Número n.º 25 da Revista Cais (1), (28 cm x 19,5 cm; 32 páginas) publicada em Dezembro de 1999 com o título de “Macau e Depois do Adeus”.
CAIS n.º 25 DEZ 1999 CAPA

Tem um “Prefácio” do Eng. Roberto Carneiro intitulado “Até logo, Macau”.

CAIS n.º 25 DEZ 1999 1.ª página… Macau é, por isso, um caso singular no mundo. Compreende-se bem este facto quando se observam grupos de visitantes chineses a contemplar as Portas de S. Paulo; ou quando turistas portugueses olham curiosos o estranho ballet do Tai-Chi quotidianamente executado no jardim Vasco da Gama. …(…)
… Depois do Adeus é tempo de juntar os pedaços e fazer dos próximos 450 anos um grande “Portugal Oriental”…”

É um número totalmente dedicado a fotografias de Macau, Tem fotografias antigas de Macau dos anos 1940/50 do fotógrafo chinês Lei Iok Tin (Lee Yuk Tin) (2), da série retratando a pesca e os pescadores (3)

CAIS n.º 25 DEZ 1999  Lai Iok Tin Ilha Verde O mar e o morar (Ilha Verde)

CAIS n.º 25 DEZ 1999 Rotinas IRotinas

CAIS n.º 25 DEZ 1999 Rotinas IIRotinas

E fotografias “actuais” (de 1999) dos fotógrafos Artur Ventura, Carmo Correia, Henrique Bento, João Mariano e Tina Azinheiro.
(1) A Revista CAIS é propriedade da CAIS – Associação  da Solidariedade Social, distribuía por instituições de cariz social em Portugal que seleccionam entre os seus utentes, os vendedores da revista CAIS. O preço da capa é de 2 euros (actualmente) e a receita das vendas reverte para os vendedores (70%).
(2) Anteriores referências a este fotógrafo, ver em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/lei-iok-tin/
(3) Do livro: ”Pescadores de Macau. O Outro Rosto”. Outras duas fotos do mesmo livro em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/10/06/fotografias-de-lee-yuk-tin-194050/