Nos dias 20 e 21 de Abril de 1892, os comerciantes chineses de Macau estiveram em greve. Mais uma vez a questão dos monopólios – agora do vinho chinês liu-pun, que fora arrematado ainda por cima a um chinês de Hong Kong. A questão foi encaminhada para a resolução na Corte, em Lisboa e o Visconde de Senna Fernandes assumiu a questão do pagamento de taxas que o arrematante exigia, até vir resposta, o que de momento acalmou os ânimos. (1)

Este protesto foi originado pela publicação do Decreto do Governo de Sua Majestade Fidelíssima, de 1 de Outubro de 1891, para que estabelecesse em Macau o exclusivo da bebida chamada liu-pun, a que estavam ligados muitos interesses chineses. Já em Boletim Oficial de 6 de Abril de 1892, o Governador Conselheiro Borja alertava e põe desta data um ponto de ordem sobre uma agitação provocada através de pasquins afixados publicamente por «certos perturbadores da ordem, mal intencionados» acerca desse Decreto (1)

O vinho liu pun (2) – vinho de fermentação de arroz – era uma das indústrias mais rentáveis em Macau. Em 1927, por exemplo, existiam 48 fábricas em Macau que produziam o vinho liu pun. Estavam registas 56 firmas que importavam e exportavam o mesmo vinho. A «venda por grosso» fazia-se através de duas firmas e na «venda a retalho» no território, estavam autorizadas 126 casas comerciais.

Outras notícias posteriores a esta data , relacionadas com esta greve:
05-05-1892 – 14-06-1892 Arrematação do exclusivo do vinho chinês “Liu-Pun”
http://www3.icm.gov.mo/gate/gb/www.archives.gov.mo/webas/ArchiveDetail2013.aspx?id=19674
10-05-1892 – Ofício do Leal Senado ao Ministro e Secretário de Estado dos Negócios da Marinha e Ultramar, a enviar cópia de um requerimento dos chineses de Macau, em que pedem a abolição do exclusivo do vinho “Liu-Pun”
http://www.archives.gov.mo/webas/ArchiveDetail2013.aspx?id=19677
17-05-1892– Pedidos feitos pelos capitalistas e comerciantes chineses de Macau da abolição do exclusivo do vinho Liu-Pun e da conservação integral da franquia do Porto de Macau.
http://www.archives.gov.mo/webas/ArchiveDetail2013.aspx?id=19680
08-07-1892 – 09-07-1892 – Auto de averiguação feita pela Administração do Concelho de Macau acerca dos boatos que correm a dizer que haveria uma greve por parte dos comerciantes chineses sobre a questão de Liu-Pun
http://www.archives.gov.mo/webas/ArchiveDetail2013.aspx?id=19710
(1) SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, 3.º Vol., 1995
(2) Utilizado na cozinha macaense como por exemplo na «Galinha de Chau-Chau parida». Ver em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2014/04/24/postais-de-gastrono-mia-macaense-o-sabor-e-aroma-de-macau-v/