No dia 22 de Fevereiro de 1928, os ingleses residentes na China enviaram a coroa de folhas de loiros, feita de bronze, (que ainda se conserva no pedestal do busto existente na Gruta) com uma placa de bronze sobre a qual ela assenta, em que se acha inscrito o seguinte:

Macau a Short Handbook 1963 BUSTO DE CamõesA tribute of admiration to Louis de Camões from British Residents in China 1928 

Em imponente cerimónia, com piquete de marinheiros da canhoneira inglesa «Tarântula» e da portuguesa «Pátria», o Ministro da Inglaterra em Pequim veio depô-la junto do busto do poeta, na gruta que lhe é dedicada. (1)

NOTA: O ano 1928 foi para a China, o ano da chamada Reunificação Chinesa feita por Chiang Kai-shek (1887-1975; 蔣中正- Chiang Chung-cheng), comandante do Exército Revolucionário Nacionalista, (em 1927, Nanking era o centro do Governo Nacionalista) terminando a 29 de Dezembro de 1928 quando toda a China içou a mesma bandeira nacionalista acabando com os “pequenos governos autónomos”
(1) GOMES, Luís Gonzaga – Efemérides da História de Macau.