TOPONÍMIA Miradouro Henry Dunant

No 75.º aniversário da Cruz Vermelha de Macau, no dia 12 de Julho de 1997, a Dra. Maria Leonor Rocha Vieira inaugurou na Avenida da República, no miradouro da Praia Grande chamado tradicionalmente de Meia Laranja (hoje, miradouro de Henry Dunant), um busto de Henry Dunant, (1) fundador daquele movimento (2)

Henri Dunant

 

O pequeno monumento tem na frente uma inscrição em português e chinês

 

 

HENRY DUNANT
Fundador da
Cruz Vermelha
1828 – 1910

Do lado direito, em português, e do lado esquerdo, em chinês, tem a seguinte inscrição:

Humanidade
Imparcialidade
Neutralidade
Independência
Voluntariado
Unidade
Universalidade

Recorda-se que a sede da Cruz Vermelha em Macau está na Avenida da República n.º 58-60 (antiga Clínica «Lara Reis») desde 1988. Sobre esta “vivenda” ver:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/cruz-vermelha/

Henri Dunant FOTO(1) Jean Henry Dunant, filantropo suíço, fundador do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho da Sociedade da Cruz Vermelha. Prémio Nobel da Paz em 1901. Em Macau, a delegação da Cruz Vermelha Portuguesa foi formalmente constituída em 12 de Julho de 1922 (embora iniciada em 1920). Actualmente (desde 1999) designa-se Cruz Vermelha da RAEM sendo uma delegação da Sociedade da Criz Vermelha da China.
http://www.forumsnlp.org/index.php?option=com_content&view=article&id=108&Itemid=100
(2) ARAÚJO, Amadeu Gomes de – Diálogos em Bronze, Memórias de Macau. Livros do Oriente, 2001, 168 p., ISBN 972-9418-88-8