Archives for posts with tag: 1999

A 13 de Abril de 1987, na presença de Deng Xiaoping e Li Xiannian, reuniam-se no salão nobre do Palácio do Povo, em Pequim, os primeiros- ministros Aníbal Cavaco Silva e Zhao Ziyang para a assinatura da Declaração Conjunta Luso- Chinesa que ditaria os termos da transferência da soberania de Macau entre Portugal e a China. Os responsáveis pelos governos da República Portuguesa e da República Popular da China terminavam, deste modo, quase um ano de negociações entre Pequim e Lisboa.
Entre as 50 personalidades de Macau e Hong Kong convidadas pelo governo chinês para estarem presentes na cerimónia, apenas duas são macaenses_ Carlos d´Assumpção, presidente da Assembleia Legislativa e Henrique de Senna e Fernandes, advogado e escritor

Assinatura da Declaração Conjunta Luso-Chinesa, no salão nobre do Palácio do Povo, em Pequim.

Com início a 18 de Março de 1987 e terminando a 23, teve lugar em Pequim, a quarta e última reunião plenária luso-chinesa sobre Macau, sendo as delegações chefiadas por Zho Nan e Rui Medina e no dia 26 de Março é rubricado o texto da Declaração, em Pequim, pelo vice-ministro chinês dos Negócios Estrangeiros, Zhou Nan, e pelo chefe da delegação portuguesa às negociações, Rui Medina.
Na mesma data, a agência noticiosa Nova China, Xinhua She divulgava o texto do documento. Salientava os seguintes:
– Até 1999, Macau manterá o seu estatuto de Território chinês sob Administração Portuguesa.
– Em 20 de Dezembro de 1999, nascerá a Região Administrativa Especial de Macau, da República Popular da China. Será regida por uma Lei Básica que cobrirá todas as políticas e garantias fundamentais consagradas na Declaração Conjunta Luso-Chinesa, e que serão mantidas inalteráveis por um período de cinquenta anos.
De 11 a 17 de Abril, o primeiro-ministro português Cavaco Silva visita oficialmente a China, fazendo-se acompanhar pelo ministro dos Negócios estrangeiros, Pires de Miranda. No dia 12 teve um encontro com Zhao Ziyang. Em Pequim visita o Cemitério de Chala. De 15 a 17 Cavaco Silva e comitiva, acompanhados por Zheng Toubin, ministro chinês das Relações Económicas e Comerciais Externas, realizaram uma digressão pelas cidades de Xian, Shanghai, Fuzhou, Guangzhou e Zhuhai.
Após esta visita, o primeiro-ministro Cavaco Silva realizou uma visita oficial a Macau de 17 a 20 de Abril, a primeira de um chefe de Governo em exercício de funções.
Informações recolhidas de FERNANDES, Moisés Silva – Sinopse de Macau nas Relações Luso-Chinesas 1945-1995 Cronologia e Documentos, 2000. (pp. 429 e 430)

Mais dois postais (n.º 9 e n.º 10) da colecção de 10 postais intitulada “Ten Scenic Spots of Macau”, uma colecção especial emitida na ocasião da transferência de Macau, em 1999. (1)
Postal n.º 9 –“Four Face Buddist Statue”
In front of the Macau Jockey Club square there is a four-face buddist statue which came from Thailand and attracted many people to pray
A estátua do Buda de Quatro Faces veio da Tailândia para Macau em 1984 sendo colocada na Taipa frente ao Jockey Clube. O Buda de Quatro Faces no centro do santuário, como o nome indica, é uma estátua do santo com quatros faces nas quatro direcções cardeais e com as mãos a empunhar vários objectos budistas, nomeadamente, rosários, concha, um jarro para água, uma placa com os sutras (escrituras sagradas) e a roda do Dharma que alude à omnipotência do Buda. Diz-se que o Buda de Quatro Faces é uma divindade originária da Índia e que é venerado no sudeste asiático, sendo especialmente popular na Tailândia, pois o Buda é conhecido por auspiciar riqueza, boa sorte e honra aos que o veneram. Quando as pessoas de Hong Kong e Macau viajam até à Tailândia, nunca se esquecem de prestar homenagem ao Buda de Quatro Faces local. As quatro faces da divindade regem a carreira profissional, a vida amorosa, a prosperidade e honra e a paz e segurança. Consoante a finalidade da oração, os crentes seguem determinada sequência de veneração das quatro faces.
https://m.cityguide.gov.mo/p/sightseeing/Detail/

Verso do postal n.º 9

Postal n.º 10 – “Casino Lisboa”
Gambling and the anual Grand Prox Motor Racing gave the name “Oriental Monte Carlo” to Macau. Casinos attract many H. K. people to come to Macau. The Macau government get great income tax from glambling annually.“ (2)

Verso do postal n.º 10

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/01/23/postais-ten-scenic-spots-of-macau-i/
(2) Ver anteriores referências do Casino Lisboa em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/casino-lisboa/

Mais dois postais (n.º 7 e n.º 8) da colecção de 10 postais intitulada “Ten Scenic Spots of Macau”, uma colecção especial emitida na ocasião da transferência de Macau, em 1999. (1)
Postal n.º 7 –“Macau Gate”
“Macau Gate was built in 1870 which was Triumphal  arch style construction-. It was the only entrance to China by land. Travellers always visit the gate. This means taht they almost travelled the Mainland China” (2)

Verso do postal n.º 7

Postal n.º 8 – “Leal Senado”
There are many constructions which have European style in Macau. Leal Senado i sone of them. This was built in 1784. There is an archive on the second floor whith newspapers and documents dating back to 1820” (3)

Verso do postal n.º 8

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/01/23/postais-ten-scenic-spots-of-macau-i/
(2) Ver anteriores referências à Porta do Cerco em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/porta-do-cerco-%E9%97%9C-%E9%96%98/
(3) Ver anteriores referências ao Leal Senado em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/leal-senado/

Cinco boletins de saúde utilizados na Direcção dos Serviços de Saúde do Governo de Macau, implementados na década de 80 (século XX) e usados  até 1999.

Boletim Individual de Saúde (amarelo); 15,0 cm x 10,5 cm
Boletim de Saúde Infantil (azul): 14,8 cm x 10,5 cm
Boletim de Saúde Infantil (rosa): 14,8 cm x 10,5 cm
Boletim de Saúde da Grávida (verde): 15,0 cm x 10,5 cm
Boletim de Planeamento Familiar (castanho): 15,0 cm x 10,5 cm
Instruções gerais para os pais  e para os médicos e pessoal de enfermagem. Interior da Capa do Boletim de Saúde Infantil

Mais dois postais (n.º 5 e n.º 6) da colecção de 10 postais intitulada “Ten Scenic Spots of Macau”, uma colecção especial emitida na ocasião da transferência de Macau, em 1999. (1)
Postal n.º 5. –“Ruins of St. Paul”
“The great ruined facade and staircase to the church of the Mother of God –now popularly know as St. Paul´s is the most famous landmark of Macau. The church was built from 1602 to 1635. In 1835 , a fire burned it to ground, leaving only the facade, the staircase and portions of a Wall

Verso do postal n.º 5

Postal n.º 6 – “Sun Yat Sen Garden”

“Sun Yat Sen was an important person of the Chinese modern revolution history. He had campaigned revolution in China, Hong Kong, Japan and western countries, this garden commemorates the significant erson (sic)”
Verso do postal n.º 6

O Parque Dr. Sun Yat Sen fica junto ao Canal dos Patos, e perto da fronteira com a República Popular da China, no local onde durante largos anos foram sendo depositados os lixos da cidade. Tem uma área de 5,7 hectares, foi aberta ao público em 24 de Junho de 1989, por ocasião do Dia da Cidade, e nele foi, em 12 de Novembro de 1990, descerrada uma estátua do Dr. Sun Yat Sen, fundador da República Chinesa (proclamada em 10 de Outubro de 1911). Encontra-se (será que continuam lá) neste parque um “jardim de palmeiras” constituído a partir dos diversos exemplares que foram removidos da rotunda Ferreira do Amaral. (4)
(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/01/23/postais-ten-scenic-spots-of-macau-i/
(2) Ver anteriores referências às Ruínas de S. Paulo em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/ruinas-de-s-paulo/
(3) Ver anteriores referências ao Dr. Sun Yat Sen em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/sun-yat-sen/
(4) ESTÁCIO, António; SARAIVA, António – Jardins e Parques de Macau, 1993.

Continuação das postagens: “MACAU RETROSPECTIVA I”, “II”, “III” e “IV”(1), nomeadamente na apresentação do quarto postal, último dos quatro emitidos com o mesma tema,
As referências iconográficas são da autoria de Luís Sá da Cunha e foram extraídas do documento dos CTT explicativo da emissão (pagela).
QUADRO IV – POSTAL – SELO DE 3.50 patacas
DE LONGE, PARA O FUTURO
Olha-se hoje, para Macau, com o sentimento de uma justiça histórica: Macau acompanha, neste virar do milénio, o ritmo de progresso que caracteriz a era da globalização, por que Macau clamou no seu passado.
Macau é simbiose convivente das memórias e patrimónios do passado com as expressões materiais da modernidade, projectando-se ao futuro.
A nova urbe, arquitectada no risco da política dos últimos dez anos, o monumento jurídico, e o seu regime de direitos e liberdades, as inovações e absorção de padrões internacionais – fazem de Macau a Metrópole moderna, onde pulsam os mais fortes ritmos do presente e a mesma, constante, vocação de operação de sínteses culturais, da abertura ao mundo e de construção da civilização da universalidade.
Pioneira da unidade do Mundo, Macau está bem, por direito, num mundo de “aldeia global”, modelo que antecipou no tempo e no espaço reais da História dos homens.”

Verso do postal – BP- MACAU – 87

1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2018/12/19/noticia-de-19-de-dezembro-de-1999-filatelia-macau-retrospectiva-i/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/01/09/postal-i-filatelia-macau-retrospectiva-ii/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/01/12/postais-ii-filatelia-macau-retrospectiva-iii/

CAPA DA COLECÇÂO (18 cm x 13 cm x 0,5 cm)

Uma colecção de 10 postais intitulada “Ten Scenic Spots of Macau”, uma colecção especial emitida na ocasião da transferência de Macau, em 1999.

VERSO DA CAPA

Os dez postais têm registos em três línguas: chinês, inglês e japonês. (1)
Sem indicação do nome do autor ou autores das fotografias. (2)
Não consta também o nome do editor.
Ten Scenic Spots of Macau
“Macau consists of three parts, Macau peninsula and two islands, namely Taipa and Coloane. The total área is about twenty square kilometers .
At the northern part of Macau, the enclave shares the border with  People´s Republic of China. 95% of some half a million people in Macau are Chinese, 12,000 are Portuguese and the rest are foreigners. People in Macau enjoy the moderate tropical climate.
From a small fishing village to a developing city.
Macau has experienced its four hundred years of change. The local Portuguese government is preparing to transger (sic) the sovereignty to China at the end of 1999.
Macau has been called “Oriental Monte Carlo” with its typical Portuguese style stone roads  and other sightseeing attractions such as famous Ruin of St. Pual (sic) , Ma Kok Temple, Church of our Lady of Penha and so on.
Twenty-four open casinos and Grand Prix F3 race each attract over 8 million tourists flowing from all over the world.
O postal n.º1. –“Church of our Lady of Penha
“The chapel was founded in 1622 by the crew and passengers of a Portuguese ship which had narrowly escaped capture by the Duch raiders. Lacated at the top of Penha Hill, it affords views of the inner harbour, the magnificent Macau-Taipa bridge and nearlytowns in China” (3)

Verso do postal n.º 1

(1) Nesta minha coleção, não possuo o postal n.º 2 – Guia Fort
(2) Embora sem indicação, creio ser do fotógrafo Wong Wai Hong
Ver anteriores fotografias deste fotógrafo em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/wong-wai-hong/
(3) Meus antecedentes referentes à Igreja de Nossa Senhora da Penha de França em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/04/29/noticia-de-29-de-abril-de-1622-ermida-da-nossa-senhora-da-penha-de-franca/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/igreja-da-penha/