…..continuação de (1)
Diário: 9-04-1974
Agora, na cidade de Kyoto. Na universidade deste importante centro urbano, com largos recursos turísticos, apresentaram-se os jovens  cantores macaenses em coincidência com as tradicionais cerimónias da abertura das aulas. Entre estudantes e os visitantes criou-se, sem qualquer constrangimento, um ambiente de forte amizade, num perfeito e natural à-vontade. ..(…)
Um passeio pela cidade e  pelos arredores, com a visita ao Jardim do Imperador, e um almoço, oferecido pelo cônsul de Portugal, de ementa chinesa, onde cantaram a canção «Sakura», (2) ocupou o tempo da estadia dos visitantes em Tóquio.

MACAU B. I. T. X, 1-2 MARABR 1974 Pequenos Cantores VConfraternização dos rapazes macaenses com estudantes japoneses

Diário: 10-04-1974
Partida para TOYOTA num magnífico autocarro da empresa internacionalmente conhecida do mesmo nome. Impressionou agradavelmente a organização que tudo previu até ao mínimo pormenor, em que nada faltava nem era improvisado, porque os japoneses não gostam de improvisos, nem muito de surpresas, porque estão afeitos à disciplina e ao método.
Ficaram hospedados no «Kuragarke Lodge», luxuoso, que a organização “Toyota”  construiu, mas que entregou à Câmara Municipal, tendo como logradouro um vastíssimo parque.
O concerto foi realizado no «Hall Municipal», com numerosa assistência predominando a juventude, como em todos os precedentes concertos, porque se mostra sempre a mais receptiva, a mais entusiástica por estes contactos juvenis, em que se encontram rapazes e raparigas de diversas nacionalidades, com os seus costumes, com os seus hábitos, com as suas tendências específicas.

MACAU B. I. T. X, 1-2 MARABR 1974 Pequenos Cantores VIConfraternização dos rapazes macaenses com estudantes japoneses

Falou o cônsul de Portugal, um simpático velhinho de 80 anos, que lembrou muito comovido, a sua viagem a Portugal, referindo-se com muito acarinho ao nosso país.
À porta do hotel, onde foram depois do concerto, para o almoço, tiveram a agradável surpresa de serem recebidos pelo Coro da Cidade de Toyota, com a interpretação de diversas canções. Trata-se dum agrupamento que ganhara uma competição de cânticos regionais recentemente organizada.
O presidente da Câmara Municipal teceu algumas considerações sobre o significado da visita que estava a decorrer , enaltecendo o espírito  que a ditou, um espírito dominado pelas mais nobres intenções, como seja a amizade entre dois povos, revigorada, principalmente, entre os jovens.
A apoteose deste encontro surgiu quando às vozes dos «Pequenos Cantores» se juntou o entusiasmo do Coro da Cidade, na execução, emocionalmente sentida, do «Sakura», perante uma assistência empolgante de entusiasmo.
Os jovens macaenses receberam cada um, um rádio transístor «Nacional», oferecidos pela «Toyota» e o Coro da Cidade levou a sua gentileza a acompanhar os visitantes até ao autocarro, cantando, gesto que os nossos rapazes sentiram no fundo das suas almas. (3)
(1) https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/pequenos-cantores-do-c-d-b/
(2) さくらさくら – Sakura, Sakura, (Flor de cerejeira)  é uma canção do folclore japonês muito popular, com origem  no período Edo 1603 -1868. (https://en.wikipedia.org/wiki/Sakura_Sakura)
Algumas versões desta canção:
https://www.youtube.com/watch?v=jqpFjsMtCb0
https://www.youtube.com/watch?v=utPawQuu-GI
https://www.youtube.com/watch?v=2GxUa69laLc
https://www.youtube.com/watch?v=Kh5GmbpAY70
(3) Reportagem não assinada em «MACAU B. I. T. , 1974.»