Sá-Tch´ân –  
(Pó de areia)

Expressão que se emprega ainda muito frequentemente mesmo na comunidade macaense nos dias de hoje.
Esta expressão é empregada para se referir a um indivíduo vaidoso e pimpão, pois o vento quando sopra só faz levantar da areia o pó, e nada mais.

GOMES, Luís G. in MOSAICO, 1952.
mandarim pīnyīn: shā chén ; cantonense jyutping: saa1 can4