TÁN KÁ KÂI 蜑家鷄 GALINHA DOS TANCARES

Nos tancares que faziam o tráfico dos rios, criavam-se também galinhas em gaiolas colocadas na proa. Essas galinhas estavam constantemente a ver a água do rio mas sem poderem bebê-la. Portanto este termo é empregado para se referir a qualquer coisa que é desejada e que está à mão mas que não pode ser possuída.” (1)

蜑家鷄mandarim pīnyīn: dàn  jiā jī; cantonense jyutping: daan6 gaa1 gai1

(1) GOMES, Luís G. – Tropos Usados na Gíria Chinesa. Mosaico V-27/28 de Novembro e Dezembro de 1952, p. 136

TANCAR – T´ÉANG-CHAI

(2) TancarT´éang-chai – barco de transporte de passageiros no porto – tem 14 côvados de comprimento, 4 de boca e 1 de calado. É coberto de toldos de esteira e destina-se a transporte de passageiros dentro do porto. É movido só a remos apoiados em toletes, por 2 ou 3 pessoas, gingando uma com remo maior que serve também de esparrela. O punho deste remo é aguentado por uma pequena retenida, feita em junco, a uma argola fixada a meio dum vau. Desta forma, o movimento do remo é equilibrado. CARMONA, Artur Leonel Barbosa – Lorchas, Juncos e outros barcos usados n sul da China,1985 p. 33.