Arquivos de Macau III série, Vol XVIII, n.º 4 de OUT 1972, p. 224

NOTA 1: Botica do Hospital Real Militar (1) posteriormente com outras designações: Laboratório Farmacêutico (1810); Laboratório Químico Farmacêutico (1877); Laboratório Químico Farmacêutico Militar (1887); Laboratório Químico Farmacêutico do Exército (1943), foi criado em 1808, pelo Príncipe Regente D. João (decreto de 21 de Maio) como Botica Real Militar, anexa ao Hospital Militar e Ultramar, que estava instalado no antigo Colégio dos Jesuítas, no morro do Castelo, no Rio de Janeiro (Dicionário Histórico-Biográfico das Ciências da Saúde no Brasil (1832-1930) in Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz – http://www.dichistoriasaude.coc.fiocruz.br)

NOTA 2: Alguns vocábulos da “Relação dos Medicamentos”:

Anchões (plural de anchão); termo macaense “anchom” – boião pequeno, compoteira. Do cantonense ham (tampa) e choum (malga) – Dicionário Luso-Asiático de Sebastião R. Salgado)

Arráteis (plural de arrátel) – antiga unidade de medida de peso equivalente a 459 gramas. (2)

Arrobas (plural de arroba) –  peso antigo de 32 arráteis, ou um quarto de quintal, 14,688 Kg. (2)

Beijoim ou benjoim – resina balsâmica do benjoeiro (árvore estiracácea) (2)

Bispote – recipiente portátil para urina ou dejectos humanos.= bacio. (2)

Onça – peso da décima sexta parte do arrátel ou da duodécima parte da libra das farmácias (2)

Raiz da China – planta esmilácea (2)

Ruibardo – género de plantas poligonáceas, de raiz medicinal. (2)

Volatil – ave doméstica (2)

(1) Hospital Real Militar e Ultramar (outras denominaçõesHospital Real Militar e Ultramar (1768); Hospital Real Militar; Hospital Regimental do Campo (1832); Hospital Militar da Guarnição da Corte (1844); Hospital Central do Exército (1890)), foi criado em 1832 (decreto 0-135, de 17 de fevereiro) quando foram extintos os Hospitais Militares em todo o país, transformando os existentes em “Hospitais Regimentais”. O Hospital Real Militar e Ultramar foi transferido para o Quartel do Campo da Aclamação, na actual Praça da República, e passou a se chamar Hospital Regimental do Campo. Em 29 de Dezembro de 1844, em face da precariedade das instalações, voltou a instalar-se no Morro do Castelo, novamente centralizado, para atender a todos os militares do Exército, com a denominação de Hospital Militar da Guarnição da Corte.

O histórico do Hospital Real Militar e Ultramar em; http://www.dichistoriasaude.coc.fiocruz.br/iah/pt/verbetes/hosremili.htm

(2) Dicionário Priberam da Língua Portuguesa – https://dicionario.priberam.org/