Archives for posts with tag: Avenida da Amizade
Anverso e verso das caixas
Anverso (5,6 cm x 3,5 cm x 0,8 cm)

Hotel que começou por ser “THE MACAU EXCELSIOR”, (1) construção de 1983, na  Avenida da Amizade, 956-1110, Macau (tel: 567888), depois mudou o nome para “Hotel Mandarin Oriental” e finalmente hoje está denominado “ Grand Lapa”, sempre permanecendo no grupo ”Mandarim Oriental Hotel”

No verso e lateral, anúncio dos seus restaurantes/cafés e indicação de morada
Fósforos com as cabeças de cor azul

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/08/31/caixas-de-fosforos-hotel-excelsior-hotel-mandarin-oriental/

Anúncio de 1993 do “Super-Shuttle” da companhia de navegação “Hong Kong Macao Hydrofoil Co. Ltd” que fazia a viagem entre Macau e Hong Kong (ou vice versa) em 60 minutos.
Nesse ano, ainda os barcos atracavam ao antigo Terminal Marítimo do Porto Exterior, na Avenida da Amizade, à frente do edifício “International Plaza” que estava ao lado do antigo “Shopping Centre Yaohan “.
O novo (actual) terminal marítimo junto do reservatório estava em fase de acabamentos.

Mapa turístico de 1993

Mais um ”slide” digitalizado da colecção  “MACAU COLOR SLIDES  – KODAK EASTMAN COLOR)”comprado na década de 60 (século XX), se não me engano , na Foto PRINCESA (1)
macau-color-slides-x-1965-mgpO XII GRANDE PRÉMIO DE MACAU realizou-se no dia 28 de Novembro de 1965. Neste “slide”, o vencedor John MacDonald (escocês com residência em Hong Kong) num Lótus 18 Ford com o n.º 7, passando à frente da bancada principal que estava, nessa altura, na actual Avenida da Amizade.
(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/decada-de-60-seculo-xx/ 

calendarios-banco-oriente-1984-1986-1987

Três calendários de bolso (dimensões: 10,2 cm x7 cm) do Banco de Oriente, S. A. R. L. com a mesma grafia num dos lados. A sede do Banco do Oriente ficava no rés-do-chão do edifício do Hotel Sintra, na Avenida da Amizade. O Banco do Oriente iniciou actividades no ano de 1980 e entrou em falência técnica em final de 1984; dissolvida em 1988 (Portaria n.º 91/88/M de 23 de Maio – B.O. n.º 21/1988), cindindo o seu património em duas partes e a fusão de cada uma delas com a sucursal local do Banco Totta & Açores e com o Banco Comercial de Macau. (1)
calendarios-banco-oriente-1984-1986-1987-conjuntoOs calendários que estão no verso são dos anos 1984, 1986 e 1987.
calendarios-banco-oriente-1984-1986-1987-conjunto-versoEm 1984, o banco tinha 6 dependências; em 1986 e 1987, tinha sete dependências (a última dependência a abrir estava na Rua da Palha)
(1) Sobre o Banco do Oriente ver:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/banco-do-oriente/

Com a presença do Governador da Província, Comandante Joaquim Marques Esparteiro, acompanhado da esposa, D. Laurinda Marques Esparteiro e de sua filha, Maria Helena e outras altas individualidades, realizou-se no dia 24 de Agosto de 1952, na barraca de banhos OU KIU, no Porto Exterior, um festival de natação que decorreu com grande animação.(1)

MOSAICO V-25-26 SET-OUT 1952 Barracas de banhos IAs alta individualidades assistindo ao decorrer do animado festival

As barracas de banhos, tão populares nas décadas de 50 e 60 (século XX) (2)  estavam situadas no Porto Exterior, na zona do reservatório (Avenida da Amizade). Estavam concessionadas a três empresas, uma  delas, a OU KIU (a mais bem apetrechada) era a primeira, à esquerda, para quem vinha da Rua dos Pescadores.

MAPA DO RESERVATÓRIO - Localização das barracas de banhoLocalização aproximada das barracas de banhos, desenhadas num mapa turístico de 2008,  em que o nº. 1, seria a da empresa Ou Kiu
MOSAICO V-25-26 SET-OUT 1952 Barracas de banhos IIUma numerosa assistência encheu as dependências da barraca Ou Kiu

(1) «Mosaico, 1952».
(2) Com a construção da Ponte Governador Nobre de Carvalho (Macau-Taipa, inaugurada em  a 1974) as barracas passaram a ter poucos “clientes” e forram desaparecendo.

Foi determinado em acta do Leal Senado de 11 de Maio de 1940, a inauguração de algumas vias públicas nesse ano, atribuindo-lhes o nome de figuras históricas dentro do programa das comemorações do Duplo Centenário da Independência e da Restauração (oitavo centenário da Independência e terceiro centenário da restauração de Portugal),
Era Governador do território, o Capitão de Fragata Gabriel Maurício Teixeira.

Inauguração Av. Afonso Henriques Inauguração da Avenida de D. Afonso Henriques

 A Avenida de D. Afonso Henriques, começa na Avenida de Lopo Sarmento de Carvalho, em frente da Avenida do Infante D. Henrique e termina perto do Reservatório.
Foi inaugurada a 4 de Junho de 1940.
Afonso Henriques filho de D. Henrique de Borgonha e de D. Teresa, foi o 1.º rei de Portugal (1128-1185).

Inauguração Av. Lopo Sarmento de Carvalho Inauguração da Avenida de Lopo Sarmento de Carvalho

 Começa entre a Rua da Praia Grande, e a Avenida do Dr. Rodrigo Rodrigues, em frente da Estrada de S. Francisco, e termina na Avenida da Amizade. Foi inaugurada a 25 de Junho de 1940.
Lopo Sarmento de Carvalho, natural de Bragança, estabeleceu-se em Macau, em 1615, casando com Maria Cerqueira, natural de Macau (falecida a 26 de Outubro de 1639, sepultada em S. Paulo, na capela de Jesus).
Foi o último Capitão-Mor da viagem de Japão no governo de Macau (1617/18 e 1621/22), pois a 7 de Julho de 1623, o primeiro Governador e capitão-geral, D. Francisco de Mascarenhas, tomava posse.
Obteve grandes lucros da viagem ao Japão, em 1617, de maneira que em 1920 comprou três viagens de Japão. Das três viagens que comprou só pode realizar uma em 1621(com 6 galeotas e de lá trouxe muita seda, de que auferiu grande lucro). Foi o herói da vitória contra os holandeses em 24 de Junho de 1622 (1).
Um filho seu, Inácio (Macau 1616 – Goa 1676) foi capitão-geral da Armada e da Costa do Norte, governador e capitão-geral de Diu e capitão-geral de Moçambique, e tem perpetuado, em Macau, o seu o nome: Travessa de Inácio Sarmento de Carvalho.

 Inauguração Av. D. João IV (II)Inauguração da Avenida de D. João IV

A Avenida de D. João IV começa na Rua da Praia Grande, em frente do Jardim de S. Francisco e termina na Avenida da Amizade (nessa altura, Dr. Oliveira Salazar). Foi inaugurada a 1 de Dezembro de 1940.
D João IV (1604-1656), 8.º duque de Bragança, foi coroado a 15 de Dezembro de 1640, após o golpe do 1.º de Dezembro, Rei de Portugal (1640-1656)

Inauguração Av. D. João IV (I)Inauguração da Avenida de D. João IV (outro aspecto)

 Fotos do Anuário de Macau, 1940-1941 e informações de TEIXEIRA, P.. Manuel – Toponímia de Macau, Volume II.
(1) Ver em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/monumento-da-vitoria/

ANÚNCIO - BANCO DO ORIENTE IEste anúncio do Banco foi publicado no suplemento dedicado a Macau, do Diário de Notícias, de 1980

O Banco do Oriente iniciou actividades no ano de 1980. O Banco Totta & Açores era o accionista maioritário e detentor da gestão do Banco do Oriente cuja sede era no rés-do-chão do edifício do Hotel Sintra, na Avenida da Amizade Tinha sete dependências (as primeiras foram no Hotel Lisboa e na Ribeira do Patane)
O Banco do Oriente entrou em situação de falência técnica /prejuízos causados por crédito malparado, em final 1984.
Houve corridas aos seus balcões (depois das falências do Banco do Pacífico, do Overseas Trust Bank, do Deak & Company e do Bank of Credit and Commerce International) que foram sustidas com a injecção de fundos disponibilizados pelo BNU em colaboração com o Instituto Emissor e o Governo do território.(1)

ANÚNCIO - BANCO DO ORIENTE IIO pequeno banco estava tecnicamente falido essencialmente por causa da sua intervenção imprudente com financiamentos temerários e consequente controle de gestão de algumas fábricas de vestuário copiando modelos que a banca nacionalizada de algum modo experimentou na metrópole por essa época” (2)

Com Portaria n.º 91/88/M de 23 de Maio (BO n.º 21/1988), termina o Banco Oriente, S.A.R.L., com sede em Macau, cindindo o seu património em duas partes e a fusão de cada uma delas com a sucursal local do Banco Totta & Açores e com o Banco Comercial de Macau.

(1) Informações recolhidas duma entrevista a Abílio do Nascimento Dengucho (director do Banco Nacional Ultramarino – Macau,  de 1977 a 1995) publicado no JTM: http://www.jtm.com.mo/view.asp?dT=331501001
(2) Entrevista de António Correia ao JTM:
http://www.jtm.com.mo/view.asp?dT=338001001

 

No seguimento do post referente às caixas de fósforos do Hotel Macau Excelsior (Mandarin Oriental) (1), apresento uma caixa de fósforo, específica do bar desse Hotel (Macau Excelsior) chamado de “BAR DA GUIA

O actual hotel – Grand Lapa – renovou os seus espaços  pelo que o outrora espaço ocupado pelo  “Bar da Guia” encontra-se alterado e mesmo os anteriores espaços estão com outros nomes. Hoje o hotel tem um restaurante chinês, outro tailandês, o café “Bela Vista” e o “lounge Vasco” (2)

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/08/31/caixas-de-fosforos-hotel-excelsior-hotel-mandarin-oriental/
(2) http://www.agoda.com.pt/asia/macau/macau/grand_lapa_macau_a_mandarin_oriental_hotel.html