Archives for category: Vivências

“Morre lentamente quem não viaja”

 Pablo Neruda (1)

La Chascona é a Casa Museu de Pablo Neruda em Santiago do Chile.

(1) Pablo Neruda é o pseudônimo de Ricardo Eliécer Neftalí Reyes Basoalto (Parral, 1904 — Santiago, 1973), poeta chileno, um dos mais importantes poetas da língua castelhana do século XX; foi cônsul do Chile na Espanha (1934 — 1938) e no México. Neruda recebeu o Nobel de Literatura em 1971.
Outras referências a «Viagens»
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/03/13/viajar-i/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/03/24/viajar/

Realizaram-se em Tróia (Portugal) (1) de 20 a 25 de Abril de 1990, os VII JOGOS MÉDICOS NACIONAIS. (2) Uma delegação – médicos e um fisioterapeuta (um especial grande abraço a Emanuel Vital) – dos Serviços de Saúde de Macau, participou neste encontro nas modalidades de ténis, ténis de mesa e futebol (de cinco).

Como recordação deste encontro desportivo, uma “T-shirt” com o logótipo dos “Jogos” desse ano.
Dorsal da camisola

(1) A Península de Tróia é uma restinga arenosa com mais de 25 km de comprimento e 0,5 a 1,5 km de largura, no litoral da freguesia de Carvalhal, no concelho de Grândola, entre o oceano Atlântico (a oeste) e o estuário do rio Sado (a leste). A península formou-se nos últimos 5000 anos de sul para norte, desde a Comporta até Tróia em frente à cidade de Setúbal. Encontre na sub-região de Área Metropolitana de Lisboa.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pen%C3%ADnsula_de_Troia
(2) Não sei se ainda se realizam esses jogos. Na Net circula a divulgação de 2012 (30 de Maio a 4 de Abril) – 28.º Jogos Médicos Nacionais. Terá sido a última?

Mais dois ”slides” digitalizados da colecção “MACAU COLOR SLIDES – KODAK EASTMAN COLOR”comprados na década de 60 (século XX), se não me engano, na Foto PRINCESA (1)

A Fortaleza do Monte
O Edifício do Leal Senado e a Estátua do Coronel Mesquita (derrubado em 1966)

Em frente da estátua, estacionados, os triciclos de aluguer.
Na Avenida Almeida Ribeiro, o “bus” em direcção à Barra (nessa época o custo do percurso Porta do Cerco-Barra –  10 avos)

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/decada-de-60-seculo-xx/  

Na sequência das realizações da “SEMANA VERDE DE MACAU” em diversos anos (1), também em 1995 se comemorou este evento com a publicação de um postal (Edição da Câmara Municipal das Ilhas, 1995; 15,7 cm x 11,4 cm) com uma fotografia de uma cobra (Cobra-de-cabeça-encarnada) que era vulgar encontrar-se (nas décadas de 50 a 70 – século XX) junto aos arbustos ou terrenos não urbanizados principalmente na Colina da Guia, junto à Fortaleza, no sopé junto à Estrada de Cacilhas, no Paiol de Cacilhas, etc. Também era muito comum encontrá-los, nessas décadas, na Taipa e em Coloane. Desconheço se ainda haverá algum exemplar a circular por aí.

Colubriae – Amphiesma stolata (Linnacus)
Cobra-de-cabeça-encarnada

Réptil da ordem Serpentiformes que se distingue dos outros ofídios pela cor da sua cabeça (amarela com tons alaranjados muito fortes).
É tímida e não venenosa. Encontra-se normalmente, junto a baldios e terrenos ainda não urbanizados.

Verso do postal (em português e chinês com o logótipo da Câmara Municipal das Ilhas)
Envelope (16 cm x 11 cm) com o logotipo da “SEMANA VERDE DE MACAU” do ano de 1995, emitido pela Câmara Municipal das Ilhas.

(1)  https://nenotavaiconta.wordpress.com/2016/03/15/noticias-de-15-21-de-marco-de-1984-e-1985-autocolan-tes-iii-e-iv-semana-verde-de-macau/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/07/13/anuncio-semana-verde-88/

Possuo uma moeda pequena (gasta pelo uso, lembrança da minha avó), de 1,8 cm de diâmetro, da Província de Cantão/Guangdong, que circulou entre 1890 e 1908. Possivelmente circulava em Macau ou trazida por algum emigrante ou refugiado.

moeda-kwang-tung-province-iKWANG-TUNG PROVINCE
7.2 CANDAREENS
No centro um dragão manchu

As especificações da moeda:
País:    China – Província de Guangdong (Kwangtung)
Anos (circulação): 1890-1908
Valor: 10 Cents (0.1)
Metal: prata
Peso: 2.7 g
Diâmetro: 18.5 mm
Espessura: 5 mm
moeda-kwang-tung-province-iiNo Verso:
Em cima (leitura da direita para a esquerda): – nome da província de Guangdong.
No centro (leitura de cima para baixo): 光 緒 -Guangxù, nome do imperador (1875 to 1908).
No centro (leitura da esquerda para a direita): – “moeda” bao yuan.
Em baixo (leitura da direita para a esquerda)   – peso da moeda: 7 “candareens” () and 2 “mace ”(). (1)

O “site” (2) publicita um exemplar de uma mesma moeda mas em muito melhor estado de conservação:
moeda-kwang-tung-province-iiimoeda-kwang-tung-province-iv mandarim pīnyīn: zào shěng dōng guǎng; cantonense jyutping: cou3 saang2 dung1 gwong2
光 緒mandarim pīnyīn:   guāng xù; cantonense jyutping: gwong1 seoi5
–  mandarim pīnyīn:   bǎo yuán; cantonense jyutping: bou2 jyun4
mandarim pīnyīn: lí  èr fēn qī píng kù  ; cantonense jyutping: hei1 ji6 fan1 cat1 peng4 fu3
(1): 7.2 candareens = 0.72 mace = 2.69 gramas (1 mace = 3,73 gramas)
http://en.numista.com/catalogue/pieces7386.html
(2) http://www.ebay.com/itm/1890-1908-China-Kwang-Tung-Province-Silver-10-Cents-old-World-Silver-Coin-/121657271649
NOTA:The coin is a 7.2 Candareens (10 Cent) piece from Kwangtung province from the famous “Reversed Pattern” series. The story behind this coin begins in 1887 when the Viceroy of Kwangtung province, Chang Chi-tung, authorized the first modern mint in China to be built in his province. With equipment from the Birmingham Mint, China created the largest mint in the world at that time. The inaugural issue, known as the “Seven Three” series, contained a greater proportion of silver than the rival Mexican dollar. Most of these pieces were promptly melted down and became quite scarce. The next series saw a slightly reduced silver content, but were essentially identical to Alan Wyon’s original engraving designs but with a few modifications.”
http://old.stacksbowers.com/NewsMedia/PressReleases/TabId/744/ArtMID/2700/ArticleID/184/Kwangtung-72-Candareens-Reversed-Pattern.aspx

Quatro “slides” do meu álbum pessoal, tiradas em 4 de Abril de 2011, na Fortaleza da Guia e agora digitalizadas (resolução 600 ppp.).

pormenores-da-fortaleza-da-guia-2011-i

pormenores-da-fortaleza-da-guia-2011-ii

pormenores-da-fortaleza-da-guia-2011-iii

pormenores-da-fortaleza-da-guia-2011-iv

Masqui seza sã unga Blogue namás
Cinco anos tã garidona já festejá
vivencias-5-anos-do-blogueFichâ ano, unga ano más
Ronça vem, ronça vai,
Cada vez más papel, más livros
Muto noticias pra apontá
azinha azinha já isquevê
Vinte cento “Post” fora já chegá
Más bôm, três cento, iou muto querê
Sô unchinho namás
Iou vai logo muto caprichá.

vivencias-5-anos-do-blogue-ii