As selecções de Macau e Hong Kong disputaram, no dia 3 de Abril de 1955, na vizinha colónica britânica, o 14.º «Interport» de futebol. Terminou pela vitória de Hong Kong por 7 a 3. As equipas estiveram assim constituídas:

MACAU – Ferrer Manteigas; Hó Seng e Germano dos Santos; Oliveira Marques; Luís da Cunha e Francisco da Cunha; Mário Alberto, Carlos Paulo, Abel Chung, João Rocha e Alfredo Cotrim.

HONG KONG –Wai Fat Kim; Hau Iung Sang e Lau I; Chan Fai Hung, Chau Man Chi e Tong Seong; Chi Veng Vá, Hó Cheong Iau , Chi Veng Keong, Iu Cheoc In e Moc Chan Vá.

O «Interport» deste ano foi para nós uma jornada difícil. Hong Kong selecionou uma forte equipa, formada apenas com elementos chineses, precisamente aqueles que, ainda não há muito tempo, derrotaram o famoso grupo austríaco «Admira».

O primeiro tento de Hong Kong surgiu pouco depois do pontapé de saída, marcado por Chi Veng Keong.. O marcador manteve-se em 1 a 0 a favor de Hong Kong até ao intervalo. Na segunda parte, Hó Cheong Iau fez subir o marcador para 2 a 0, tendo Paulo, pouco depois, alcançado o 1.º tento de Macau. Logo em seguida, é novamente Hó Cheong Iao quem faz subir o marcador para 3 a 1, enquanto Mário Alberto, com um pontapé de sorte, reduz a diferença para 3 a 2. Num curto período de 4 minutos Hong Kong obtém mais três bolas, duas por intermédio de Chi Veng Keong e uma de Iu Cheoc In, não sendo depois difícil a este último marcar a 7.ª bola. O 3.º tento de Macau foi obtido de «penalty» pouco antes de terminar a partida, marcado por Paulo. (1)

(1) Extraído dum artigo não assinado de «MACAU B. I.» ANO II, n.º 41 de 15 de Abril de 1955, p. 14.