A COMEÇAR EM 17 DE DEZEMBRO DE 1959
Sessões às 14.30, 19.30 e 21.30 horas

1 – Abertura
2 – Documentário “News of the Day”
3 – Reclamos de próximos filmes
4 –

“Meio Dia”

Teatro Vitória - High Noon 1959High Noon”, mais conhecido pela tradução portuguesa “O comboio apitou três vezes”, é um excelente filme de Fred Zinnemann, de 1952, um dos melhores “western”, com suspense e intriga sociológica. Com uma excelente interpretação de Gary Cooper – no auge da sua carreira como mito do cowboy «bom» (nunca interpretou um pistoleiro mau, um xerife corrupto ou ladrão de cavalos), no papel de um xerife Wiil Kane movido pelo pânico, abandonado pela comunidade que tem de defender, paralisada pelo medo, que parece ser uma alegoria política do medo nacional que afligiu os Estados Unidos durante os anos da inquisição política do senador Joe McCarthy (1)
O filme é um exemplo típico da chamada «montagem paralela», três quartos do filme são construídos sobre a relação duma intensidade dramática crescente entre a aproximação da hora fatídica e as tentativas feitas pelo xerife de reunir um grupo de defensores, tentativas que são outros tantos fracassos.

“The story of a man who was too proud to run.” 

High Noon 1959Produção de Stanley Kramer, (com um pequeno orçamento de $730,000 e rendido $12.000,000) e argumento de Carl Foreman (2).
Conforme “imagem” de apresentação neste folheto, o filme recebeu quatro óscares, tendo sido nomeado para sete.  Recebeu o Óscar nas categorias de melhor actor (Gary Cooper), melhor edição, melhor música e melhor canção (“Do not forsake me, oh my darlin´, cantado por Tex Ritter) (3)

 

Grace KellyA actriz Grace Kelly em cena do trailer do filme

No seu primeiro papel num filme, o actor Lee Van Cleef no papel de vilão, membro do grupo dos «maus», (sem nenhum diálogo), papel que irá marcá-lo para sempre no cinema  – o auge em  “For a Few Dollars More” (1965), “The Good, the Bad, the Ugly (1966)

Teatro Vitória - High Noon 1959 versoPRÓXIMA MUDANÇA, o último filme de Mário Lanza “For The First Time” (estreado em 1959, filmado em 1958), com Zsa Zsa Gabor.
Mario Lanza (1921-1959), tenor norte-americano que fez grande sucesso no cinema na década de 50. Interpretou no filme “The Great Caruso”, (1951) o papel de Enrico Caruso, considerado maior tenor italiano.

(1) GUBERN, Román – O Western, introdução ao género in O Cinema, Volume II. Publicações Alfa, 1973.
(2) “During the making of High Noon, wrote Foreman some years later in Films and Filming, “I felt that I was ready to direct my next screenplay. However, in 1951, I was supoenaed by the Un-American Activities Committee, and my refusal to co-operate with it resulte dina a quarrel with Kramer and Glass, my departure from the company and subsequente black-listing in the American film industry. For five years I made no films, the black-listing remaining effective in Europe.” (RHODE, Eric – A History of the Cinema. Penguin Books, 1976).
(3) Ouvir e ver em:
https://www.youtube.com/watch?v=A4a_1UhwgFU
Esta canção alcançou maior êxito na voz de Frankie Laine em 1952:
http://www.songfacts.com/detail.php?id=3954
 Ver Trailers do filme:
http://www.imdb.com/title/tt0044706/
https://www.youtube.com/watch?v=QKLvKZ6nIiA