Artigo do Major de Artilharia Luciano José Cordeiro (vogal suplente da direcção da «Revista Militar») de Outubro de 1921 intitulado:
A Próxima guerra … Quando se começará em Portugal a pensar nela?”
Publicado na Revista Militar Ano LXXIV n.º 1 Janeiro de 1922, pp 24 –  39.
O artigo é dedicado a S. Exa o General Morais Sarmento (1)
A situação de Macau é analisada nas pp. 28-29.

(1) Luciano José Cordeiro, esteve em Macau, em comissão de serviço, « … mais de 11 anos consecutivos…» , na década de 10 do século XX (confirmado a sua presença em Macau de 1904 a 1912 – durante estes anos, era tenente da Companhia de Artilheria no Quartel na Fortaleza do Monte).

(2) O General José Estêvão de Morais Sarmento (1843 – 1930), foi um militar, Ministro da Guerra e escritor militar português. Da arma de Infantaria, em 1901, é nomeado general de brigada, reformando-se em 1919 já como general de divisão. Foi comandante da Escola do Exército pelo Governo Provisório do regime republicano. Foi professor da Escola de Guerra e da Escola Militar. Como político, Morais Sarmento fez parte do Partido Regenerador, chegando a Ministro da Guerra em Abril de 1896. Foi um dos fundadores do jornal Diário Popular, e director da “Revista Militar“. Entre 1898 e 1904 foi Director do Colégio Militar e, posteriormente, o primeiro presidente da Associação dos Antigos Alunos do Colégio Militar.https://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Est%C3%AAv%C3%A3o_de_Morais_Sarmento