Na sua visita a Macau em Junho de 1952, o Ministro do Ultramar, Comandante Manuel Maria Sarmento Rodrigues, visitou a Ilha de Coloane no dia 21 de Junho.
A partida foi às 9 horas (não podendo ser mais cedo devido à maré), na lancha “Taipa”. Na ponte Cais de Coloane aguardavam a comitiva, além dos convidados, o comandante do Batalhão das Ilhas, capitão Gustavo de Araújo Barata da Cruz e o Administrador do Concelho das Ilhas, João da Cruz Caleres Júnior.

A Visita do Ministro Ultramar - Coloane I

Quando a vedeta da Capitania dos Portos, arvorando o pavilhão ministerial, se aproximava de Coloane, foram ao seu encontro alguns barcos-dragões. Tangendo gongos, remando em ritmo apressado, as suas guarnições constituídas por dezasseis chineses em cada barco, escoltaram a vedeta ministerial até ao cais. Estes típicos barcos, a que os chineses chamam “Long Sun”, (1) assemelhavam-se a enormes centopeias” 

A Visita do Ministro Ultramar - Coloane IIO Comandante Sarmento Rodrigues passou revista à guarda de honra, constituída por uma companhia do Batalhão de Caçadores 2, sob o comando do capitão Álvaro Lizardo Neves.
Após o desfile das forças militares, seguiu depois de automóvel até junto do Monumento de Coloane que assinala o heroico feito dum punhado de valentes portugueses que, em 12 e 13 de Julho de 1910, expulsaram numeroso bando de piratas que pretendiam saquear os bens dos pescadores chineses.
Junto do monumento estava formada a Companhia Indígena de Moçambique do Batalhão de Caçadores 2 sob o comando do capitão Carlos Palmela.

A Visita do Ministro Ultramar - Coloane III

O Ministro após discurso, depôs uma coroa em bronze no sopé do monumento que tem gravado a legenda “ A Pátria vos recorda

A Visita do Ministro Ultramar - Coloane IV

A Visita do Ministro Ultramar - Coloane VConversou depois com alguns dos combatentes, velhos militares que ostentavam no peito honrosas condecorações. Destes estavam presentes os alferes reformados, Joaquim da Costa Roque e Aníbal Passos e os cabos reformados José Mendes Quelhas, Simão Amarante e Lino.

A Visita do Ministro Ultramar - Coloane VIO velho cabo Amarante, reformado dos Bombeiros Municipais, descreveu um episódio da célebre batalha.

NOTA: informações, citações e fotografias retiradas de Monografia da Visita do Ministro do Ultramar a Macau em Junho de 1952. Repartição Central dos Serviços Económicos, 328 p.

(1) 龍船 –  mandarim pinyin: lóng chuán;  cantonense jyutping: lung4 syun4