navio-a-vapor-dard-de-feu-c-1880Navio a vapor “Dard de Feu” em Macau
Gravura em madeira, cerca 1880 de 12 cm x 7 cm com a seguinte legenda:
Ala vue de noire vapeur de ” Dard de Feu”, une population entiere sort des ecouilles (Macao)” (1)

Beatriz Basto da Silva  (2) dá a informação do 1.º barco a vapor a entrar em Macau no dia 29 de Abril de 1829, segundo o Diário do P.e Leite e outra indicação para o dia 19 de Abril de 1830 para a chegada às águas da China de «Sir Charles Forbes», (3), o primeiro barco a vapor que apareceu no Extremo Oriente. (4)
Padre Videira Pires (5) indica 26 de Abril 1830, a inauguração em Macau da navegação a vapor.
A firma “Jardine, Matheson & Co“, de Hong Kong, a primeira empresa na China, a ter navios a vapor, construiu em 1835 um pequeno navio para ser usado para transporte de correio e passageiros entre a Ilha de Lantau, Macau e Whampoa. (6)
(1) http://www.philographikon.com/printschina.html
(2) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, Volume 3, 1995.
sir-charles-foster-1773-1849(3) Sir Charles Forbes (1773-1849), 1.º Barão de Newe (1823), político escocês, mercador em Bombaim, era proprietário da ” Forbes & Co”, que tinha uma frota de navios mercantes. Muito dos seus navios foram contratados para levar além de emigrantes, os condenados/presos na Grã Bretanha que eram exilados para Austrália, de  1825 a 1842. (7)

navio-sir-charles-forbesO barco «Charles Forbes» (depois «Sir Charles Forbes«) foi construído em 1824 (Aberdeen) e tinha 363 toneladas. Desmanchada em 1849 (Londres).
Em 1830, o navio «Sir Charles Forbes» levou prisioneiros  para Australia com partida a 1 de Abril de 1830 e chegada a 27 de Julho (160 passageiros)  (8)
http://www.venitap.com/Genealogy/WebCards/ps21/ps21_245.htm
(4) Em 1830 ainda estava no início a utilização dos barcos a vapor (os chamados barcos a vapor transatlânticos) para o comércio.
Segundo  A. D. Blue, a primeira referência a um barco a vapor (com pouca potência) nas águas da China, no rio Cantão,  é de 1819.
blue-a-d-early-steamships-un-chibaBLUE, A. D. – Early Steamships in China in Journal of the Hong Kong Branch of the Royal Asiatic Society, Vol. 13 (1973), pp. 45-57.
https://www.jstor.org/stable/23881534?seq=1#page_scan_tab_contents
(5) VIDEIRA PIRES, Padre Benjamim – A Viagem de Comércio Macau-Manila nos Séculos XVI  a XIX, 1971.  p. 102.
(6) The first merchant steamer in China, the Jardine, was built to order for the firm of Jardine, Matheson & Co. in 1835. She was a small vessel intended for use as a mail and passenger carrier between Lintin Island, Macao, and Whampoa
https://en.wikipedia.org/wiki/Steamboats_on_the_Yangtze_River
(7) De 1825 a 1842,  442 navios foram contratados para transportes para o exílio dos condenados na Grâ Bretanha para Austrália.
http://www.aberdeenships.com/single.asp?offset=2310&index=99961
(8) http://www.convictrecords.com.au/ships/sir-charles-forbes/1830