Archives for category: Usos e Costumes

Continuação do artigo de Davide Barrote (1) acerca das festas do novo ano lunar realizadas em Macau no ano de 1957.
(1) Ver anterior artigo em:
«BGU» XXXIII – 381, Março de 1957.

Hoje é o 1.º dia do Novo Ano Lunar – ANO DO CÃO –TERRA e recordo um artigo de David Barrote, publicado no «BGU», (1) do ano de 1957, acerca das festas então realizadas no novo ano lunar – GALO / FOGO  que nesse ano foi a 31 de Janeiro de 1957.
(1) «BGU» XXXIII – 381, Março de 1957.

Festejou- no dia 12 de Fevereiro de 1956, a entrada do novo ano lunar – MACACO /FOGO, acontecimento relatado no «BGU» (1)

Em torno da estátua do heróico coronel Vicente Nicolau Mesquita montaram tenda para a tradicional venda de flores naturais e ramos de pessegueiros no dia de ano novo lunar
Uma novidade para este ano novo chinês foi uma banca onde vendiam antiguidades chinesas, estatuetas que faziam o encanto dos colecionadores.
Nas bancas de flores viam-se vasos com tangerineiras de palmo e meio pejadas de frutos maduros

(1) Extraído de «BGU» XXXII – 370 Abril de 1956.

Tông Kuá Tchông  – 冬瓜盅 (1)

É um prato de cozinha chinesa, entre nós conhecido por cabeça de bonzo. É uma corcubitácea (2) recheada com caldo, no qual se encontram misturados pedaços de carne, de pato fresco, de pato salgado, cogumelos, cevada, etc. Em chinês ao indivíduo que é traído pela sua mulher, se diz tái lôk môu (usa chapéu verde) (3).  Como a casca desta corcubitácia é verde este termo é também empregado para se referir a um marido que é traído pela sua mulher.
GOMES, Luís Gonzaga in «Mosaico», 1952.
(1) 冬瓜盅mandarim pīnyīn: dōng guā zhōng; cantonense jyutping: dung1  gwaa1 zung melão cucumber + inverno + tigela
A foto foi retirada de:
http://www.daydaycook.com/daydaycook/hk/website/recipe/details.do?id=25941
(2) Cucurbitaceae é uma família de plantas eudicotiledôneas fabídeas, de haste rastejante, rupícolas ou terrícolas, frequentemente com gavinhas de sustentação, que reúne cerca de mil espécies entre as quais várias domesticadas e de grande importância econômica tais como abóbora, melão, melancia, bucha, cabaça (cuia), abobrinha, pepino, etc. (https://pt.wikipedia.org/wiki/Cucurbitaceae)
(3) 戴  绿 帽  mandarim pīnyīn: dài lǜ mào; cantonense jyutping: daai3 luk6 mou6

No seguimento da anterior postagem de 25 de Janeiro de 2018 (1), foi  neste dia de 2 de Fevereiro de 1984 que se iniciou o ano lunar do rato  que duraria até 19 de Fevereiro de 1985.
Da pagela (1) retiro o seguinte:
ANO LUNAR DO RATO
2 de Fevereiro de 1984 a 19 de Fevereiro de 1985
O calendário lunar Chinês é considerado dos mais antigos da História, datando de 2637 A. C. quando o Imperador Huang Ti introduziu o 1.º ciclo deste zodíaco no ano 61 do seu reinado.
Um ciclo completo tem 60 anos e é constituído por 5 ciclos simples – metal, água, madeira, fogo e terra – de 12 anos cada. Doze animais – Rato, Búfalo, Tigre, Coelho, Dragão, Cobra, Cavalo, Cabra, Macaco, Galo, Cão e Porco – estão relacionados com cada um dos doze anos de cada ciclo simples.
Conforme a lenda, Buda convocou todos os animais, antes de iniciar a sua partida da Terra. Só doze compareceram para se despedirem. Como recompensa Buda deu o nome de cada animal, por ordem de chegada, a cada ano do ciclo lunar. O Rato foi o primeiro animal a chegar, assim se tornando o primeiro animal do ciclo.
De acordo com a sabedoria popular Chinesa, o animal que regula o ano em que nascemos exerce uma profunda influência nas nossas vidas porque, como diz um velho ditado, “é o animal que se esconde no nosso coração”.
O ano do Rato é considerado um ano farto, trazendo oportunidades e boas perspectivas. A economia mundial desenvolve-se. No geral é um ano mais feliz do que a maioria dos outros,  livre de acontecimentos explosivos e guerras e com muito menos catástrofes do que o ano do Tigre ou do Dragão.
As principais características dos nativos do ano do Rato são a sua integridade, honestidade, generosidade e capacidade de trabalho. Pode-se dizer que o rato é uma personalidade à primeira vista reservada mas brilhante, eficiente, feliz e sociável.

Serviço de Filatelia dos CTT de Macau

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2018/01/25/noticia-de-25-de-janeiro-de-1984-filatelia-1-o-dia-de-circulacao-ano-lunar-do-rato-i/

Emissão extraordinária  do sobrescrito de 1.º dia de circulação no dia 25 de Janeiro de 1984 (com o selo e obliteração de 1.º dia), pelos CTT de Macau com o tema: “ANO LUNAR DO RATO – 鼠年.(1) (2) No ano de 1984, o ano novo chinês iniciou-se a 2 de Fevereiro e o ano lunar do rato  começou nesta data até 19 de Fevereiro de 1985.
Apresento a pagela n.º 8 (em português, inglês e chinês) com a inserção dum selo (com o mesmo motivo) de 60 avos (República Portuguesa MACAU) com a obliteração de 1.º dia de circulação.
O desenho é de José Cândido

Dados Técnicos

(1) 鼠年mandarim pīnyīn; shǔ nián; cantonense jyutping: syu2 nin4
(2) B. O. N.º 3 de 14 de Janeiro de 1984 – Portaria n.º 1/84/M: Emite e põe em circulação 450 000 selos postais da taxa de $ 0,60, alusivos ao signo chinês do Ano Novo Lunar do Rato.

Extraído de «Bol. Governo de Macau», XII-1, 1867.