Arde o infinito
No altar de Paulo
Pelo céu aflito
A rasar as chamas
Voando num grito
Da fachada alta:
A última epístola
Lida pela alma
Da pátria. Tão tarde
Para a eternidade?

José Augusto Seabra (1)

牌坊聖迹  (2)
Ruins of St. Paul
Da colecção MACAU 澳門 LH 121

(1) SEABRA, José Augusto – Poemas do Nome de Deus. Instituto Cultural de Macau, 1990
(2)坊聖迹mandarin pīnyīn: pái fāng shèng jī; cantonense jyutping: paai43 fong1 sing3 zik 1 – tradução literal: ruínas local sagrado residência do bispo