compendio-de-chorographia-portugueza-capaCompendio de Chorographia Portugueza e Historia de Geografia para a 7.ª classe por Ildefonso Marques Mano (Director Geral de Instrucção Primaria). Obra aprovada pela Commissão de livros.
Cerca de duas páginas dedicada a Macau (pp. 196-198)

compendio-de-chorographia-portugueza-capacontracapaCapa e Contracapa

compendio-de-chorographia-portugueza-pp-196-197CAPÍTULO II
Macau
Situação e população
Situação económica de Macau, administração

“Com a sua pequena superfície não pode ser uma colónia agrícola. É o tipo das colonias feitorias. Vive sobretudo do commercio, da industria e do jogo”
“As principais industrias locais são as seguintes: a desfiadura da sêda que tende a desenvolver-se e a torrificação do chá, que é exportado em navios inglêses para a Inglaterra, o descascamento do arroz, e a preparação do opio.”
“A exportação comprehende sêdas, chá, arroz, louças, lacas, artefactos de marfim, peixe salgado e fresco. O commercio faz-se principalmente com a Inglaterra, Hong Kong e China “
“A situação financeira é prospera: receita 709 contos, despezas 475 contos. Os rendimentos próprios de Macau proveem dos impostos e dos exclusivos que o governo manda arrematar, e que são os seguintes: loterias e jogo do Fantan”
compendio-de-chorographia-portugueza-p-198“ A guarnição é formada por uma companhia europêa de artilheria de guarnição, uma companhia europêa de infantaria, e um corpo de polícia, com o effectivo de 474 homens.”
“Tem um lyceu, e um seminário.”
“ O porto nos últimos tempos tem-se assoreado pelo que se organizou o serviço de dragagem”
MANO, Ildefonso Marques – Compendio de Chorographia Portugueza e Historia de Geografia para a 7.ª classe. Porto, Magalhães & Figueiredo, Limitada – Editores, 1903, 227 p.