Decreto n.º 226 de 1913 (1) em que autoriza o Governo de Macau a contratar com a «Norddeutscher Lloyd» (2) de Bremen, um serviço de navegação directa entre Lisboa e Hong Kong, para Macau. A linha do Extremo Oriente desta empresa que partia de Lisboa, fazia escalas por Argel, Genova, Port-Said, Suez, Aden, Colombo, Penang, Singapura, Hong Kong, Tsingtau (Qingdao-青岛市), Nagasaki, Kobe e Yokohama.
Se esta autorização foi efectivada, não sei, mas creio que este contrato pouco duraria pois em 1914 com o início da I Grande Guerra muitos navios desta empresa refugiaram-se nos EUA e foram confiscados pelo governo americano em 1917.
(1) Extraído da «Revista Colonial» 2.º Ano, n.º 13, 1913.
(2) A «Norddeutscher Lloyd» (NDL) foi uma companhia de navegação alemã fundada em 1857 que se tornou uma das mais importantes companhias marítimas do Império Alemão no final do século XIX e início do século XX. A «Norddeutscher Lloyd» contribuiu para o desenvolvimento econômico e industrial das cidades de Bremen e Bremerhaven. A «Norddeutscher Lloyd» acabou por se juntar à sua rival «Hamburg-Amerika Linie» em 1970, formando a actual «Hapag-Lloyd».
href=”https://pt.wikipedia.org/wiki/Norddeutscher_Lloyd”.

A companhia ficou conhecida pelos seus quatros transatlânticos da Classe Kaiser:

«SS Kaiser Wilhelm der Grosse» 1897 – afundado em 26 de Agosto de 1914 – I Guerra Mundial.
«SS Kronprinz Wilhelm» 1901- confiscado pelos EUA em 1917- mudou de nome: «USS Von Steuben»
«SS Kaiser Wilhelm II» 1902 – confiscado pelos EUA em 1917; mudou de nome «USS Agamemnon»
«SS Kronprinzessin Cecilie» 1906 – confiscado pelos EUA em 1917; mudou de nome «USS Mount Vernon»
 A chamada «entrepontes», a acomodação mais barata nestes navios, em 1913 http://www.norwayheritage.com/p_shiplist.asp?co=ndlaa