Novas moedas de Macau, de uma e cinco patacas, de cupro-niquel entraram em circulação no dia 21 de Janeiro de 1982.

 A moeda de uma pataca traz, no centro do anverso, o desenho de duas carpas (魚-iu) que se dobram simetricamente sobre os elementos (nós místicos) do panteão chinês, representando, segundo o universo simbólico chinês, o símbolo da «Harmonia».

Na orla, em cima, a palavra «Macau» em caracteres chineses. Em baixo, a indicação em caracteres chineses e, em português, «1 Pataca»

Quanto à moeda de cinco, no anverso, na orla, em cima a palavra «Macau» em caracteres chineses e em baixo a indicação em caracteres chineses e, em português, «5 Patacas».

Ao centro do desenho de um dragão (龍-lôn), representando, segundo o universo simbológico chinês, o símbolo de «Bons Augúrios».

As moedas trazem no reverso, no centro, o escudo nacional e na orla as legendas «Republica Portuguesa – Macau», e, em baixo a indicação do ano de cunhagem. (1)

No mesmo dia, foram postos em circulação moedas de Latão-níquel de 10 avos, 20 avos e 50 avos. Decreto-Lei n.º 49/81/M de 26 de Dezembro de 1981 (BOM n.º 52, pp. 1853-1854)

(1) «Macau 82 Jornal do Ano», primeiro semestre, 1982, p. 14