25DEZ1972 Centenário Teatro D. Pedro Y - I1.º dia de circulação do envelope, carimbo e selo, emitidos pelos Correios de Macau (C. T. T.), em comemoração do 1.º Centenário do Teatro D. Pedro V, no dia 25 de Dezembro de 1972.

Portaria 716/72 de 12 de Dezembro do Diário do Governo:
“Manda o Governo da República Portuguesa, pelo Ministro do Ultramar, que, nos termos do artigo 2.º do Decreto 37050, de 8 de Setembro de 1948, sejam emitidos e postos em circulação na província de Macau 200000 selos, da taxa de 2 patacas, com as dimensões de 34,5 mm x 25,45 mm, comemorativos do 1.º centenário do Teatro de D. Pedro V, tendo como motivo a fachada do referido Teatro de Macau, impressos nas cores verde, azul, lilás, preto, vermelho, amarelo, ouro, sépia, castanho, azul-ultramarino, rosa, amarelo-torrado, cinzento e ocre.
Ministério do Ultramar, 29 de Novembro de 1972. – O Ministro do Ultramar, Joaquim Moreira da Silva Cunha.Para ser publicada no Boletim Oficial de Macau. – J. da Silva Cunha.”

25DEZ1972 Centenário Teatro D. Pedro Y - IINa verdade o centenário do Teatro não seria nesse ano de 1972 já que a 1.ª notícia do Teatro é de 07-03-1857, conforme postagens minhas anteriores:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/03/07/noticias-de-7-de-marco-de-1857-teatro-d-pedro-v-i/
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2013/03/08/leitura-o-teatro-d-pedro-v-ii/
mas foi nesse ano que se resolveu celebrar essa data, conforme afirma o Padre Teixeira no preâmbulo “Breves Palavras”, do seu livro (1)
A actual Direcção do Clube de Macau, de que é presidente o nosso amigo Fernando José Rodrigues, resolveu celebrar o primeiro centenário do Teatro D. Pedro V no próximo ano de 1972, visto nada se ter feito na data própria…. (1)
O homem, que delineou o risco e dirigiu a construção do Teatro D. Pedro V (soberano então reinante) foi o macaense Pedro Germano Marques, mas a actual fachada foi delineada pelo Barão do Cercal em 1873 e restaurada em 1918 por José Francisco da Silva.
Situado no Largo de Santo Agostinho, em Macau, é um dos primeiros teatros de estilo ocidental na China.

(1) TEIXEIRA, P.e Manuel – O Teatro D. Pedro V. Clube de Macau 1.º Centenário, 1971.
NOTA: O jornal “Notícias de Macau” de 24-05-1971 publicava:
Todos nós podemos – e devemos – contribuir para a restauração do teatro D. Pedro V – um património histórico de Macau.
A Direcção do Clube de Macau vai levar a efeito no próximo ano de 1972 a celebração do Teatro «D. Pedro V»
Como é do conhecimento geral, o Teatro «D. Pedro V» encontra-se actualmente em precárias condições, tornando quase impraticável a sua utilização.