da foto) aos hotéis: “THE MACAO HOTEL” – situated in the centre of praya grande facing the sea”,(3), “ORIENTAL HOTEL” (4) e “HOTEL DE BOA VISTA” (5) e ao cinema: “ VICTÓRIA CINEMATÓGRAFO”. (2)
(1) Ver anterior referência em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/category/postais/
(2) Pelo anúncio afixado na fotografia: “VICTORIA CINEMATOGRAFO”, a foto deverá ter sido tirada após 08-01-1910, dia da inauguração desse cinematógrafo (o primeiro em Macau), situado na Calçada Oriental (hoje, Calçada do Tronco Velho)
Ver em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2011/12/28/cinemas-de-macau-i/
(3) Proprietário W.M. Farmer (Rua da Praia Grande n. º 65). Também proprietário do “Victoria Hotel” (em Cantão) e agente em Macau de casas comerciais de Cantão e Hong Kong.

Anúncio de 1912

Ver anterior referência em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2017/12/06/leitura-macau-ha-cem-anos-a-chegada-iii/
(4) O “Oriental Hotel” ficava na Rua da Praia Grande. Em 1912 era gerido por M. A. Conceição
東方酒店 mandarim pīnyīn: dōng fāng jiǔ diàn; cantonense jyutping:  dung1 fong1 zau2 dim3
(5)  Hotel de Boa Vista – 海鏡酒店 (“Hou Kiang Tsau Tim” ) , propriedade da Santa Casa da Misericórdia, estava alugada a A. A. Vernon. O Gerente era A. Naris.
Publicitado como “The Sanitarium of South China” na Rua do Tanque do Mainato n.º 1.
Ver anterior referência em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2017/04/24/anuncio-de-1904-boa-vista-hotel-sanitarium-of-south-china-macao/
海鏡酒店 mandarim pīnyīn: jiǔ jìng diàn hǎi ; cantonense jyutping: hoi2  geng3 zau2 dim3