Archives for posts with tag: Estação de Radiodifusão (CTT)

Continuação da leitura o número especial dedicado ao ultramar português do “Diário Popular” em 1961 (1), (2) nomeadamente nos artigos com referência mais específica a Macau que estão nas páginas 5 a 21 da sessão “Índia, Macau e Timor “ (total 4 páginas).

Páginas 10-11 (IMT): “A assistência pública está a realizar uma obra de largo alcance social e profunda repercussão política dentro do espírito cristão.

Página 12 (IMT): “O Progresso dos C.T.T.  demonstra que a Administração Portuguesa no Extremo-Oriente é inspirada por um superior critério. Um serviço de notável eficiência e uma organização de técnica modelar”.

Página 15 (IMT): “A Polícia de Segurança Pública é uma corporação modelar com alto grau de eficiência técnica.” (continuação do mesmo artigo da página 9)

As dedicadas e importantes funções da Polícia Política

(1) Ver anteriores referências em https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/diario-popular/

(2) http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/RaridadesBibliograficas/DiarioPopularDedicadoaoUltramarPortugues/DiarioPopularDedicadoaoUltramarPortugues_master/DiarioPopular_dedicadoaoUltramar.pdf

Envelope simples de 17 cm x 10 cm, com carimbo comemorativo do “DIA DO SELO” (1) (canto inferior esquerdo) emitido pelos “Correios, Telégrafos e Telefones” / C. T. T.”, (2) em 1 de Dezembro de 1974. No canto superior direito, sobre o selo de 50 avos com a figura do Bispo D. Belchior Carneiro emitido no “IV Centenário da Santa Casa da Misericórdia 1569-1969” (3)

ENVELOPE – verso

(1) Em Portugal, o primeiro “Dia do Selo” comemorou-se a 17 de Janeiro de 1955, no ano seguinte ao da fundação da Federação Portuguesa de Filatelia. Desde 1957, o “Dia do Selo” é comemorado em Portugal, a 1 de dezembro apesar de, em alguns anos, ter sido assinalados noutras datas.

(2) Ver anteriores referências em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/correios-de-macau-c-t-t/

(3) Emitido em 16 de Outubro de 1969: 1.º Dia de circulação do selo comemorativo do IV Centenário da Fundação da Santa Casa da Misericórdia de Macau 1569-1969, com carimbo e envelope comemorativo. Ver: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2014/10/16/noticia-de-16-de-outubro-de-1969-1-o-dia-de-circulacao-iv-centenario-da-fundacao-da-santa-casa-da-misericordi-a-de-macau/

No dia 22 de Agosto de 1984, os «Correios e Telecomunicações de Macau / CTT MACAU» emitiram e puseram em circulação os primeiros selos postais alusivos ao tema “Meios de Transportes”, com a emissão de “Barcos de Pesca”, 1984. (1) Posteriormente com o mesma tema, foram emitidos em emissão anual, nos cinco anos seguintes, terminando em 1989 com os  “Hidroaviões” (já publicados em anteriores postagens) (2)

Os quatros selos desta emissão são nos valores de 20 avos (HOK LOU T´ENG); 60 avos (TAI TÓNG); 2 patacas (TAI MEI CHAI);  e 5 patacas (CH´AT PONG T´Ó). Os desenhos são de Ng Wai Kin

Os selos apresentam o logotipo da exibição mundial filatélica que decorreu em Seul (Coreia do Sul) de 22 a 31 de Outubro de 1984 (“Phila Korea 1984 World Philatelic Exhibition, Seoul”, com o patrocínio da FIP  – Fédération Internationale de Philatélie

HOK LOU T´ENG

TAI TÓNG ou Tai-Tó – Uma das maiores embarcações de pesca com cerca de 60 e 70 Côvados de comprido, 17 de largo, 9 de pontal e 5 a 6 de calado, de proa direita, popa redonda com castelos floreados e de 2 mastros. Pesca em parelha, deitando a rede de manhã e só a levantando ao escurecer. Pesca no lato em 40, 50 e mais braças de fundo, correndo todo o Sul do mar da China. (3).

TAI MEI CHAI – Proa afilada e popa de painel com dois mastros. Pesca à linha, pescando em parelha. (3)

CH´AT P´ONG T´Ó – (Arrastão grande de Oceano) – Pesca no alto como o «Tai-T´ó cujas dimensões, mesmo excede. Cerca de 70 côvados de comprido, 16 de boca, 8 de pontal e 5 a 6 de calado. A proa é direita e a popa de painel ou redonda, com 3 mastros bastante espaçados e divergentes, destacando-se pela elevação e do tambadilho e por ter a quase todo o comprimento a mesma boca. O corte do pano é também diferente com a valuma muito mais arqueada. São barcos delgados de formas e que correm muito bem. (3)

 (1) Portaria n.º 148/84/M: Emite e põe em circulação neste território selos postais alusivos a “Meios de Transporte – Barcos de Pesca” (emissão extraordinária).  

(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/08/28/noticia-de-28-de-agosto-de-1986-filatelia-1-o-dia-de-circulacao-meios-de-transporte-barcos-de-passageiros/ https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/10/09/noticia-de-9-de-outubro-de-1989-1-o-dia-de-circulacao-meios-de-transpor-tes-tradiconais-hidroavioes-ii/   https://nenotavaiconta.wordpress.com/2016/10/09/noticia-de-9-de-outubro-de-1989-1-o-dia-de-circulacao-meios-de-transpor-tes-tradiconais-hidroavioes/ https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/07/15/noticia-de-15-de-julho-de-1988-filatelia-meios-de-transportes-tradicionais-2o-grupo/

(3) CARMONA. Artur Leonel Barbosa – Lorchas, Juncos e outros barcos usados no Sul da China, 1985. 77 p. (in pp. 15-18)

Artigo do jornal “ A Voz de Macau” republicado no «Boletim Geral das Colónias», de Novembro de 1936, (1)
(1) Extraído de «Boletim Geral das Colónias» Ano XII, Novembro de 1936, n.º 137

Artigo publicado na “Voz De Macau”, de 1936 e republicado no “Boletim Geral das Colónias”, Ano XII, Novembro de 1936, n.º 137,   pp.127-129.