FÓ-K´ÊI-LÁN 火麒(Dragão de fogo)

Noutros tempos, em Cantão  de duas em duas ou de três em três ruas, existia um santuário e todos os anos costumava proceder-se à eleição de um indivíduo que ficava incumbido de tratar tudo quanto dizia respeito e fosse necessário para a sua conservação.
No fim do ano, os moradores do bairro enviavam de presente a esse indivíduo um fogo de artifício, conhecido por fó-k´êi-làn e que é feito com inúmeros estalos ligados por grande quantidade de pavios.
Ora, esses pavios chamam-se em chinês iân引 (condutores, isto é, rastilhos), e a sua pronúncia soa da mesma forma que iân 癮 (vício).
É por este motivo, que um indivíduo que está cheio de vícios, que para os chineses, os principais são o de p´iu 嫖 (mulheres); tôu (jogo); iâm (embriaguês); t´ong (devassidão); e tch´ôi (ópio), é designado pelo termo fó-k´ei-lán.(1)

火麒- mandarim pinyin: huǒ qí; cantonense jyutping: fo2 kei4
mandarim pinyin: yǐn;  cantonense jyutping: jan5
mandarim pinyin: yǐn; cantonense jyutping: jan5
mandarim pinyin: piào; cantonense jyutping: piu4 – no sentido de prostituta
mandarim pinyin: dǔ; cantonense jyutping: dou2
mandarim pinyin:  yǐn,; cantonense jyutping: jam2
mandarim pinyin:  chuī; cantonense jyutping: ceoi1 – soprar, tocar um instrumento de sopro (Dicionário Chinês – Português, Edição do Governo da Província, 1962) (2)
mandarim pinyin:  tāng; cantonense jyutping: soeng1 -a jorros; tong1 – escaldar
(1) GOMES, Luís G. –Tropos Usados na Gíria Chinês. MOSAICO, IV n.º 19-20, 1952, p. 390
(2) https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/02/16/noticia-de-16-de-fevereiro-de-1962-leitura-dicionario-chines-portugues-%E4%B8%AD%E8%91%A1%E5%AD%97%E5%85%B8/
Anteriores referências:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/02/09/tropos-usados-na-giria-chinesa-i/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/05/13/tropos-usados-na-giria-chinesa-ii/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/05/17/tropos-usados-na-giria-chinesa-iii/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2015/06/26/tropos-usados-na-giria-chinesa-iv/