Archives for posts with tag: Década de 80 (séc. XX)

Caixa de fósforos do “Night Club King-Do”, da década de 80-90 (século XX), situado no 10.º andar do Edifício do Banco Wing Hang, na Avenida de Almeida Ribeiro. Tel: 76878

Fundo cor azulada; desenho do logo, e letras em branco
Dimensões: 5,6cm x 3,5 cm x 0,7cm
澳門京都夜總會 (1) Verso: fundo cor azulada; desenho do logo, e caracteres chineses em branco
Fósforos de cabeça vermelha

(1) 澳門京都夜總會 – mandarin pīnyīn: ào mén jīng dū yè zǒng huì; cantonense jyutping: ou3 mun4 ging1 dou1 je6 zung2 wui2

Caixa de fósforos do “Night Club TONNOCHY”, (1) muito popular na década de 80 (século XX), situado no Edifício Comercial “Si Toi”, 7.º e 8.º andares na Rua da Praia Grande n.º 73-75.

Dimensões: 5,5cm x 3,5 cm x 0,9cm

Fundo cor preta; design do logo, roxo e dourado

Verso – endereço, dourado
Fósforos de cabeça vermelha

(1) Havia um célebre “Tonnochy Ballroom” em Hong Kong , na Rua Tonnochy n.º 6 desde 1950. O prédio antigo já foi demolido. Ver informações em: https://gwulo.com/node/37563#8/22.563/113.942/Map_by_ESRI-Markers/100

Duas caixas de fósforos do restaurante “Pizza Hut”, o primeiro em Macau? que existia na década de 80/90 do século XX, se não me engano, numa das portas laterais do Hotel Lisboa (Avenida de Lopo Sarmento de Carvalho ?)

Dimensões: 5,5 cm x 3,5 cm x 1 cm

Fósforos: cabeça vermelho

必勝客 mandarim pīnyīn: bì shèng kè; cantonense jyutping: bit1 sing1 haak3

Dimensões: 5,5 cm x 3,5 cm x 0,9 cm

Caixa de fósforos do restaurante “Wong Kam”, que existia na década de 80/90 do século XX (se não me engano), no Bairro Iao Hon, Rua 2 , Edifício Wong Kam, com telefone: 318855

黄金洝鮮大酒楼- mandarim pīnyīn: huáng  jīn  àn  xiān dà jiǔ lóu ; cantonense jyutping: wong2 gam1  wei1  sin1  daai6 zau2 lau4

Caixa de fósforos do restaurante “Ease Garden””, que na década de 80/90 do século XX, (se não me engano), estava na Rua Dr. Pedro José Lobo, R/C n.º 11-13

Dimensões: 5,5 cm x 3,5 cm x 0,8 cm
Fósforos: cabeça verde

怡園酒家 mandarim pīnyīn: yí yuan jiǔ jiā; cantonense jyutping: ji4 jyun4 zau2 gaa1

Caixa de fósforos do “Hotel Metropole”, design de fundo castanha e letras “castanho claro”. Tamanho: 5,6 cm x 3,5 cm x 0,8 cm; fósforos com a cabeça vermelha., da década de 80 (século XX)

METROPOLE HOTEL

63-63 A RUA DA PRAIA GRANDE, MACAU (1)

TEL: 88166

京都酒店 (2)

澳門南灣街 63-63A (3) 電話: 88166

Lateral: TELEX: 88356-CTS-OM

(1) Actualmente (após 1994) Avenida da Praia Grande n.º 493 -501; TEL: +853 2838 8166

(2) 京都酒店 – mandarim pīnyīn: jīng dōu jiǔ diàn; cantonense jyutping: ging1  dou1 zau2 dim3

(3) 澳門南灣街 – mandarim pīnyīn: ào mén nán wān jiē; cantonense jyutping: ou3 mun4 naam4 waan1 gaai1

Referências anteriores: https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/hotel-metropole/

Dois pinos/pins (1) dos Serviços de Saúde de Macau da década de 80/90 (século XX), um referente ao Centro de Transfusão de Sangue (CTS), então situado na Avenida Sidónio Pais. (2)

Rectangular de 2, 2 cm x 1,2 cm, vidrado, com o logotipo do CTS.

e outro: laço vermelho – emblema utilizado universalmente referente à campanha contra o Sida, em Macau, com as dimensões maiores: 2,2 cm x 1,8 cm (maior largura),

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/pinos-pins/

(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/centro-de-transfusoes-de-sangue/

Em Janeiro de 1987 chegaram a Macau cinco Irmãs da Congregação de Caridade de Santa Ana e iniciaram a sua obra no Asilo Betânia; em Maio de 1989 foram para o Asilo de Santa Maria; em Abril de 1992 para o Lar de S. Luís Gonzaga e em Janeiro de 1933 para o Centro de Santa Lúcia em Ká Hó, tratando e servindo todos os necessitados, especialmente os idosos e os doentes mentais que lhes foram confiados. Em 1994, quando foi publicado o opúsculo (1) que apresento, eram já vinte as Irmãs que se dedicavam nos Centros transformados em casas de bem estar e onde eram prestados bons cuidados e apoio a todos que ali se encontravam.

CAPA + CONTRACAPA

Maria Rafols nasceu em 5 de Novembro de 1781 em Villafranca de Panades.Barcelona, Espanha. Um dia encontrou o Pe João Boal, vigário do Hospital de Santa Cruz de Barcelona (falecido em 1829) e tenho sabido que este estava envolvido num projecto ambicioso de caridade para cidade, ofereceu-se para trabalhar ao serviço dos pobres. Aos 23 anos foi nomeada presidente feminina de um grupo de 12 irmãs da Caridade (como eram chamadas) encarregadas de melhorar a situação de 2 000 doentes do Hospital de Nossa Senhora da Graça em Saragoça. O modo de actuação da nova Irmandade foi-se tornando conhecido e o Bispo de Huesca, D. Joaquim Sanchez de Cutanda convidou-as para o serviço do Hospital e da Casa da Misericórdia da cidade (19 de Maio de 1807). Em 1808-1809, nos dois cercos feitos a Saragoça pelas tropas de Napoleão, a Irmandade contava já contava 21 Irmãs, exercendo uma acção contra a fome e a miséria dos feridos e prisioneiros da guerra. A rendição de Saragoça deixou a cidade coberta de cadáveres e em ruínas; nove companheiras sucumbiram de doença.

Em 15 de Julho de 1824, as Constituições da Irmandade foram aprovadas pela autoridade eclesiástica diocesana, e a 16 de Julho de 1825 treze Irmãs fizeram os primeiros votos públicos de pobreza, castidade, obediência e hospitalidade e as três fundadoras, Maria Raflos, Teresa Canti, Raimunda Torella e a irmã Teresa Ribeira fizeram os votos perpétuos no mesmo ano – 15 de Novembro de 1825. Maria Rafols faleceu a 30 de Agosto de 1853 (49 anos de vida religiosa). Em 1994 existia cerca de três mil Irmâs da Caridade.

Página 40 e interior da contracapa

(1) “Maria Rafols, heroína da Caridade do Século XIX, Fundadora da Congregação das Irmãs de Caridade de Santa Ana”. Biografia da vida e obra de Maria Rafols. Opúsculo de 40 páginas, em português, inglês e chinês, 20,5 cm x 14 cm. Impresso em 30 de Outubro de 1994.

NOTA: Sou testemunha das acções contínuas e prontas destas Irmâs sempre ao serviço dos mais pobres, necessitados e doentes. Prestei assistência médica nos anos 80 e 90 (séc. XX) nos Asilos dependentes das Missões nomeadamente no Asilo «Santa Maria» (fundado pelo Padre Luís Ruiz Suarez em 1969, instalando-se na casa do antigo Infantário da Associação das Senhoras Chinesas na Travessa dos Santos n.º 2-4 (entrada principal), depois melhoradas com as obras de beneficiação; tinha uma porta lateral que dava para a Rua do Pato (por onde se entrava) e no «Asilo Betânia» também fundado pelo Padre Luís Ruiz Suarez, em 1970, na Avenida do Conselheiro Borja a caminho da Ilha Verde (eram barracas de latas, antigo centro de refugiados do Instituto de Acção Social de Macau). Por detrás do «Asilo Betânia» ficavam as casas do antigo dormitório para refugiados, onde o mesmo Padre Ruiz Suarez fundou, em 1970, o «Centro «São Luís» destinados aos rapazes com atrasos mentais e doentes crónicos (a entrada era o mesmo do Asilo Betânia). O Centro de Santa Lúcia foi fundado em 1977 para albergar raparigas subdesenvolvidas num edifício (novo com capacidade para 70 pessoas em 1978), em Ká Hó.

Outras duas caixas de fósforos do mesmo tamanho (5,5 cm x 3,5 cm x 0,8 cm) dos casinos «MACAU PALACE CASINO» e «LISBOA CASINO MACAU», da década de 80/90 (século XX)
O mesmo design num dos lados, a fotografia do casino flutuante “MACAU PALACE CASINO TEL 75166

Do lado oposto, numa delas, a fotografia de “LISBOA CASINO MACAU TEL. 75111”

e noutra, a fotografia nocturna do mesmo “LISBOA CASINO MACAU TEL. 75111”

Lado lateral, em ambas as caixas, em chinês:
澳門葡京娛樂場 TEL. 75111 (1)
回力娛樂場 TEL.572020 (2)
澳門 皇宮娛樂場 TEL. 75166 (3)

(1) 澳門葡京娛樂場 – Casino Lisboa; mandarim pīnyīn: ào mén pú jīng yú lè cháng; cantonense jyutping: ou3 mun4 pou4 ging1 jyu4 lok6 coeng4.
(2) 回力娛樂場 – Sociedade de Jogos de Macau, SA , (SJM) ; mandarim pīnyīn: huí lì yú lè cháng: cantonense jyutping: wui4 lik6 jyu4 lok6 coeng4.
(3) 澳門 皇宮娛樂場 – Casino Macau Palace; mandarim pīnyīn: ào mén huáng gōng yú lè cháng: cantonense jyutping: ou3 mun4 wong4 gung1 jyu4 lok6 coeng4.
Ver anteriores referências de caixas de fósforos em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/category/caixas-de-fosforos/

Dois postais (18 cm x 12 cm) da colecção do Museu de Arte de Macau (MAM) (Avenida Xian Xing Hai, Macau)

Mansão da Rua de S. José – Ng Wai Kin – Aguarela sobre papel- 1981
Verso do postal

Sobre este pintor, ver: https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/ng-wai-kin/

Avenida de Almeida Ribeiro – Kam Cheong Leng (1911-1991) – Aguarela sobre papel – 1982
Verso do postal

Sobre este pintor ver: https://nenotavaiconta.wordpress.com/2016/02/04/noticias-de-2-5-de-fevereiro-de-1973-exposicao-de-pintura-no-ginasio-da-escola-comercial/