Archives for posts with tag: 1958

Dois dias de exibição, 19 e 20de Março de 1958, no Teatro Capitol, do filme “Tip on a dead jockey” (Uma corrida fatal), espectáculo para maiores de 18 anos

Tip on a Dead Jockey” é um filme (drama)  de 1957 dirigido por Richard Thorpe com os actores Robert Taylor e Dorothy Malone, baseado num conto de Irwin Shaw , publicado em 1954 no “ The New Yorker”. O primeiro filme da MGM em que aparece no início, o logótipo “rugido do leão”.

Trailer: https://www.imdb.com/video/vi398311449?ref_=tt_pv_vi_aiv

https://www.imdb.com/
title/tt0135564/

A começar no dia 23 o filme “Quantez” (“Fugitivos da lei”),com sessões às 14.30-20.00-22.00 horas por causa da apresentação como complemento de um pequeno filme (18 m) sobre o cantor “NAT KING COLE”(“The Nat ‘King’ Cole Musical Story”), da Universal International,  de 1955, dirigido por Will Cowan.

Quantez” é um filme (western) de 1957, da “Universal Pictures”, em cinemascópio, dirigido por Harry Keller com o actor Fred MacMurray e a mesma actriz do presente folheto, Dorothy Malone.

Extraído de «BGU», XXXIV-393, Março de 1958, pp. 200-207

Extraído de «BOGPM» XLIV – 32 de 6 de Agosto de 1898, p. 281

NOTA: A empresa britânica “Hongkong, Canton & Macao Steamboat Company Limited” (1) fundada em 1865, em Hong Kong (terminou em 1958) com a abertura do Tratado do Rio Oeste (“West River Trade”), aliou-se com a “China Navigation Company” e a empresa de navegação a vapor “Indo-China “ (da “Jardine Mathesosn”) (2)  para formar “The Hong Kong & West River Steamboat Co, Ltd”. nova rota de navegação e de comércio e “turismo” em 1897 (terminou na década 10, do século XX) com os portos de Wuzhou (梧州市), Sanshui (三水) e Jiangmen/ Kong moon (江门).. Esta rota marítima terminou com o declínio do comércio por esta via devido ao aparecimento da linha de comboio entre Kowloon (Hong Kong) e Guangdong (Cantão)

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/hong-kong-canton-macao-steamboat-co/

(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/jardine-matheson-co/

A “Vingança de Frankenstein”  (“The Revenge of Frankenstein”) é uma produção de 1958 do estúdio inglês “Hammer Film Productions” ,que adquiriu os direitos dos clássicos do género terror da `”Universal” (USA) ), e é uma  sequência do 1-º filme que “Hammer” produziu “The Curse of Frankenstein” em 1957. (1)
Realizado por Terence Fisher com os actores Peter Cushing (1913 – 1994), Francis Matthews, Eunice Gayson e Michael Gwynn. Argumento de Jimmy Sangster, história original, livremente baseada na personagem do Barão Frankenstein, da novela de Mary Shelley, aliás é essa a abordagem que caracteriza toda a série Frankenstein da “Hammer”. Neste filme surge a introdução de uma nova variante ao tema: a transplantação de cérebros e outro fantasmas como a criação de humanoides.
Argumento: O barão Frankenstein (Peter Cushing) escapa da execução na guilhotina e usa o pseudônimo de Dr. Victor Stein para abrir sua clínica na Alemanha. Lá, recomeça a suas experimentações com cadáveres, mas um de seus pacientes tem um destino diferente do que Stein planejou. Atuando como diretor de uma instituição psiquiátrica, e com o auxílio do Dr. Kleve (Francis Matthews), ele encontra nos pacientes internados o material para a realização de novas pesquisas. Experiências diversas ocorrem, inclusive transplantes de cérebro, que nem sempre são bem-sucedidas.
(1) “A Maldição de Frankenstein” ( “The Curse of Frankenstein”) é a primeira realização deste género de Terence Fisher, o primeiro argumento de terror de Jimmy Sangter, a primeira interpretação de Christopher Lee como a criatura e de Peter Cushing como o cientista Victor Frankenstein. A “Hammer” produziu seis sequelas de ” Frankenstein”
https://en.wikipedia.org/wiki/The_Revenge_of_Frankenstein
https://www.imdb.com/title/tt0050894/
Trailers do filme:
https://www.youtube.com/watch?v=PxrXFxOt5JA
https://www.dailymotion.com/video/x4ta8od
https://www.youtube.com/watch?v=ydUKa18bczw
https://www.imdb.com/title/tt0050168/
PRÓXIMA MUDANÇA: “ Barnacle Bill”, título original de 1957 produzido no Reino Unido. por “Ealing Studios”. Distribuído para os EUA com o título de “All at Sea”, cópia essa projectada em Macau.
Director: Charles Frend; estória e argumento de T.E.B. Clarke, com os actores: Alec Guinness, Harry Locke e Frederick Piper
Trailers do filme:
https://www.videodetective.com/movies/all-at-sea/912664
https://www.youtube.com/watch?v=UPoPmfA8kOQ
NOTA: os folhetos do Teatro Vitória, em 1957, foram compostos e impressos na Tipografia “San Chong Trading & Co” 1000 exemplares.  por filme. Em 1958, mudaram para a “Tipografia Kai Meng “ na Rua dos Mercadores n.º 123 (Tel: 2637)

Extraído do «BGC» XXVI-298, Abril de 1950, p. 177

O Serviço de Radiologia e Agentes Físicos era chefiada nesse ano pelo radiologista Dr. Abel Simões de Carvalho Júnior (1) e tinha somente no quadro um funcionário, o operador electroradiologista, Adriano Gomes da Silva
Na verdade, o custo total das aparelhagens foi de 225 883,62 patacas assim distribuídos:
1 – Aparelho de Raios X, portátil, Watson”. Custo – $5 615,27.
2 – Unidade completa “Picker”, de 500 Miliamperes, para fluoroscopia e radiografia com seriógrafo. Custo – $ 142 514,30 patacas.
3 – Aparelho de tomografia “Picker”. Custo -$ 77 754,05 patacas. (2)
Recorda-se que nessa data Abril de 1950 ainda funcionava o velho Hospital Militar Sam JanuárioAlbano que foi demolido a 18-11-1952, começando a 1.ª das 3 fases da construção do novo edifício baptizado com o nome de «Hospital Central Conde de S. Januário» , cuja primeira fase foi inaugurada a 10-06-1953 pelo Alm. Marques Esparteiro. O Hospital completo só terminaria em 1958.
(1) Abel Simões de Carvalho Júnior (1897 – ?), formado em Medicina, em 1922, foi colocado em Moçambique nesse ano. Em 1930, estagiou na Faculdade de Medicina da Universidade de Paris, a fim de se aperfeiçoar nos serviços de radiologia e electroterapia. Em 1949, foi nomeado para exercer o cargo de radiologista do quadro complementar de cirurgiões e especialista e por portaria de 28 de Maio (B. O. n.º 30) foi transferido por conveniência de serviço para a colónia de Macau. Esteve colocado em Macau até 1956, data em que a Junta de Saúde de 28 de Junho de 1956 o considerou incapaz de todo o serviço por sofrer de doença grave e incurável. Em 25-7-1956 embarcou de Macau para seguir para Portugal. Desligado de serviço para efeitos de aposentação (B.O. n.º 52 de 29-12-1956.
Além do serviço de radiologia, elaborou também os projectos da cozinha hospitalar do novo Hospital Central Conde de S. Januário (3)
Refira-se que na inauguração do primeiro bloco do novo edifício, a 10 de Junho de 1953, pelo Governador Almirante Marques Esparteiro, o Eng. José dos Santos Baptista, salientou a importante colaboração do médico-radiologista Abel de Carvalho na elaboração do projecto desse hospital.
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/02/19/hospital-central-conde-s-januario-i/
(2) «Obras e Melhoramentos efectuados em Macau no Último Triénio» – Set.1947 a  Set. 1950, Imprensa Nacional, 1950.
(3) TEIXEIRA, Pe. Manuel – A Medicina em Macau, volumes III-IV, 1998.

Fotografia da festa de Natal de 1958 com os que frequentavam a catequese (portuguesa e chinesa) da paróquia da Sé.
O Bispo da diocese era D. Policarpo da Costa Vaz  高德華.
Creio que o responsável (de costas na foto) era o Padre João Baptista Guterres e o local do encontro foi no auditório do Colégio de Santa Rosa de Lima.

Estreou-se a 30 de Outubro de 1958, no Teatro Império, o filme italiano (“em cinemascópios” ): “Hercules” (cópia dublada em inglês) (1)
O actor Steve Reeves (2) tem o papel principal – Hércules – e Sylva Koscina como princesa Iole. Filme dirigido por Pietro Francisci e produzido por Federico Teti.
(1) Título original “Le fatiche di Ercole, filme de 1958, (20 de Fevereiro), um dos filmes produzidos na Itália nas décadas de 50 e 60 (século XX) conhecidos como “filmes peplum” (3) subgénero de filme épico, inspirados em temas bíblicos mitológicos ou ambientados na Antiguidade.

O produtor americano Joseph E. Levine comprou os direitos do filme para distribuição nos E.U.A., tenho lançando-o na estreia em 175 teatros, na área de Nova Iorque (dia 22 de Julho de 1959)
https://en.wikipedia.org/wiki/Hercules_(1958_film)

Steve Reeves as Hercules

(2) Stephen Lester Reeves (1926 – 2000) foi inicialmente fisioculturista com vários títulos como um “Mr. Universo” (1950) e “Mr.America” (1947) Tornou-se actor mas só se tornou conhecido internacionalmente com este filme, tanto que fez logo a seguir (também com a actriz Sylvia Koscina) uma sequela “Hercules Unchained” (título original: “Ercole e la Regina di Lidia”) e depois, a maioria, filmes épicos italianos de temática mitológica. Reeves teve sua voz dublada nos épicos italianos. Os únicos filmes em que sua voz real é ouvida só nos seus primeiros filmes: “Athena”, de 1954, e “Jail Balt”, do mesmo ano. Fez cerca de 18 filmes entre 1954 a 1968.

Sylva Koscina as Iole

(3) Peplo: uma espécie de túnica feminina sem mangas e presa ao ombro, usada na Grécia Antiga. O termo “plepum” apareceu pela primeira vez na edição de maio de 1962, da revista Cahiers du Cinéma, no artigo “L’âge du péplum“, do crítico francês Jacques Siclier, o qual utilizou metonimicamente a palavra péplum (em português, ‘peplo’)
https://pt.wikipedia.org/wiki/Filme_peplum
Trailer do filme:
https://www.dailymotion.com/video/x2n8hq7
BREVEMENTE:
Ten North Frederick”, filme americano / drama 1958 American em « CinemaScope» escrito e dirigido por  Philip Dunne com os actores Gary Cooper, Diane Varsi e Suzy Parker. Argumento baseado no livro de John O´Hara de 1955.
Trailers deste filme em:
https://www.youtube.com/watch?v=AJ2muMl-lFQ
https://www.youtube.com/watch?v=O1L4w6BlBuY
https://www.youtube.com/watch?v=X_xuEG6EwGw
Marjorie Morningstar”, filme americano / melodrama da “Warner Bros”,  de 1958 dirigido por Irving Rapper e produção de Milton Sperling, baseado no romance de 1955 de Herman Wouk. Elenco: Gene Kelly, Natalie Wood e Claire Trevor. Considerado por alguns críticos como um das melhores interpretações de Natalie Wood.
A canção “A Very Precious Love”, composta por Sammy Fain e Paul Francis Webster e cantada por Gene Kelly,  foi indicada ao Oscar (nesse ano ganhou a canção “Gigi”, do filme com o mesmo título)
Trailers do filme:
https://www.youtube.com/watch?v=DwrPWkTbcT8
https://www.youtube.com/watch?v=fiz1jV2wguU
https://www.youtube.com/watch?v=QIBaLrCGPus
Trailer da canção
https://www.youtube.com/watch?v=XAGSUwffTH4

Estreado em Macau a 23 de Maio de 1958 no Teatro Apollo, este filme (drama/musical) de Frank Sinatra, (com Mitzi Gaynor, Jeanne Crain, and Eddie Albert), de 1957, é um filme baseado na biografia do popular cantor e comediante (tipo “stand –up”)  americano entre 1920 a 1950, Joe E. Lewis (1) Dirigido por Charles Vidor, a preto e branco para a Paramount Pictures.
O título curioso adoptado em Macau “O espirituoso anda descontrolado” (???) . Em Portugal “ A Arte e a Vida”.
Ganhou em 1957 Óscar da Academia pela melhor canção original , “All the Way” (2) de Jimmy Van Heusen (música)  e  Sammy Cahn (letra), cantada e gravada por Frank Sinatra e depois por muitos outros cantores. Por este motivo, o filme quando foi reposto após alguns anos, surgiu com o título de “All Tha Way”.
No filme Frank Sinatra canta além desta canção, as seguintes: “I Cried for You”, “If I Could Be with You” e  “Chicago”.
BREVEMENTE:
Outro filme de Jerry Lewis “The Sad Sack”, comédia de 1957 dirigido por George Marshall (3)
(1) Joe E. Lewis (1902-1971).
https://www.youtube.com/watch?v=ayLOvILojSY
(2) https://www.youtube.com/watch?v=ZAeGBx4BMRk
(3) https://www.youtube.com/watch?v=c_5dGUJXGqU
http://www.tcm.com/mediaroom/video/422335/Sad-Sack-The-Original-Trailer-.html
Trailers do filme:
https://www.youtube.com/watch?v=EfEX9Z4NkCM
https://www.youtube.com/watch?v=MEcqQCNpiuI
https://www.youtube.com/watch?v=s2BbtxjnSGk
http://www.tcm.com/mediaroom/video/987567/Joker-Is-Wild-The-Movie-Clip-All-The-Way.html

Acedendo ao convite do comandante da P. S. P. (1) desta província deslocou-se, no dia 16 de Março de 1958, a Macau, a fim de assistir à Festa Anual da Polícia, o comissário da Polícia de Hong Kong, Sr. Arthur Crawford Maxwell, (2) acompanhado de três oficiais superiores da referida polícia.

Na foto vê-se o comissário Maxwell seguido do comandante da P. S. P. de Macau passando revista à guarda de honra, composta de uma companhia a três pelotões.(3)

A Festa Anual da Polícia teve uma demonstração do nível de eficiência e técnica da referida corporação, no campo desportivo de 28 de Maio.

Na foto vê-se um aspecto da tribuna de honra.

Informações e fotos de «BGU» XXXIV 393, Março de 1958, pp. 200-207
(1) O Comandante da P.S.P nessa data era o Tenente miliciano de infantaria (depois promovido a capitão) José Vaz Dias da Silva; comandante de 3/9/1956 a 4/12/1960.
http://www.fsm.gov.mo/psp/por/psp_org_9.html
(2) Arthur Crawford Maxwell – 麥士 (1909-1964) – Oficial da Polícia na Malásia antes da II Guerra Mundial e Comissário de Polícia em Sarawak entre 1947 e 1949. Comissário (“Deputy Commissioner”) em Hong Kong de 1953 a 1959
https://zh.wikipedia.org/wiki/麥士維_(警務處處長)
(3) O Corpo de Polícia de Segurança Pública de Macau tinha um efectivo de cerca 600 homens (Anuário de Macau, 1957, p-57). Estava distribuída por 5 esquadras e 2 postos policiais, um dos quais na fronteira com o continente chinês – Porta do Cerco.
A Esquadra n.º 1 – ou Central da Polícia – achava-se instalada no edifício do Comando, situado na Rua Central. No mesmo edifício funcionavam as Polícias de Investigação Criminal, de Trânsito e de Imigração. Achava-se a cidade dividida, para efeitos de policiamento, em duas zonas, orientadas cada uma por um oficial subalterno, de acordo com as directivas emanadas do Comando. As Ilhas (Esquadra Policial n. 5) constituíam a 3.º Zona, igualmente orientada por um oficial subalterno.

Assinalando o 1.º aniversário de seu governo (1) a Comunidade Chinesa de Macau homenageou o governador da província, comandante Pedro Correia de Barros, e sua esposa, no dia 8 de Março de 1958, com um lauto banquete chinês no restaurante “Golden City” («Cidade de Oiro»), no Hotel Central (2)
Retribuindo os cumprimentos do comandante militar interino, tenente-coronel Leonídio Marques de Carvalho, o governador comandante Pedro Correia de Barros esteve no quartel-general, onde lhe foram prestadas as honras de ordenança militar.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é bgu-xxxiv393-mar1958-embaixador-eua-1.png

Esteve em Macau, despedindo do governador comandante Pedro Correia de Barros, o novo embaixador dos Estados Unidos em Taipé Sr. Everet F. Drumright, (3) antigo cônsul geral em Macau e Hong Kong, acompanhado do adido naval, comandante M. C.Walley
Procedeu-se, no Porto Exterior, à destruição de grande quantidade de estupefacientes e artigos de fumatório e de laboratório apreendidos nos últimos 6 meses e avaliados em cerca de um milhão de patacas. Na foto vê-se o governador Pedro Correia de Barros assistindo.
Informações e fotos de «BGU» XXXIV-393, Março de 1958.
(1) Pedro Correia de Barros, tomou posse a 8 de Março de 1957 e governou a Província de Macau até 17 de Setembro de 1959 (sucedeu-o Jaime Silvério Marques)
Anteriores referências a este Governador em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/pedro-correia-de-barros/
(2) O restaurante “Golden City” («Cidade de Oiro») ficava no 5.º andar do Hotel Central
Anteriores referências a este Hotel em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/hotel-centralpresident-hotelgrand-central-hotel/
(3) Everrett F. Drumright (1906-1993), diplomata de carreira desde 1930, foi embaixador dos Estados Unidos em Taipé de 1958 a 1962. Foi um defensor das pretensões chinesas de Taipé (nacionalista), nas Nações Unidas (nomeadamente no assento no Conselho de Segurança). Reformado em 1963, manteve-se como académico em universidades americanas. Era um estudioso da língua chinesa pelo que a maior parte da sua carreira diplomática esteve sempre ligado à China (Hankow, Beijing, Shanghai, Shantou, Nanjing, Chongqing). Cônsul geral em Hong Kong e Macau de 1954 a 1958. (“The New York Times”, 27 de Abril de 1993)