Jacob Van Neck IINo dia 27 de Setembro de 1601, apareceram em frente de Macau as naus holandesas «Amsterdan» e «Gouda» e um patachinho da esquadra do Almirante Jacob Van Neck. (1) Era Capitão Mor de Macau, D. Paulo de Portugal (2). Traziam os holandeses 700 homens dos quais enviaram sete à terra, num barco sendo imediatamente capturados. No dia seguinte, mandaram os holandeses o patacho, que foi logo tomado com os seus nove homens. Dom Paulo da Gama pretendeu sair em perseguição das naus holandesas com seis navios de remo que armara mas os navios holandeses fugiram deixando os seus compatriotas que foram supliciados depois de se terem convertido à fé católica.(3)
Esta foi a primeira tentativa dos holandeses (inimigos de Espanha e por isso de Portugal) (4) em conquistarem Macau. (5) Nesta data, a população guardou as fazendas dos mercadores e abrigou-se no Colégio da Madre de Deus (a inauguração da Igreja da Madre de Deus foi somente a 25 de Dezembro de 1603).
A cidade era muito cobiçada no início de século XVII pois Macau prosperava e estava então no apogeu do comércio entre Macau e Nagasáqui no Japão. A cidade não tinha ainda nessa data “muros, nem fortaleza nem presidio algum de artilharia e soldadesca ou guarnição militar estável As duas patrulhas de exploração que os holandeses enviaram num esquife e num patacho foram aprisionados. Ente os despojos contaram-se quatro peças de artilharia e outros apetrechos de guerra”.(6)
Deve ter sido a seguir a estes ataques que a população se apercebeu da necessidade de construir obras de fortificação apesar da proibição das autoridades chinesas.
Jacob Van Neck I(1) O Almirante Jacob Corneliszoon van Neck (1564 – 1638,) foi o líder da segunda expedição holandesa às Índias Orientais (Indonésia) que partiu da Holanda em 1598. Voltou a Amsterdão, após 14 meses, em Julho de 1599, com uma carga tão rica (pimenta, cravo, noz moscada) que obteve lucro de 400% Foi o incentivo para novas expedições holandesas. Voltou ao oriente a 28 de Junho de 1600 com 6 navios, com objectivo de negociar com a China, sendo dessa sua segunda expedição que terá tentado conquistar Macau.
http://en.wikipedia.org/wiki/Jacob_Cornelisz._van_Neck
(2) Paulo de Portugal foi Capitão Mor de Macau de 1598 a 1602 (segundo outras fontes1599-1603)
(3) GOMES, Luís Gonzaga – Efemérides da História de Macau.
(4) Estava-se no período da dominação filipina em Portugal (1580-1640).
(5) Os sucessivos ataques à cidade foram em Julho de 1603 (bombardearam a cidade), 1604, 1607 e as expedições de 1622 (22 de Junho) e 1627.
(6) Segundo fontes holandesas, os marinheiros enviados para terra para reconhecimento, foram capturados, enforcados pelos Portugueses em Macau, outros afogados ou levados para Goa.
1610 – Execução em Macau de 17 prisioneiros holandeses” (SILVA, Beatriz Basto da – Cronologia da História de Macau, 1.º Vol.)
As duas imagens de Jacob Van Neck foram retiradas de:
http://en.wikipedia.org/wiki/Jacob_Cornelisz._van_Neck 
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jacob_Cornelisz_van_Neck_(1564-1638).jpg
NOTA: Para ter uma noção histórica da guerra dessa época,para supremacia dos mares orientais, e controle das rotas marítimas das especiarias, aconselho a leitura da Dissertação de Mestrado em História dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 1998), de NOTA: João C. da Silva de Jesus, intitulada
As Armadas do Sul. A Navegação Militar no Índico Oriental. 1580 – 1607” e que se pode ler em:
http://www.academia.edu/1820233/As_Armadas_do_Sul._A_navegacao_militar_no_Indico_Oriental._1580-1607