Archives for category: Ano Novo Chinês
Envelope vermelho – Lai Si (12,5 cm x 8,3 cm), (1)  emitido pela Direcção dos Serviços de Turismo para comemorar o Ano de Dragão que se iniciou a 5 de Fevereiro de 2000.
No seu interior, um pequeno folheto dobrável em três partes (total: 21,5 cm x 11,8 cm) de cor vermelha: num dos lados, KUNG HEI FAT CHOI e uma moeda nova de 10 avos colada a uma das três partes;
a parte do meio, uma lista de eventos em Macau no ano 2000 (trilingue)
e a terceira, um boletim para sorteio.
Este sorteio era destinado apenas aos visitantes que quiseram participar com “prémios fabulosos” promovido pela Direcção dos Serviços de Turismo (DST) e com o patrocínio dos Hotéis, Agências de Viagens, Empresas Aéreas e de Navegação, devendo preencher o formulário e remetendo-o no período de 5 a 19 de Fevereiro para as caixas de sorteio que se encontravam localizados nos balcões de informação na sede da DST, Terminal marítimo e Aeroporto Internacional de Macau


No verso,  em três línguas, chinês, português e inglês:
As festividades do Ano Novo Lunar, iniciam-se no dia 5 de Fevereiro, este ano é dedicado ao signo do Dragão, que é porventura, o símbolo exterior e visível que melhor identifica e distingue a civilização e a cultura chinesa.
Das várias acções previstas e para as quais esperamos contar com a sua presença, encontram-se algumas com diversas simbologias representando as tradições milenárias , tal como a oferta de “Lai Si” que é uma forma de desejar ao próximo e ao ofertante boa sorte e prosperidade no decorrer do ano. Para os mais supersticiosos, haverá a dança do Dragão e do Leão, a queima de panchões, que de acordo com a tradição, servirá para afastar os maus espíritos.
(1) Ver anteriores referências em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/envelopes-vermelhos-%E5%88%A9%E6%98%AF-%E5%88%A9%E5%B8%82-%E5%88%A9%E4%BA%8B/

O governador de Macau, Januário Correia de Almeida, Visconde de S. Januário (1) partiu no dia 1 de Fevereiro de 1874 para Cantão (Guangzhou), a bordo da canhoneira Tejo, para tratar com o vice-rei dos dois Quangs, de negócios de alto interesse para o território.

Extraído de «Gazeta de Macau e Timor», II-20 de 3 de Fevereiro de 1874, p.2
Extraído de «Gazeta de Macau e Timor», II-21 de 10 de Fevereiro de 1874, p.2

O governador rgressou a Macau no dia 8 de Fevereiro a bordo da mesma canhoneira.

Extraído de «Gazeta de Macau e Timor», II-21 de 10 de Fevereiro de 1874, p.2


NOTA: No dia 20 de Março de 1874, terminou a publicação do semanário «Gazeta de Macau e Timor» (20-09-1872 a 20-03-1874; responsável: Francisco de Sousa Placé)  cujo principal colaborador foi o escritor Pedro Gastão Mesnier (1846-1886),  secretário particular do Governador Visconde S. Januário.
Sobre este escritor, aconselho a leitura do artigo de António Aresta no «Jornal Tribuna de Macau» em:
https://jtm.com.mo/opiniao/pedro-gastao-mesnier/
e
artigo do  «Diário Illustrado», n.º 4:685 de 12 de Maio de 1886
http://purl.pt/14328
(1) Anteriores referências:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/januario-correa-de-almeida-visconde-conde-de-s-januario/page/1/

Extraido de «Gazeta de Macau», n.º VI de 7 de Fevereiro de 1824.

Dez postais impressos na Tipografia Seng Si Lda (5.000 exemplares) e emitidos pela Direcção dos Serviços de Turismo, em Fevereiro de 2006, publicitando “Eventos de Macau” . Sem outras indicações (autores ? datas?)

Embalagem exterior de 15,5 cm x 10.5 cm x 0,5 cm, contendo no seu interior 10 eventos que anualmente eram em 2006 (e ainda são) realizados em Macau: ano novo chinês; procissão do Nosso Senhor dos Passos; festival do dragão embriagado; festival de artes de Macau; corrida dos barcos dragão; festival internacional de dança; concurso internacional de fogo de artifício; festival internacional de música de Macau; gastronomia macaense; e grande prémio de Macau..

DANÇA DO DRAGÃO NO TEMPLO DE Á MÁ

O primeiro grande evento do ano é sem dúvida as festividades de celebração do ANO NOVO CHINÊS, em que durante dez dias a população local assiste a um conjunto variado de festas e de acontecimentos sociais e culturais celebrando a entrada num Novo Ano.
Há danças do dragão e dos leões pelas ruas do centro da cidade, as pessoas visitam-se e organizam festas nos restaurantes e hotéis, os templos são visitados por multidões e as principais praças de Macau são decoradas com lanternas, flores e dísticos auspiciosos.
É tradicional que quando as pessoas se encontram digam “Kung Hei Fat Chói” e se ofereçam “Lai Si” (pequenos envelopes vermelhos) contendo dinheiro, que é uma forma tradicional e concreta de desejar, a familiares e amigos, boa sorte e prosperidade para o novo ano em que se entra. (1)

POSTAL (15 cm x 10 cm) – DST – ANO NOVO CHINÊS

(1) https://www.macaotourism.gov.mo/pt/events/calendar/chinese-new-year

Na continuação da postagem de 12-02-2018, festejos do ano novo chinês que nesse ano de 1956 foi a 12 de Fevereiro (1), retiro do «Boletim Geral do Ultramar» (2), uma crónica macaense sobre as festas escolares realizadas nas Escolas Primárias Oficiais Luso-Chinesas Sir Robert Ho Tung
(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2018/02/12/noticia-de-12-de-fevereiro-de-1956-dia-de-ano-novo-lunar/
(2) Extraído de «BGU», XXXII – 369,Março de 1956 pp. 166-168 e

O Ano Novo Chinês ANO LUNAR DO RATO / ÁGUA / MASCULINO / BRANCO (1) começa hoje, 25 de Janeiro de 2020, e foi precisamente neste dia , há 36 anos, a 25 de Janeiro de 1984, o CTT emitiu e pôs  em circulação 450 000 selos postais da taxa de $ 0,60, alusivos ao signo chinês do Ano Novo Lunar do Rato, que se, iniciou, em 1984, a 2 de Fevereiro.
Em anterior postagem de 25 de Janeiro de 25/01/2018 (1), apresentei a pagela n.º 8 referente a essa emissão extraordinária com um sobrescrito de 1.º dia de circulação, selo e obliteração de 1.º dia.
Hoje apresento, desse ano, 16 selos iguais sem obliteração e um “marcador” de 21 cm x 5 cm (dobrável ao meio) em que um dos lados tem escrito em português:

Correios e telecomunicações de MACAU
República Portuguesa
ANO LUNAR DO RATO
emitidos em 25.1.1984
CTT – MACAU
Divisão de Filatelia.

No verso apresenta

5 selos de 60 avos
3.00 patacas

(1) 鼠年 – mandarim pīnyīn; shǔ nián; cantonense jyutping: syu2 nin4
(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2018/01/25/noticia-de-25-de-janeiro-de-1984-filatelia-1-o-dia-de-circulacao-ano-lunar-do-rato-i/

Já anteriormente, numa postagem de 27 de Fevereiro de 2014 (1) a propósito da emissão / 1.º dia de circulação do “ANO LUNAR DO CAVALO / LUNAR YEAR OF THE HORSE / 馬年no dia 19 de Janeiro de 1990 (1), publiquei uma cópia da pagela emitida pelos Serviços de Filatelia dos CTT de Macau.
Hoje apresento o sobrescrito comemorativo (11,4 cm x 16,2 cm) de 1.º dia de circulação, com o selo ( 3 cm x 3,9 cm) de 4.00 patacas e carimbo, todos com o mesmo motivo.  O sobrescrito do 1.º dia custava 2.50 patacas.
O design é de José Cândido.
Dentro do envelope, encontrei uma pequena caderneta (desdobrada: 21 cm x 5 cm) com 5 selos iguais  no seu interior (5 selos de 4 patacas / 20 patacas).

Dados Técnicos

(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2014/02/27/filatelia-ano-lunar-do-cavalo-1990/