Archives for posts with tag: Boletim Geral do Ultramar

Recordando o 1.º Grande Prémio de Macau (1) com imagens publicadas no «Boletim Geral do Ultramar»

O governador almirante Marques Esparteiro, acompanhado por um dos organizadores do Grande Prémio (Carlos Humberto da Silva ?) cumprimenta Eduardo de Carvalho, vencedor do «Grande Prémio» (2)

Ganhou brilhantemente o Grande Prémio, no qual se classificou vencedor absoluto, o hábil volante português Eduardo de Carvalho, que conduziu na prova um «Triumph TR2», de 1991 cm3-

O vencedor do «I Grande Prémio» Eduardo de Carvalho, no seu «Triumph TR2», de 1991 cm3 (3)

A esposa do governador, D. Laurinda Marques Esparteiro, entregando a taça ganha na sua classe pela chinesa Miss Wen (4)

(1) Ver anterior referências em
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/10/30/primeiro-grande-premio-de-macau-1954/
(2) «BGU»  XXXI – 356, Fevereiro 1955.
(3) Esta foto foi publicado «BGU» XXXII – 367 Janeiro 1956, com uma legenda (errada), referindo-se ao «II Grande Prémio) realizado em 5 e 6 de Novembro  de 1955 “vencedor do «Grande Prémio» Eduardo de Carvalho”.
(4) Após uma pesquisa sumária, não tenho informações  que tenha havido no programa do «I Grande Prémio» uma prova de senhoras. No «II Grande Prémio de Macau» de 1955,  a Prova de Senhoras efectuou-se no dia 5 de Novembro , constando de 5 voltas ao circuito em que participaram somente dois carros. A prova foi “ganha” por Jean Lam, em 24 m. 46,7s. num «Jaguar XK 120»
Ver anterior referência em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/11/05/noticia-de-5-de-novembro-de-1955-ii-grande-premio-de-macau/

Extraído de «BGU» XLI-483, 1965.
Extraído de PEREIRA, A. Marques –  Ephemerides Commemorativas da História de Macau …., 1868.

Em 24 de Setembro de 1865, acendeu–se pela primeira vez, nesta cidade o Farol da Guia, oferecido ao Governador José Rodrigues Coelho do Amaral, pela comunidade estrangeira de Macau, chefiada por H. D. Margesson (1) sendo o primeiro que se acendeu, na costa da China.

AVISO AOS NAVEGANTES 

(1)  H. D. Margesson era negociante/ comerciante em Macau durante mais de vinte anos (até finais da década de 80 do século XIX) e tinha a sua firma na Rua Central, n.° 17. Com o nome de “MARGESSON & CA”. O gerente era Mortimer E. Murray.
Em 1879, trabalhava nessa firma Francisco P. de Senna e António C. da Rocha.
Em 1885, trabalhava (ainda) na firma Francisco P. de Senna e outro funcionário, Themiro Maria Gutierrez. Publicitava como agentes de várias companhias de seguro e de companhias de vapores

Directório de Macau para o anno de 1879
Directório de Macau para o anno de 1885

NOTA: as duas fotografias são da Cristiana, tiradas em Maio de 2017.

A propósito do filme «Caminhos Longos» que abordei em anteriores postagens (1) (2) , encontrei outra notícia relacionada com este filme no BGU (3)
Caminhos Longos” (1955), drama, 105 minutos, produção da «Eurásia Filmes», realização e argumento de Eurico Ferreira com Chung Ching, Wong How, Irene Matos, José Pedro, Joaquim Rufino e Lola Young. Estreado no Teatro Vitória no dia 23 de Novembro de 1955.
(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/11/23/noticias-23-11-1955-caminhos-longos-uma-iniciativa-arrojada-da-eurasia-filmes/
(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/05/07/noticia-filme-caminhos-longos/
(3) «BGU» XXXI- 1955.

Esta notícia do arraial à maneira portuguesa que aconteceu a 7 de Julho de 1951 , (1) já a publiquei no ano passado (7-7-2016). Volto à mesma notícia agora extraída do Boletim Geral do Ultramar.(2)

Os Srs. Encarregado do Governo, Dr. Aires Pinto Ribeiro, o general Pinto Monteiro, o comandante militar Paulo Benard Guedes e esposa, e o comendador Kou Ho neng e esposa visitando as barracas.
A barraca chinesa

Barraca do «pão com chouriço»

(1) Notícia de 7 de Julho de 1951 – Arraial no ténis militar e naval
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2016/07/07/%EF%BB%BFnoticia-de-7-de-julho-de-1951-arraial-no-tenis-militar-e-naval/
(2) Notícia dos Serviços de Informação e Estatística de Macau, publicada BGU. XXVII -315/316, 1951.

Desconheço a data deste encontro desportivo – esgrima- entre uma equipa de Macau e outra do Japão que se realizou em Macau em finais do ano de 1955 (local: ? ) (1)

As equipas de esgrima portuguesa e japonesa.
Da esquerda para a direita: japonês Sugo, alferes Ferreira, Shirai (japonês), capitão Pinheiro, Omae (japonês) e Engenheiro Fernando Rodrigues.
Um esgrimista português em luta com um japonês

(1) Extraído do BGU XXXII – 367, Janeiro de 1956.

Como em anos anteriores, Macau festejou com brilho e acentuado espírito patriótico, o “Dia de Portugal”, no dia 10 de Junho de 1955.
O programa cumpriu-se à excepção da cerimónia pública promovida pelo Conselho de Instrução no Jardim de Camões que, por motivo do mau tempo, teve de ser adiada para o domingo seguinte, dia 12 de Junho, pelas 12 horas (1)

PARADA MILITAR: desfile das forças militares diante da tribuna, em frente do Palácio do Governo
NO JARDIM DA GRUTA DE CAMÕES: homenagem das autoridades na Gruta de Camões
FESTIVAL DESPORTIVO: festival das forças de segurança no Campo Desportivo 28 de Maio, vendo-se as evoluções em bicicleta dos guardas da secção móvel da Polícia de Segurança Pública.
RECEPÇÃO NO PALÁCIO DO GOVERNO: o Sr. Ho In, presidente da Associação Comercial de Macau apresentando cumprimentos ao Sr. Governador e esposa, no Palácio do Governo.

(1) Ver anterior referência em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2016/06/12/noticia-de-12-de-junho-de-1955-macau-e-a-gruta-de-camoes-xl-no-jardim-da-gruta-de-camoes/
Extraído do BGUXXXI- 361-362, Julho-Agosto de 1955.

Artigo de David Barrote publicado no Boletim Geral do Ultramar em 1956 (1)

Os rapazes do Colégio “Estrela do Mar” (Star of The Sea School)

(1) BGU, XXXII- 369, Março de 1956.