No dia 1 de Abril de 1857, foi publicado no «Boletim do Governo de Macao», um Acórdão da Junta de Justiça, de 28 de Março de 1857. Nele, os juízes determinaram a condenação de José Pereira e António Carneiro, à pena de três anos de trabalhos públicos no território e de João Guerreiro, por ser menor, à pena de dois anos de prisão correccional. Eram marinheiros da lorcha «Nossa Senhora das Dores», por crime de pirataria praticada em 16 de Novembro de 1856, conjuntamente com uma esquadra de piratas chineses, no rio Kau-Kóng.
Depois de vários considerandos, os juízes determinaram: