Continuação do artigo anterior (1)
“Formam a Escola de Recrutas de 1973, 61 moços: 18 de curso de Sargentos Milicianos e 41 do Contingente Geral, quase todos saídos, directamente, das diversas escolas, em que estudavam, para ingressar na tropa.
Uma pequena piscina e um campo para a prática de futebol que poderá ser utilizada pelos grupos desportivos de Coloane constituem outros novos melhoramentos que se ficam a dever aos militares do aquartelamento.
Na messe dos oficias, uma encantadora vivenda bem situada, foi servido aos homens da Imprensa um beberete, que foi aproveitado para uma conversa amigável, enquanto esperavam que chegasse a hora do rancho das praças da unidade e dos recrutas que se aproximava.

No refeitório, na hora do almoço.

Uma boa sopa – o prato indispensável – e um prato único, abundante, acompanhado de pão fruta e vinho, constituíam o almoço daquele dia.
No exercício de patrulhas dentro do esquema da instrução que recebem, os soldados recrutas avançam, cuidadosamente, pelas estradas íngremes de Coloane.

Os jornalistas observam os exercícios dos recrutas

No exercício dos «slides», este soldado recruta lança-se pelo cabo de aço para transpor um ribeiro que impedia o avanço da tropa.
(1) Fotos e reportagem in MACAU Boletim de Informação e Turismo Vol. IX n.ºs 1 e 2 Mar/Abr, 1973 pp. 3-7.