Archives for posts with tag: 1778

“Tomou posse da Capitania Geral e Governo de Macau, o Fidalgo Cavalheiro Diogo Fernandes Salema Lobo Saldanha. Com este Governador, que não era bemquisto pelos moradores, tomou nova forma o governo de Macau” (1) Salema Saldanha foi governador durante os anos de 1767- 1770 (1.ª vez) e depois 26-07-1771 a 1776. (2)  

Charles R. Boxer dá dele as seguintes informações: (3) «Fidalgo Cavalleiro – Natural da Vila da Batalha, Bispado de Leiria. Era filho de José Salema Cabral e Paiva e neto de Miguel Salema. Tomou posse em 19 de Agosto. Sobre este governador, o viajante holandês A. E. Van Braam Houckgeest (4), que vivia em Macau durante os anos de 1759-1963, diz-nos: «Este chefe, que unia ao nascimento uma distinta educação, fazia aos estrangeiros um acolhimento, que, atraindo-os a si, lhe ganhava os ódios dos habitantes de Macau»

Também o Vice-Rei da Índia numa carta de 18 de Abril de 1778, referia às muitas queixas contra este governador: « … tendo nomeado D. Rodrigo de Castro (5) para o Governo de Macao, sucedeo que elle falecesse na viagem saindo de Malaca. Chegado o navio a Macao se abriram as vias de sucessão, e na primeira tinha nomeação o Bispo daquela diocese, e ficou governando interinamente com geral acceitação do povo daquella cidade, o que bem se demonstrou porque, nas monções antecedentes sendo muitas e muitas as queixas contra o governador, Diogo Ferreira Salema de Saldanha, que não houve nesta monção queixa alguma contra o bispo |D. Alexandre|… » (6) (7)

(1) GOMES, L.G. – Efemérides da História de Macau, 1954

(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/diogo-fernandes-salema-e-saldanha/

(3) BOXER, Charles R. Estudos para a História de Macau, Séculos XVI a XVIII 1.º Tomo, 1991, p. 253-254

(4) Autor do livro: “Voyage de l´ambassade de la Compagnie des Indies Orientales hollandaises vers l´empereur de la Chine dans 1794-1795.

(5) No dia 26 de Julho de 1771, Salema e Saldanha retoma o governo, vago pela morte de D. Rodrigo de Castro; este fora nomeado pela terceira vez Governador de Macau em 1771. https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/rodrigo-de-castro/

(6) D. Alexandre da Silva Pedrosa Guimarães (1727-1799) foi eleito Bispo de Macau a 13 de Julho de 1772. Chegou a Macau a 23-08-1774, tomando posse a 04-09-1774. Tomou posse do cargo de Governador e capitão-Geral de Macau, interinamente, a 25-06-1777. Adepto incondicional da política pombalina, e acérrimo inimigo dos jesuítas, deixou de ser governador a 1 de Agosto de 1778, (3) com a queda do Marquês de Pombal, e falecimento do Rei D. José em 1777.

(7) SILVA, Beatriz Basto da Cronologia da História de Macau, Vol. 2,1997. https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/alexandre-pedrosa-guimaraes/

26-07-1771 – Tomou posse, pela segunda vez, do cargo de Governador e Capitão-Geral Diogo Fernandes de Salema e Saldanha. (1) (2)
«Salema e Saldanha retoma o governo, vago pela morte de D. Rodrigo de Castro (3) mas este, em 1771, o navio em que vinha, saindo de Malaca, naufragou ao Sul de Cochim, sendo vários náufragos feridos pelos moiros, que mataram Manuel Caetano, escrivão do sindicante João Diogo Guerreiro e Alvim. O Governador salvou-se do naufrágio, mas faleceu na viagem para Macau» (4)
(1) GOMES, L.G. – Efemérides da História de Macau, 1954
(2) O Fidalgo Cavaleiro Diogo Fernandes Salema e Saldanha tomou posse em 19 de Agosto de 1767. Terá sido governador de 1967 a 1770 e depois de 1771-1776. Por via de sucessão, tomou interinamente posse do cargo de Governador e Capitão Geral o Bispo da Diocese (desde 13-07-1772) D. Alexandre da Silva Pedrosa Guimarães no dia 25-06-1777 até Agosto de 1778. (SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, Vol. 2,1997)
(3) O Moço Fidalgo D. Rodrigo de Castro, natural de Goa, tomou posse do Governo de Macau a 29-07-1752. Sendo substituído em 14-07-1755 por Francisco António Pereira Coutinho, voltou a governar esta cidade, em 29-07-1770 e, foi ainda nomeado pela terceira vez, em 1774, porém morreu na viagem para Macau.
(as fontes não coincidem sobre as nomeações dos governadores de Macau entre 1970- 1773) (1) (2) PEREIRA, A. Marques – Ephemerides Commemorativas … )
(4) TEIXEIRA, Manuel – Macau no Século XVIII, p. 551