Archives for posts with tag: 1985

Aos membros da comissão executiva, patrocinadores, e a todos os palestrantes foram oferecidos como lembrança uma placa de metal/latão com formato triangular (16 cm de cada lado) com uma inscrição à volta do centro (onde está o logo da reunião) com os dizeres “ REUNIÃO INTERNACIONAL DE GASTROENTEROLOGIA MACAU DEZ.85.”

Verso

Placa fabricada em Hong Kong pela empresa “Perfect”

Realizou-se em Macau e Hong Kong (dia 8 de Dezembro), de 6 a 10 de Dezembro de 1985, a “Reunião Internacional de Gastroenterologia/Internacional Meeting on Gastroenterology”, que contou com a participação de especialistas vindos dos quatro continentes, com o fim de apresentar os mais recentes (na altura) conhecimentos sobre as doenças do aparelho digestivo. As sessões foram em português e inglês com tradução simultânea. Apresento o Programa (25 cm x 18 cm) com 22 páginas , composto e impresso na Imprensa Oficial de Macau.

Capa
Contracapa

O local das sessões foi no Forum de Macau com excepção do dia 8-12-1985 (Dia de Hong Kong) (1) que foi no Hotel Regent de Hong Kong.

Presidiu à sessão inaugural, o encarregado do Governo e Comandante das Forças de Segurança de Macau, coronel Amaral de Freitas (2)

De salientar que neste reunião os Serviços de Saúde de Macau apresentaram vários trabalhos nomeadamente:

1 – Serviço de Medicina:

Dr. Custódio Pais Rodrigues – Epidemiologia das doenças do aparelho digestivo em Macau

Dr. António Victal – Uma avaliação das parasitoses intestinais em Macau

2 – Serviço de Endoscopia Digestiva:

Dr. Alfredo Ritchie – A endoscopia digestiva- experiência do Hospital Central Conde de S. Januário

3 – Serviço de Cirurgia

Dr. Carlos Pereira – Diagnostico de tumores gástricos.

4 – Serviço de Psiquiatria

Dra. Maria Inês Silva Dias – Alguns aspectos do dinamismo psíquico das doenças funcionais.

Comissão Executiva

(1) O dia 8 de Dezembro (Domingo) foi organizado pelo Departamento de Medicina da Universidade de Hong Kong (Presidente: David Todd)

(2) O Governador contra-almirante Almeida e Costa estava em Lisboa onde inaugurou uma exposição patente na Missão de Macau e participou num seminário promovido por várias instituições e subordinada ao tema «Macau, entreposto privilegiado no desenvolvimento de negócios com a República Popular da China»

Os participantes e acompanhantes da “Reunião Internacional de Gastroenterologia /Internacional Meeting on Gastroenterology” cujo início se realizaria de 6 a 10 de Dezembro de 1985 (Ver postagem a ser publicada amanhã) foram recebidos pelo Presidente do Leal Senado, major Carlos José de A. Algéos Ayres e vereadores, no salão nobre do Leal Senado para um cocktail de boas vindas, no dia 5 de Dezembro, pelas 19.30.

O Presidente do Leal Senado oferecendo uma lembrança ao Professor Dr. José Manuel Carrilho Ribeiro (major general médico 1933-2007) em nome da Sociedade Portuguesa de Gastroenterologia.

O Presidente do Leal Senado oferecendo uma lembrança ao Professor Dr. David Todd, do Departamento de Medicina da Universidade de Hong Kong.

NOTA – fotos do autor

Em finais de Março de 1985, uma manifestação desportiva testemunhou, uma vez mais, a amizade e a cooperação existente entre as cidades de Cantão e Macau. Tratou-se da realização da primeira estafeta pedestre Cantão/Macau, organizada pelo Conselho de Desportos da província de Guangdong.

A «embaixada» da vizinha província integrou sessenta pessoas que foram portadoras de uma mensagem «a formular votos de eterna amizade entre os desportistas e a população dos dois Territórios» (Extraído de «NAM VAN», n.º 11, 1985, p. 65)

Bilhete de cinema (12,9 cm x 7, 3 cm) do Teatro Nam Van, fundo amarelo, letra a castanho, para a sessão da tarde (2.30 Horas) do dia 23 de Março de 1965, com o n.º 0719. Preço: $ 0.90.

Este filme “It´s a Mad, Mad, Mad, Mad World” estreou-se neste cinema a 19 de Março de 1965 – ver anterior postagem com o folheto de cinema. (1) A lápis azul, marcação de lugar “Y28”

Verso do bilhete – selo de verba (2)

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/03/19/noticia-de-19-de-marco-de-1965-folheto-de-cinema-teatro-nam-van-xxii-its-a-mad-mad-mad-mad-world/

(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/selo-de-verba/

No dia 25 de Agosto de 1985, os «Correios e Telecomunicações de Macau / CTT MACAU» emitiram e puseram em circulação,” os segundos selos postais alusivos ao tema “Meios de Transportes”, com a emissão de “Barcos de Carga”, (1) (na sequência da anterior “Barcos de Pesca”) (2). A pagela desta emissão já foi publicada na postagem de 25-10-2017. (3) Foram emitidos também, nesse dia, 4 postais ao preço de 60 avos cada (3)

Os desenhos são de Ng Wai Kin.

Os quatros selos (3 cm x 4 cm) desta emissão são nos valores de 50 avos (Tou de Kau-Kong ou – T´au); 70 avos (Junco a motor “Veng Seng Lei”); 1 pataca (Junco a motor “Tong Heng Long n.º 2; e 6 patacas (Cargueiro “Fong Vong San”).

Os selos apresentam o logotipo da exibição mundial filatélica que decorreu em Roma (Itália) de 25 de Outubro a 3 de Novembro de 1985: “Esposizione Mondiale di Filatelia

 

TOU de KAU-KONG ou SA-T´AU

Conhecido antigamente pelo Tou das sedas. Tinham uma grande vela e serviam o distrito da seda do delta do rio Oeste. Sobre a cobertura permanente encontrava-se montada uma importante bateria de peças de artilharia para defesa da sua valiosa carga e protecção dos ricos negociantes que a acompanhavam. Actualmente ainda existem alguns TOUS, embora desarmados, que se dedicam ao transporte de materiais para a construção civil.

JUNCO A MOTOR “VENG SENG LEI”

Junco de madeira construído em Macau, utilizado no transporte de carga geral, cujo modelo foi introduzido na Província de Kuangtung há cerca de 40 anos, tendo-lhe sido introduzidas algumas alterações na forma de casco e no castelo de proa, que foi elevado, dando-lhe assim possibilidade de enfrentar ondulação mais alterosa. Desloca 229 toneladas brutas com um comprimento fora a fora de 109 pés, 22,6 pés de boca máxima e 11 pés de calado máximo, e uma tripulação que oscila entre 7 e 10 homens.

JUNCO A MOTOR “TONG HENG LONG N. º 2”

Junco de madeira construído em Macau, utilizado no transporte de carga geral, do mesmo modelo que o “VENG SENG LEI”, mas com dimensões ligeiramente superiores. Desloca 306 toneladas brutas, com um comprimento fora a fora de 115 pés, 25,6 pés de boca máxima e 9 pés de calado máximo, tendo uma tripulação entre 7 e 10 homens.

CARGUEIRO “FONG VONG SAN”

Pequeno cargueiro de casco de ferro, destinado ao transporte de carga geral e também de contentores. Com um deslocamento de 337 toneladas brutas, 129 pés de boca máxima e 8 pés de calado máximo, dispõe de um motor principal de 425HP, sendo a tripulação e 13 homens.

Comandante João Manuel Nobre de Carvalho (3) – Director dos Serviços de Marinha de Macau in pagela n.º 18 de «CTT» de 25 de Outubro de 1985

(1) “Meios de Transporte Tradicionais – Barcos de carga” (emissão extraordinária) (B.O. n.º 42 de 19 de Outubro, p. 3078; Portaria n.º 205/85/M

(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/10/22/noticia-de-22-de-outubro-de-1984-filatelia-barcos-de-pesca/

(3) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2017/10/25/noticia-de-25-de-outubro-de-1985-filatelia-barcos-de-carga/  https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/01/22/postais-barcos-de-carga-i/ https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/01/26/postais-barcos-de-carga-ii/

Continuação da divulgação do Programa/catálogo da “SEMANA DE CULTURA CHINESA”, realizada de 30 de Setembro a 8 de Outubro de 1985. (1) A «Mostra Filatélica» foi inaugurada a 4 de Outubro de 1985, na Associação Comercial de Macau e aí esteve presente de 4 a 8 de Outubro.

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/09/30/noticias-de-30-de-setembro-a-8-de-outubro-de-1985-semana-de-cultura-chinesa-i/ https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/10/03/noticias-de-3-a-6-de-outubro-de-1985-semana-de-cultura-chinesa-ii/

Continuação da divulgação do programa da “SEMANA DE CULTURA CHINESA”, realizada de 30 de Setembro a 8 de Outubro de 1985, em Macau (1) com a exibição de 4 filmes chineses da empresa “Southern Film Co.”, um filme por dia, no Teatro D. Pedro V pelas 17.30 horas.

Dia 3 de Outubro – “Intelectuais Quarentões”

Dia 4 de Outubro – “Por Debaixo da Ponte”

Dia 5 de Outubro – “O Sangue é sempre Quente”

Dia 6 de Outubro – “As Memórias da Minha Cidade”

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/09/30/noticias-de-30-de-setembro-a-8-de-outubro-de-1985-semana-de-cultura-chinesa-i/

Programa / Catálogo com 12 folhas (5 folhas – 9 páginas em português, 5 folhas – 9 páginas em chinês e 2 folhas com anúncios em chinês), agrafadas, da “SEMANA DE CULTURA CHINESA”, realizada de 30 de Setembro a 8 de Outubro de 1985, e editada pelo Instituto Cultural, com a colaboração do sector publicitário e cultural da Firma Nam Kwong, Livraria Seng Kwong, Ma Man Kei, Chui Tak Kei e “Southern Film Co.”

CAPA: 25 cm x 24,2 cm

No dia 30 de Setembro foi a inauguração no Teatro Alegria, pelas 20.00 horas, com a apresentação do Grupo de Música e Dança de Cantão que actuaram também nesse teatro, com o mesmo programa, nos dias 1 e 2 de Outubro de 1985.

Em Macau à procura de Camilo Pessanha
Onde foi a casa do poeta
agora é um pátio de escola em que brincam crianças
 e tem à frente um baloiço
e lá atrás duas árvores.
Na esquina da rua com o seu nome
um mendigo serrazina a sua viola
e o som alonga-se chorado,
chora e perde-se devagar
nas outras ruas que levam
à Travessa do Pagode,
à porta da loja onde ainda o espera
o amigo antiquário Ah-Men.
Já ninguém sabe o destino
do cachimbo com que inventava
paraísos e princesas
ou sereias, com seus cantos,
músicas e campos de liliáceas,
cores de mil maravilhas
ao mundo que bem sabia
que era mais o daquele mendigo
àquela esquina para a Sam Má-lô
e a sua viola chorando
pela moeda de meia pataca
que também eu me esqueci de deitar
na tigela que tinha ao lado.

Pedro da Silveira, (1) Corografias, Lisboa, 1985.

(1)  Pedro Laureano Mendonça da Silveira (1922 —2003), mais conhecido por Pedro da Silveira,(1) foi um poeta (um dos grandes poetas açorianos,), historiador, tradutor,  consultor literário de uma editora, crítico literário, investigador, diretor do serviço de Investigação e Espólios da Biblioteca Nacional, com vasta colaboração dispersa em periódicos, revistas e jornais. Fez parte do conselho de redação da revista “Seara Nova” (até 1974), colaborou nos números 40 e 47 da revista “Mundo Literário”. Publicou “A Ilha e o Mundo” (1952), “Sinais de Oeste” (1961), “Corografias” (1985), “Mesa de Amigos” (1985), e, em 2000, começou a ser publicada, por volumes, a sua obra poética completa, na coletânea “Fui ao Mar Buscar Laranjas”, uma edição corrigida e aumentada. https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedro_Laureano_Mendon%C3%A7a_da_Silveira http://www.culturacores.azores.gov.pt/ea/pesquisa/Default.aspx?id=10136 https://www.nch.pt/biblioteca-virtual/bol-nch15/n15-8.html