A 26 de Abril de 1638, faleceu em Pequim, o célebre jesuíta milanês Jacques Rho que da inacabada fortaleza do Monte, disparou o tiro que terá causado a explosão dum barril de pólvora entre os invasores holandeses provocando assim o pânico e a debandada do inimigo, no glorioso dia 24 de Junho de 1622. (1)

Trata-se do padre jesuíta Giacomo Rho (2), nascido em Milão no ano de 1592 (2) ou 1593 (3), que entrou para a Sociedade de Jesus com a idade de 20 anos, como um fraco aluno mas que viria a ser um excelente matemático. Seguiu para o Oriente em 1617 com destino à Missão na China e após estadia em Goa chega a Macau exactamente nesse ano (1622) da tentativa de desembarque dos holandeses na praia de Cacilhas.

Com os seus conhecimentos de matemática, terá ensinado aos habitantes de Macau o uso eficiente da artilharia, e ficado com a “fama” da autoria do tiro “milagroso”.

Fortaleza do Monte 1988Fortaleza do Monte 1988 (Revista Macau)

Rapidamente aprendeu a língua chinesa e em 1624 seguiu para a China. Foi pelo seu excelente conhecimento da matemática que, em 1631, foi convidado pelo Imperador para reformar o calendário chinês juntamente com Johann Adam Schall von Bell, tarefa que o ocupou até à morte em 1638. Consta-se que numerosos dignitários chineses assistiram ao seu funeral. (3)

(1) “24-06-1622 – Retumbante vitória alcançada sobre os holandeses comandados por Kornelis Reyerszoon que, com 14 navios e 800 homens, pretendeu tomar a cidade. O inimigo foi completamente desbaratado ante o indómito esforço dos macaenses, capitaneados pelo denodado herói Lopo Sarmento de Carvalho.”
GOMES, Luís Gonzaga – Efemérides da História de Macau. Notícias de Macau, 1954, 267 p.
Ver anterior post:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2014/03/26/noticia-de-26-de-marco-de-1871-jardim-e-monumento-da-vitoria-i/ 
https://nenotavaiconta.wordpress.com/2012/11/28/noticia-28-de-novembro-de-1615/
(2) No trabalho de Yves Camus (s. j. do Instituto Ricci de Macau), numa lista da presença em Macau de jesuítas da Missão da China (após 1594, no Colégio de S. Paulo)(Quadro B, pp. 24-26), consta o nome de Giacomo Rho 羅雅谷 (1592 1638) que esteve em Macau de 1622 a 1624, tendo trabalhado na China dos 32 aos 46 anos, e sendo um astrónomo que colaborou com Johann Adam Schall von Bell no calendário (reinado do imperador Ming 明 , Tianqi 天啓  – 1621-1628 )
CAMUS, Yves, s.j. – Macao and the Jesuits (A Reading through the Prism of History). Macao Ricci Institute, s/ data, 26 p.
http://www.riccimac.org/doc/CAMUSY_MacauandtheJesuits.pdf
(3) http://en.wikipedia.org/wiki/Giacomo_Rho