Archives for posts with tag: 1985

Catálogo (dobrável em sete partes de 25, 5 cm x 9,5 cm) bilingue, português e chinês de “Amostra Filatélica da R.P. China”, evento realizado pelo Instituto Cultural de Macau, em Outubro de 1985, durante a semana da cultura chinesa.

Foram expostas amostras filatélicas da R. P. C. : envelopes de 1.º dia de circulação emitidos entre 1979 e 1985; envelopes comemorativos entre 1981 e 1985; aerogramas comemorativos entre 1979 e1985 e maximafilia entre 1983 1985.

Folhas 1 e 2
Folhas 3 e 4
Folhas 5 e 6
Folha 7 e versão chinesa da mesma folha

Programa (bilingue: português e chinês) da visita/exibição que a equipa nacional de ginástica da R. P. China efectuou a Macau em 16 de Junho de 1985, com organização do Leal Senado e colaboração da “Asan Pacific Sports Promotion (Hong Kong) Co. Ltd”. A exibição foi no Forum de Macau.

CAPA: dimensão 21,5 cm x 21 cm; 12 páginas
Patrocinadores

Publicação (1) do Vice-Almirante Pedro Fragoso de Matos, (2) com o título de “Acção Naval Portuguesa Contra os Piratas no Mar da China, de Maio de 1985, de 40 páginas, onde apresenta, como refere o autor na Introdução (pp. 5-6).”No presente artigo, resultante duma morosa investigação, com grande consulta de publicações e manuscritos coevos, será primeiramente apresentada uma ligeira abordagem sobre o estabelecimento dos portugueses em Malaca e Macau, o seu movimento comercial marítimo para o Extremo Oriente, e a pirataria no Mar da China, sendo, depois, referidos pequenos resumos das mais importantes acções navais para a sua repressão, tenho-as agrupado de acordo com as respectivas épocas e conforme os objectivos pretendidos, por vezes decisivos para a continuação da nossa presença naquelas conturbadas e distantes paragens do Sueste Asiático, num clima de paz e de harmonia com os nossos poderosos vizinhos.”

Contra-Almirante Pedro Fragoso de Matos, Comandante da Escola Naval (3)

(1) MATOS, Pedro Fragoso de – Acção Naval Portuguesa Contra os Piratas no Mar da China”, composto e impresso nas oficinas da Editorial Minerva, Maio de 1985, 49 p., 22,5 cm x 15,7 cm x 0,4 cm.

Adquirido na I Feira do Livro de Macau, organizada pelo Instituto Cultural de Macau, em Lisboa no Forum Picoas de 12 a 18 de Dezembro de 1988.

(2) Outras publicações deste autor relacionados com o Extremo Oriente:

O maior tufão de Macau: separata dos anais do clube militar naval: 1985 – Lisboa: Editorial Minerva, 1985. – 30 p. ; 23 cm.

Recordações do passado: Ano Novo China no porto interior de Macau – Lisboa: 1986. – 15 p.; 23 cm

A odisseia da corveta “iris” no mar da China: separata dos anais do clube militar naval: Lisboa: Editorial Minerva, 1986. – 30 p.

Navios de guerra portugueses nos tufões do Mar da China. Macau : Instituto Cultural de Macau, 1987, 128 p.

Cartas de um Comandante no Extremo Oriente. Macau: Obra Soc. Serv. da Marinha, 1987. – 195 p.

(3) http://www.reservanaval.pt/cforn17/cforn17.html

Mais outro trabalho científico do Dr. Manuel J. Campos Magalhães, (1) médico dermatologista dos Serviços de Saúde de Macau, intitulado “Micoses de Macau – flora dermatofítica de Macau (uma 1.ª contribuição) ” apresentado em capa grossa cartolinada (dimensões: 30,5 cm x 21,5 cm) e no seu interior 21 folhas dactilografadas.

CAPA

O autor reporta aos anos de 1985 e 1986, os seus primeiros estudos das micoses cutâneas do território de Macau.

Resumo: Através da análise de 114 culturas positivas de dermatófitos, obtidas no Serviço de Dermatologia do Hospital Central Conde de S. Januário de Macau, nos anos de 1985 e 1986, verificou-se a nítida preponderância de Trichophyton rubrum (com 76 casos)

Página 1 – RESUMO

(1) Ver anterior referência em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/manuel-j-campos-magalhaes/

Aos membros da comissão executiva, patrocinadores, e a todos os palestrantes foram oferecidos como lembrança uma placa de metal/latão com formato triangular (16 cm de cada lado) com uma inscrição à volta do centro (onde está o logo da reunião) com os dizeres “ REUNIÃO INTERNACIONAL DE GASTROENTEROLOGIA MACAU DEZ.85.”

Verso

Placa fabricada em Hong Kong pela empresa “Perfect”

Realizou-se em Macau e Hong Kong (dia 8 de Dezembro), de 6 a 10 de Dezembro de 1985, a “Reunião Internacional de Gastroenterologia/Internacional Meeting on Gastroenterology”, que contou com a participação de especialistas vindos dos quatro continentes, com o fim de apresentar os mais recentes (na altura) conhecimentos sobre as doenças do aparelho digestivo. As sessões foram em português e inglês com tradução simultânea. Apresento o Programa (25 cm x 18 cm) com 22 páginas , composto e impresso na Imprensa Oficial de Macau.

Capa
Contracapa

O local das sessões foi no Forum de Macau com excepção do dia 8-12-1985 (Dia de Hong Kong) (1) que foi no Hotel Regent de Hong Kong.

Presidiu à sessão inaugural, o encarregado do Governo e Comandante das Forças de Segurança de Macau, coronel Amaral de Freitas (2)

De salientar que neste reunião os Serviços de Saúde de Macau apresentaram vários trabalhos nomeadamente:

1 – Serviço de Medicina:

Dr. Custódio Pais Rodrigues – Epidemiologia das doenças do aparelho digestivo em Macau

Dr. António Victal – Uma avaliação das parasitoses intestinais em Macau

2 – Serviço de Endoscopia Digestiva:

Dr. Alfredo Ritchie – A endoscopia digestiva- experiência do Hospital Central Conde de S. Januário

3 – Serviço de Cirurgia

Dr. Carlos Pereira – Diagnostico de tumores gástricos.

4 – Serviço de Psiquiatria

Dra. Maria Inês Silva Dias – Alguns aspectos do dinamismo psíquico das doenças funcionais.

Comissão Executiva

(1) O dia 8 de Dezembro (Domingo) foi organizado pelo Departamento de Medicina da Universidade de Hong Kong (Presidente: David Todd)

(2) O Governador contra-almirante Almeida e Costa estava em Lisboa onde inaugurou uma exposição patente na Missão de Macau e participou num seminário promovido por várias instituições e subordinada ao tema «Macau, entreposto privilegiado no desenvolvimento de negócios com a República Popular da China»

Os participantes e acompanhantes da “Reunião Internacional de Gastroenterologia /Internacional Meeting on Gastroenterology” cujo início se realizaria de 6 a 10 de Dezembro de 1985 (Ver postagem a ser publicada amanhã) foram recebidos pelo Presidente do Leal Senado, major Carlos José de A. Algéos Ayres e vereadores, no salão nobre do Leal Senado para um cocktail de boas vindas, no dia 5 de Dezembro, pelas 19.30.

O Presidente do Leal Senado oferecendo uma lembrança ao Professor Dr. José Manuel Carrilho Ribeiro (major general médico 1933-2007) em nome da Sociedade Portuguesa de Gastroenterologia.

O Presidente do Leal Senado oferecendo uma lembrança ao Professor Dr. David Todd, do Departamento de Medicina da Universidade de Hong Kong.

NOTA – fotos do autor

Em finais de Março de 1985, uma manifestação desportiva testemunhou, uma vez mais, a amizade e a cooperação existente entre as cidades de Cantão e Macau. Tratou-se da realização da primeira estafeta pedestre Cantão/Macau, organizada pelo Conselho de Desportos da província de Guangdong.

A «embaixada» da vizinha província integrou sessenta pessoas que foram portadoras de uma mensagem «a formular votos de eterna amizade entre os desportistas e a população dos dois Territórios» (Extraído de «NAM VAN», n.º 11, 1985, p. 65)

Bilhete de cinema (12,9 cm x 7, 3 cm) do Teatro Nam Van, fundo amarelo, letra a castanho, para a sessão da tarde (2.30 Horas) do dia 23 de Março de 1965, com o n.º 0719. Preço: $ 0.90.

Este filme “It´s a Mad, Mad, Mad, Mad World” estreou-se neste cinema a 19 de Março de 1965 – ver anterior postagem com o folheto de cinema. (1) A lápis azul, marcação de lugar “Y28”

Verso do bilhete – selo de verba (2)

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2019/03/19/noticia-de-19-de-marco-de-1965-folheto-de-cinema-teatro-nam-van-xxii-its-a-mad-mad-mad-mad-world/

(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/selo-de-verba/

No dia 25 de Agosto de 1985, os «Correios e Telecomunicações de Macau / CTT MACAU» emitiram e puseram em circulação,” os segundos selos postais alusivos ao tema “Meios de Transportes”, com a emissão de “Barcos de Carga”, (1) (na sequência da anterior “Barcos de Pesca”) (2). A pagela desta emissão já foi publicada na postagem de 25-10-2017. (3) Foram emitidos também, nesse dia, 4 postais ao preço de 60 avos cada (3)

Os desenhos são de Ng Wai Kin.

Os quatros selos (3 cm x 4 cm) desta emissão são nos valores de 50 avos (Tou de Kau-Kong ou – T´au); 70 avos (Junco a motor “Veng Seng Lei”); 1 pataca (Junco a motor “Tong Heng Long n.º 2; e 6 patacas (Cargueiro “Fong Vong San”).

Os selos apresentam o logotipo da exibição mundial filatélica que decorreu em Roma (Itália) de 25 de Outubro a 3 de Novembro de 1985: “Esposizione Mondiale di Filatelia

 

TOU de KAU-KONG ou SA-T´AU

Conhecido antigamente pelo Tou das sedas. Tinham uma grande vela e serviam o distrito da seda do delta do rio Oeste. Sobre a cobertura permanente encontrava-se montada uma importante bateria de peças de artilharia para defesa da sua valiosa carga e protecção dos ricos negociantes que a acompanhavam. Actualmente ainda existem alguns TOUS, embora desarmados, que se dedicam ao transporte de materiais para a construção civil.

JUNCO A MOTOR “VENG SENG LEI”

Junco de madeira construído em Macau, utilizado no transporte de carga geral, cujo modelo foi introduzido na Província de Kuangtung há cerca de 40 anos, tendo-lhe sido introduzidas algumas alterações na forma de casco e no castelo de proa, que foi elevado, dando-lhe assim possibilidade de enfrentar ondulação mais alterosa. Desloca 229 toneladas brutas com um comprimento fora a fora de 109 pés, 22,6 pés de boca máxima e 11 pés de calado máximo, e uma tripulação que oscila entre 7 e 10 homens.

JUNCO A MOTOR “TONG HENG LONG N. º 2”

Junco de madeira construído em Macau, utilizado no transporte de carga geral, do mesmo modelo que o “VENG SENG LEI”, mas com dimensões ligeiramente superiores. Desloca 306 toneladas brutas, com um comprimento fora a fora de 115 pés, 25,6 pés de boca máxima e 9 pés de calado máximo, tendo uma tripulação entre 7 e 10 homens.

CARGUEIRO “FONG VONG SAN”

Pequeno cargueiro de casco de ferro, destinado ao transporte de carga geral e também de contentores. Com um deslocamento de 337 toneladas brutas, 129 pés de boca máxima e 8 pés de calado máximo, dispõe de um motor principal de 425HP, sendo a tripulação e 13 homens.

Comandante João Manuel Nobre de Carvalho (3) – Director dos Serviços de Marinha de Macau in pagela n.º 18 de «CTT» de 25 de Outubro de 1985

(1) “Meios de Transporte Tradicionais – Barcos de carga” (emissão extraordinária) (B.O. n.º 42 de 19 de Outubro, p. 3078; Portaria n.º 205/85/M

(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/10/22/noticia-de-22-de-outubro-de-1984-filatelia-barcos-de-pesca/

(3) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2017/10/25/noticia-de-25-de-outubro-de-1985-filatelia-barcos-de-carga/  https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/01/22/postais-barcos-de-carga-i/ https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/01/26/postais-barcos-de-carga-ii/