Archives for posts with tag: Aires Pinto Ribeiro

O pessoal dos Serviços de Saúde, ofereceu, no dia 31 de Maio de 1952, um jantar de despedida, no Hotel Boa Vista, ao Dr. Fernando Tomás Gonçalves, médico dos referidos serviços.

O Dr. Aires Pinto Ribeiro, Chefe dos Serviços de Saúde, no uso da palavra
O Dr. Aires dos Santos Brígido enaltecendo as qualidades do homenageado Fotos extraídos de «Mosaico», IV-21-22 de Maio e Junho, 1952

Dr. Fernando Tomás Gonçalves (1915 – ?) foi nomeado médico de 2.ª classe do quadro médico comum e colocado em Mcau por portaria ministerial de 24 de Novembro de 1947. Apresentou-se na Repartição Central dos Serviços de Saúde de Macau em 26 de Junho de 1948, onde tomou posse na mesma data. Por portaria de 7 de Julho de 1948 foi nomeado adjunto do Delegado de Saúde de Macau e Ilhas e por portaria de 22 de Junho de 1949 foi nomeado Delegado de Saúde, tendo sido exonerado deste cargo a 3 de Março de 1950, por se ter apresentado o médico de 1.ª classe Dr. João Albino Cabral. Nessa data, passou a ser adjunto do Delegado de Saúde, cargo que exerceu até acabar a comissão, embora com alguns períodos noutras funções como médico analista dos Serviços de Saúde (1951-1952) aquando da ausência do titular, o Dr. Reinaldo da Silva Sousa Vieira. Foi louvado por ter exercido pela competência, dedicação e probidade as funções de director substituto do Laboratório de Análises Clínicas do Hospital Central Conde de S. Januário em 2 de Janeiro de 1952

Representou Macau (juntamente com os Drs. Aires Pinto Ribeiro e José Marcos Batalha) no Primeiro Congresso Nacional de Medicina Tropical, realizado em Lisboa, de 24 a 29 de Abril de 1952.

Embarcou em 5 de Junho de 1952 com destino a Moçambique, para onde foi transferido. (referências biográficas recolhidas de TEIXEIRA, Pe. Manuel – A Medicina em Macau, Volumes III-IV, 1998, pp. 380-381).

D. Lígia Pinto Ribeiro cantando no Teatro D. Pedro V

Realizou-se na noite de 14 de Abril de 1952, um concerto, no Teatro D. Pedro V, em benefício do Colégio D. Bosco de Artes e Ofícios, promovido pela senhora Lígia Pinto Ribeiro, (1) esposa do Dr. Aires Pinto Ribeiro, ilustre Chefe de Serviços de Saúde. (2) Acompanhou-a ao piano, o professor Harry Ore. (3)

O professor Harry Ore, na execução de um dos números do seu programa

A Sra. D. Lígia Pinto Ribeiro recebendo cestos e ramalhetes de flores das mãos dos alunos do Colégio D. Bosco

Os lugares de honra, no Teatro D. Pedro V, ocupados pelas altas individualidades da província

Fotos extraídos de «MOSAICO», IV-21/22 de Maio e Junho de 1952

(1) Lígia Edmunda de Morais Correia de Sá Pinto Ribeiro – ver anteriores referências em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/ligia-pinto-ribeiro/

(2) Dr. Aires Pinto Ribeiro (1899) – Formado em Medicina pela Universidade do Porto, praticou nos hospitais do Porto, nomeado em 1925 médico do Quadro de Saúde Moçambique, onde esteve em diversas funções médicas até 1948, quando foi transferido para Macau para exercer o lugar de Chefe da Repartição Central dos Serviços de Saúde (4 de Maio de 1948). Em 1950 nomeado vice-presidente do Conselho do Governo e em 1951, tomou posse do cargo de Encarregado do Governo (18 de Abril até 23 de Novembro de 1951, data da chegada do Governador Almirante Joaquim Marques Esparteiro (1951-1957). Em 15 de Abril de 1955, nomeado Inspector Superior da Saúde do Ultramar pelo que deixou a chefia da Repartição Provincial dos Serviços de Saúde e Higiene de Macau, em 31 de Julho, seguindo para Portugal a 1 de Agosto. Ver anteriores referências em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/aires-pinto-ribeiro/

(3) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/harry-ore/

Realizaram-se, nos dias 1 e 2 de Setembro de 1951, dois animados certames de natação, um em Coloane e outro em Macau.
O primeiro foi promovido pela empresa que explora a barraca balnear da praia de Cheok Van, constando apenas duma prova que consistiu numa corrida de 1 500 metros à qual concorreram 118 nadadores e 12 nadadoras.

O encarregado do Governo, Dr. Aires de Pinto Ribeiro, felicitando o vencedor da prova de Coloane

O segundo foi organizado pelo grupo chinês Fu Sá, nas barracas de banho do Porto Exterior, constando de provas variadas para crianças, rapazes, senhoras e homens tendo sido animadamente disputadas, por grande número de nadadores.

Os vencedores das categorias de crianças, rapazes, senhoras e homens com as suas taças

De Mosaico, III- 14, 1951.

Um dos últimos actos oficiais do Governador Albano de Oliveira (1) em Macau que embarcou para Lisboa em 18 de Abril de 1951, foi a inauguração da Escola Primária Luso-Chinesa Sir Robert Ho Tung. (2)

O Governador cortando a fita simbólica
O novo edifício da Escola Luso-chinesa «Sir Robert Ho Tung»

Extraído de «BGC» XXVI-310, 1951,
Já em anterior notícia de Março de 1950, o mesmo Boletim Geral da Colónias (3) assinalava o seguinte:
(1) Albano Rodrigues de Oliveira tomou posse a 1 de Setembro de 1947. Ficou como encarregado do Governo Aires Pinto Ribeiro até tomada de posse a 23 de Novembro de 1951 de Joaquim Marques Esparteiro. Ver anteriores referências em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/albano-rodrigues-de-oliveira/
(2) Sobre este filantropo Robert Ho Tung ver em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/sir-robert-ho-tung/
(3) «BGC» XXVI -297, 1950.

Esta notícia do arraial à maneira portuguesa que aconteceu a 7 de Julho de 1951 , (1) já a publiquei no ano passado (7-7-2016). Volto à mesma notícia agora extraída do Boletim Geral do Ultramar.(2)

Os Srs. Encarregado do Governo, Dr. Aires Pinto Ribeiro, o general Pinto Monteiro, o comandante militar Paulo Benard Guedes e esposa, e o comendador Kou Ho neng e esposa visitando as barracas.
A barraca chinesa

Barraca do «pão com chouriço»

(1) Notícia de 7 de Julho de 1951 – Arraial no ténis militar e naval
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2016/07/07/%EF%BB%BFnoticia-de-7-de-julho-de-1951-arraial-no-tenis-militar-e-naval/
(2) Notícia dos Serviços de Informação e Estatística de Macau, publicada BGU. XXVII -315/316, 1951.

O General Joaquim Pinto Monteiro, (1) Inspector Militar às forças portuguesas do Extremo-Oriente, esteve em Macau de 2 de Julho a 4 de Agosto de 1951, tendo partido neste último dia para Timor.

A guarda de honra, à entrada do cais, a que o general Pinto Monteiro passou revista

Extraído do BGU, XXVII – 314, 1951.
(1) Anterior referência a este General
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2016/07/07/%EF%BB%BFnoticia-de-7-de-julho-de-1951-arraial-no-tenis-militar-e-naval/

Um dos empreendimentos de grande envergadura a que o Exmo. Sr. Director dos Correios e Telégrafos, António de Magalhães Coutinho, dedicou todo o seu interesse, foi a construção dum bairro económico para os empregados inferiores da sua repartição, sendo neste mês de Junho de 1951, iniciada a segunda fase da construção dos novos blocos deste bairro.
O encarregado do Governo Dr. Aires Pinto Ribeiro tendo à direita a Esposa e à esquerda a Esposa do Capitão Almor Baptista, Chefe do Gabinete e António de Magalhães Coutinho, Director dos CTT, na visita que fizeram ao Bairro Económico dos Correios.
A Sra. D. Lígia Pinto Ribeiro, esposa do Encarregado do Governo, no acto de lançamento da primeira colherada de argamassa para a construção dos novos blocos do Bairro Económico dos Correios.
Fotos e artigo retirados de «MOSAICO» VOL II – 10, 1951.

BAIRRO ECONÓMICO DOS CORREIOS – FOTO DE 1955

O Bairro Económico dos C.T.T. representou, em Macau, uma obra de vincado sentido corporativo, e marcou uma orientação firme alicerçada nos princípios orientadores do estado Novo
De: MBI III-56, 1956.

Realizou-se, no dia 7 de Julho de 1951, um animado arraial, promovido por uma comissão da presidência da senhora D. Lígia Pinto Ribeiro, esposa do Encarregado do Governo, no Ténis Militar e Naval, (1) em benefício do Colégio D. Bosco de Artes e Ofícios.
Esta festa popular esteve muito animada e foi muito concorrida (2)

MOSAICO II-12 AGO1951 - Arraial no Ténis Militar IO Encarregado do Governo, Dr. Aires Pinto Ribeiro, (3) o General Pinto Monteiro, (4)  o Brigadeiro Benard Guedes (5) e esposa, o Capitão Álvaro Salgado (6) junto a uma mesa interessantemente ornamentada
MOSAICO II-12 AGO1951 - Arraial no Ténis Militar IIA barraca do “pão com chouriço”
MOSAICO II-12 AGO1951 - Arraial no Ténis Militar IIIDanças regionais
MOSAICO II-12 AGO1951 - Arraial no Ténis Militar IVO Grupo Musical Esperança que animou a festa
MOSAICO II-12 AGO1951 - Arraial no Ténis Militar VA barraca da comida chinesa
MOSAICO II-12 AGO1951 - Arraial no Ténis Militar VIA barraca da comida indiana

(1) O Ténis Militar e Naval de Macau foi constituído em 1932 (estatutos aprovados a 13 de Abril de 1932)  pela fusão dos antigos “Ténis Militar” e “Ténis Naval”, que foram extintos a partir dessa data (CAÇÃO, Armando A. A. – Unidades Militares de Macau, 1999).
(2) Informações e fotos de «MOSAICO», 1951.
(3) O governador Comandante Albano Rodrigues de Oliveira (governo entre 1947-1951) regressou a Lisboa no dia 18 de Abril de 1951, ficando encarregado do Governo o Dr. Aires Pinto Ribeiro, até 23 de Novembro de 1951, data da tomada de posse de Joaquim Marques Esparteiro.  Ver em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/aires-pinto-ribeiro/
(4) O General Joaquim Pinto Monteiro, Inspector Militar às forças portuguesas do Extremo-Oriente, esteve em  Macau de 2 de Julho a 4 de Agosto de 1951, tendo partido neste dia para Timor.
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/07/02/noticia-de-2-de-julho-de-1951-inspeccao-as-tropas-portugue-sas-em-macau/
(5) O Brigadeiro Paulo Bénard Guedes (1892 – 1960) foi Comandante Militar de Macau de 15 de Novembro de 1950 a Junho de 1952. Foi depois  promovido a General e governador-geral da Índia entre 1952 e 1958.
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/07/02/noticia-de-2-de-julho-de-1951-inspeccao-as-tropas-portugue-sas-em-macau/
(6) O Capitão de Infantaria  Álvaro Marques de Andrade Salgado era o comandante da Companhia de engenhos expedicionária que desembarcou em 9 de Abril de 1949  e extinta em 1 de Agosto de 1951 (ver NOTA POSTERIOR do post de 22-04-2013) (7). Foi preso pelas autoridades chinesas (segundo estas,  encontrava-se em água territoriais chinesas) em 1952 quando velejava em Coloane e levado para Cantão. onde esteve cativeiro durante 31 meses. Somente foi libertado em 19 de Dezembro de 1954.
O Relatório sobre a sua situação do Comando Militar de Macau, tratava-o como desertor.
Anteriormente já tinha estado em Macau como tenente durante a guerra do Pacífico e  depois como capitão, Comandante do Corpo de Polícia de Segurança de Macau de 27 de Junho de 1946 a 1 de Janeiro de 1948.
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/08/19/noticia-de-19-de-agosto-de-1943-episodio-relatado-por-um-militar-no-quartel-da-guia-aquando-do-assalto-ao-vapor-sai-on-ii/
(7)https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/04/22/noticia-da-chegada-das-tropas-expedicionarias-em-1949/
NOTA: sobre o Colégio D. Bosco ver em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/colegio-d-bosco/

Foi inaugurada no dia 12 de Abril de 1951   pelo Governador Comandante Albano Rodrigues de Oliveira, (1) entre os muitos melhoramentos efectuados na Repartição Central dos Serviços de Saúde, uma lavandaria mecânica capaz de lavar, secar e passara a ferro 5 000 peças de roupa por dia.

MOSAICO II-9 MAI1951 Melhoramentos H. C. S. J. IO Governador e os visitantes assistem ao funcionamento da máquina de lavar.

O director da  Repartição Central dos Serviços de Saúde  nesse ano era o Dr. Aires de Pinto Ribeiro. (2) A lavandaria estava instalada no Hospital Geral do Governo, o velhinho Hospital Militar denominado “Hospital Conde de S. Januário“, desde 10-07-1937, pelo Governador Tamagnini Barbosa.

MOSAICO II-9 MAI1951 Melhoramentos H. C. S. J. IIO Governador e os visitantes em frente da máquina de secar

Este edifício seria demolido por fases a partir de 18-11-1952 para construção do novo Hospital “Hospital Central Conde de S. Januário (1.ª fase seria inaugurada a 10 de Junho de 1953 pelo Governador, Almirante Joaquim Marques Esparteiro). (3)
Albano Rodrigues de Oliveira(1) O Governador de Macau entre 1947 e 1951, Comandante Albano Rodrigues de Oliveira (1909 – 1973)  estava nesse mês de Abril de 1951, a visitar vários serviços públicos  onde tinham sido introduzidos melhoramentos, e também como despedida antes do seu regresso a Lisboa, no dia 18 de Abril de 1951. Ficou encarregado do Governo, o Dr. Aires Pinto Ribeiro.
(2) Dr. Aires Pinto Ribeiro (1899-1960) – Curso de Medicina pela Universidade do Porto, onde se formou com 16 valores. Praticou nos Hospitais do porto e cursou a Escola de medicina Tropical. Nomeado médico de 2.ª classe para o Quadro de Saúde em Moçambique em 1925.Promovido a médico inspector em 1946, foi transferido de Moçambique para Macau em Janeiro de 1948. Tomou posse do lugar de Chefe da Repartição Central dos Serviços de Saúde  a 4 de Maio de 1948.
Nomeado Vice-presidente do Conselho do Governo a 2 de Junho de 1950, ficou encarregado do Governo de Macau de 18 de Abril de 1951 até 23 de Novembro do mesmo ano, data da chegada do novo Governador, Almirante Joaquim Marques Esparteiro. Nomeado Inspector Superior de Saúde do Ultramar em Abril de 1955, deixou a chefia da Repartição P. dos Serviços de Saúde e Higiene de Macau no dia 31 de Julho de 1955, tendo seguido para Lisboa onde tomou posse a 4 de Outubro de 1954.
Agraciado com o grau de Comendador da Ordem Militar de Santiago de Espada (Decreto de 2 e Março de 1952) +(TEIXEIRA, P. Manuel – A Medicina em Macau, Vol IV, 1976).
Joaquim Marques Esparteiro(3) Joaquim Marques Esparteiro  (1895-1976) comandou um navio de guerra na I Guerra Mundial e depois comandante do torpedeiro «Mondego», o «Gonçalo Velho» e o «Gonçalves Zarco». Comandou a canhoeira «Pátria», a bordo da qual serviu em Macau de 1922 a 1925, tendo então visitado vários pontos da China, Formosa e Japão, e comandou a esquadrilha de contratorpedeiros nas manobras militares de 1938;  Governador de Macau (12-09-1951 – 28-02- 1956).
A nomeação data de 12 de Setembro de 1951 e a tomada de posse no Ministério do Ultramar é em 8 de Outubro do mesmo ano. Toma posse efectiva do cargo em Macau em 23 de Novembro de 1951. (TEIXEIRA, P. Manuel. Marinheiros Ilustres Relacionados com Macau, Macau, Centro de Estudos Marítimos, 1988, pp. 205-208.)
Referências anteriores do Hospital Conde de S. Januário em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/hospital-conde-de-s-januario/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/hospital-central-conde-de-s-januario/
Reportagem e fotos não assinados de «Mosaico»,1951.

Os funcionários dos Serviços de Saúde reuniram-se, no dia 29 de Dezembro de 1951, no restaurante Fat Siu Lau, num jantar de confraternização que decorreu no meio de maior alegria e franca camaradagem

MOSAICO III-17-18 1952 - Confraternização Natal 1951 I“Os médicos e suas esposas no centro da comprida mesa”

O Chefe de Serviços da Repartição Central dos Serviços de Saúde era o Dr. Aires Pinto Ribeiro (Médico-chefe do quadro médico comum do Império Colonial)

MOSAICO III-17-18 1952 - Confraternização Natal 1951 II“Outro aspecto do jantar de confraternização dos funcionários dos Serviços de Saúde”

Entre os funcionários, o Chefe de Secção era Joaquim Morais Alves (Primeiro-oficial do quadro administrativo) e José dos Santos Ferreira (aspirante do quadro administrativo) (na foto à direita).
Informação e fotos de «Mosaico», 1952