Archives for category: Desporto

Na tarde de 21 de Julho de 1951, no campo dos operários (pelado) (1) defrontaram-se os primeiros classificados do campeonato militar e do campeonato civil de futebol em miniatura, (2) saindo vencedor o grupo civil Leng Yee, que derrotou o adversário por 2-0

O grupo Leng Yee com a taça que ganhou
O capitão do grupo Leng Yee recebendo a taçadas mãos do sr. Ung Tchek  Ii, representante da Associação dos Cambistas Chineses, doadora da taça

Extraído de “Mosaico”, II-1 de Agosto de 1951

(1) Lugar actualmente ocupado pelo Hotel Grand Lisboa.

“Associação de Futebol em Miniatura de Macau (AFMM) – grande regozijo a notícia do despacho do Governador cedência dum terreno nos aterros da Praia Grande para a construção dum campo para a prática de futebol em miniatura” (3)

(2) Os Estatutos do Futebol em Miniatura (vulgo Bolinha) foram aprovados em 06-11-1943 – Portaria n.º 3251 (posteriormente foram actualizados a 08-05-1963, Portaria n.º 7:245, data em que o nº de equipas inscritas eram mais de 25) (4)

A.F.M.M. inaugurou a sua nova sede bem como o campo de jogos na Praia Grande a 29-08-1953, e iniciou o Campeonato de Bolinha, no dia 1 de Setembro, de 1953, o qual foi precedido dum festival desportivo de inauguração do campo de jogos e abertura do Campeonato de Macau. Inscreveram 24 grupos, 12 portugueses e 12 chineses, os quais disputaram a prova divididos em três séries diferentes. Os três primeiros classificados de cada série disputaram entre si o título de campeão, numa «poule final». O magnífico troféu posto à disputa intitulava-se “Taça Governador Joaquim Marques Esparteiro.” (3)

(3) «Macau Boletim Informativo», Ano I, n.º 2, 31 de Agosto de 1953, p. 13)

(4) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, Volume III, 2015, p. 277).

Extraído de «BGPMTS», VI-34 de 12 de Julho de 1851 p. 110

O governador de Macau era Francisco António Gonsalves Cardoso (3-02-1851 a 19-11-1851) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/francisco-a-g-cardoso/

Para assinalar o DIA DA CIDADE, 24 de Junho – dia do seu padroeiro, São João Baptista – em 1992, foi comemorada com diversas actividades:

– Três exposições: uma fotográfica sobre o “Leal Senado  e o Cidadão”, uma de flores de lotus e uma de notas. A mostra fotográfica, na galeria de exposições temporárias do município, destinada a informar os cidadãos sobre as actividades e o funcionamento do Leal Senado, abriu a 23 de Junho e esteve patente durante quase 15 dias. A exposição de flores de lotus decorreu no novo parque municipal Dr. Sun Iat Sem, construído junto ao canal dos Patos. O Banco Nacional Ultramarino que nesse ano festejava os 90 anos da sua presença no território promoveu, também no Leal Senado, uma exposição de notas, moedas e documentos de Macau.

– Uma corrida pedestre pelas ruas de Macau – “Uma légua na cidade”, a corrida pedestre aberta a todos os cidadãos, reuniu atletas divididos em cinco escalões: homens, mulheres, deficientes físicos, adultos com mais de 55 ano e crianças com menos de 13. Concentrados manhã cedo no Largo do Senado, os atletas correram cerca de 4.500 metros.

– Uma representação teatral

– Um espectáculo de variedades no Largo do Senado

No dia anterior, 23 de Junho, foi celebrada missa na Sé Catedral em honra de São João Baptista e à noite realizou-se o arraial de S. João em Hac Sá, Coloane.

Fotos e informação extraídos de «MacaU», II série n.º 4 de Agosto de 92, p.91.

“No âmbito de uma digressão à República Popular da China, a equipa de futebol do Sport Lisboa e Benfica deslocou-se até Macau para disputar um encontro frente à selecção macaense.

Fase movimentada do encontro com a bola a rondar a baliza da selecção local

O desafio, englobado nas actividades do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, marcou o regresso da equipa encarnada ao Território, levando o público local a comparecer em massa no Complexo Desportivo de Macau Canídromo, para um encontro em que o “Glorioso” venceu sem dificuldade, a selecção de Macau por oito bolas a zero.

Casa cheia para ver os craques

Aproveitando a presença da ilustre comitiva desportiva, o Tap Seac foi cenário de uma acção didática de divulgação da modalidade, envolvendo técnicos e jogadores da equipa encarnada com jovens jogadores das equipas de Território que mereceu elogio de todos os participantes e o aplaudo da imprensa em geral” (1)

Fase de aquecimento no Tap Seac
O categorizado Shéu Han, treinador adjunto do Benfica, ensinou aos jovens locais a arte de bem tratar o “esférico”

(1) Fotos e artigo extraídos da revista «DESPORTO 96», IDM, 1997, pp. 39-40

Uma outra recordação (1) da participação da delegação de Macau representada pela Associação Recreativa e Desportiva dos Deficientes de Macau – ARDDM – nos “THE FIFTH NATIONAL GAMES OF THE DISABLED OF THE PEOPLE`S REPUBLIC OF CHINA” que se realizaram de 6 a 14 de Maio de 2000, na cidade de Shanghai.

São treze envelopes comemorativos deste evento, todos diferentes, representando as 11 modalidades desportivas em competição e mais dois envelopes, representativos do dia da abertura e do dia de encerramento dos jogos. Todos os envelopes embora diferentes têm o mesmo selo da R.P. da China no valor de 80 分, com o carimbo evocativo.(excepto o envelope do encerramento)

Reproduzo os dois relativos à abertura (13-1) e encerramento dos jogos (13-13).

Envelope do primeiro dia (6.5.2000) , com selo e carimbo
Envelope do dia de encerramento (14-5.20025), com selo (sem carimbo)
Verso do envelope de 06-05-2000 – S.J.F (2000) 7 (13-1)
Verso do envelope de 14-05-2000 – – S.J.F (2000) 7 (13-13)

Também como recordação destes jogos, foi-me oferecido um pequeno livro (24,8 c x 24,1 cm x 0,9 cm), em chinês, contendo envelopes e selos emitidos pela República Popular da China, comemorativos dos anteriores ( e o presente) eventos desportivos relativos aos deficientes.

CAPA
Páginas 2-3
Páginas 4-5
CAPA + CONTRACAPA

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2020/12/09/vestuario-desportivo-da-associacao-recreativa-e-desportiva-dos-deficientes-de-macau/

Ver anteriores referências em: https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/associacao-recreativa-e-desportiva-dos-deficientes-de-macau-arddm/

分 – mandarin pīnyīn: fēn; cantonense jyutping: fan. Unidade de moeda chinesa, em cantonense 仙 sin1, denominação semelhante ao avo em Macau.

Saco de plástico (55 cm x 38 cm) – loja de artigos desportivos “ATHENS SPORTING GOODS”, na Avenida do Conselheiro Ferreira de Almeida 16-16ª, R/C. Tel.: 303300

Realizou-se, nos dias 19 e 20 de Abril de 1952, um interessante torneio de atletismo entre uma equipa do «South China» de Hong Kong e um grupo de aletas de Macau, vencendo os visitantes, por uma esmagadora superioridade.

Os atletas de Hong Kong e Macau
A chegada duma das corridas de velocidade.

Fotos extraídas de «MOSAICO», IV-21/22 de Maio/Junho, 1952 p. 483.

No XI torneio intercidades de futebol entre Hong Kong e Macau, realizado em Macau, no Campo Desportivo «28 de Maio», a selecção de Macau derrotou, brilhantemente, a equipa representativa da colónia vizinha por 3 a 0.

A selecção de Macau que triunfou contra a forte selecção de Hong Kong
A briosa selecção de Hong Kong

Fotos extraídos de «MOSAICO», IV-21/22 de Maio e Junho de 1952

Para encerramento da época, realizaram-se, no dia 4 de Abril de 1952, no campo de Tap Seac, dois encontros de hóquei em campo entre as equipas A e B do Hockey Club de Macau e duas selecções da vizinha colónia de Hong Kong. A equipa B derrotou a selecção paquistanesa de Hong Kong por 5 a 3 e a equipa A de Macau perdeu, por 0 a 2, contra a Selecção de Kowloon (1)

As equipas paquistanesa de Hong Kong (camisola ás riscas horizontais) e a do Hockey Club de Macau B. (camisola escura). Ao fundo, a Escola Primária Ofcial Pedro Nolasco da Silva

Reconheço alguns dos jogadores macaenses: Amadeu Cordeiro, Fernando Nascimento, Dr. João dos Santos Ferreira, Eng. Humberto Rodrigues, (Rogério?) Lopes e (Mário Aureliano ?) Robarts,

A selecção de Kowloon que derrotou a equipa A do Hockey Club de Macau

O Hockey Club de Macau manteve nesta época desportiva (1951/52), vários encontros com equipas de Hong Kong (04-11-1951 com os Argonautas de HK; 6 e 7 -10-1951 com o Clube Recreio de HK; 16-12-1951 com o grupo Thunderbolts de HK; 06-01-1952 oficiais do exército britânico de HK; 14-01-1952 com “British Army” de HK. Em 28-01-1952, realizou-se o Interport (intercidades) do qual saíram vencedores as equipas de Macau. quer a equipa A que ganhou por 3 a 1 quer a equipa B que ganhou por 2 a 1. O treinador era o Dr. João dos Santos Ferreira

A Direcção do Hóckey (Oquei) Club de Macau em 1951/52: Presidente – António Emílio Rodrigues da Silva; Secretário – Engenheiro Humberto Rodrigues; Tesoureiro- Herculano Silvânio da Rocha; Vogais- FrPero Hydederico Nolasco da Silva e Pedro Hyndman Lobo

(1) Texto e fotos extraídos de «Mosaico», IV-21/22 de Maio e Junho de 1952,

Em finais de Março de 1985, uma manifestação desportiva testemunhou, uma vez mais, a amizade e a cooperação existente entre as cidades de Cantão e Macau. Tratou-se da realização da primeira estafeta pedestre Cantão/Macau, organizada pelo Conselho de Desportos da província de Guangdong.

A «embaixada» da vizinha província integrou sessenta pessoas que foram portadoras de uma mensagem «a formular votos de eterna amizade entre os desportistas e a população dos dois Territórios» (Extraído de «NAM VAN», n.º 11, 1985, p. 65)