São Francisco Xavier (Francisco de Jasso Azpilcueta Atondo Y Aznáres) nasceu a 7 de Abril de 1506 e faleceu na Ilha de Sanchoão a 3 de Dezembro de 1552. (1)
Recordo aqui o livro do Padre Benjamin Videira Pires sobre “Xavier em Sanchoão” (2)

Benjamin Videira Pires- Xavier em Sanchoão I

A primeira descrição da Ilha de Sanchoão, com um mapa rudimentar dela e dos seus arredores, é em xilogravura chinesa e caracteres latinos, de 1700: “RELATIO SEPULTURAE MAGNO ORIENTIS APOSTOLO S. FRANCISCO XAVERIO ERECTAE IN INSULA SANCIANO ANNO SAECULARI MDCC por Gaspar Castner, S. J., de Munique, e missionário em Fat-Shán. Reeditada com um valioso prefácio e comentário de Giuseppe Ros em Bessarione 11 (1907).
Uma segunda e longa descrição da mesma ilha (mas “sem fundo histórico” segundo Padre Videira Pires) foi do missionário J. B. Berthon, numa série de artigos intitulados “Autour du tombeau de Saint François-Xavier”, em “Les Missions Catholiques, 18″ (1886)

Benjamin Videira Pires- Xavier em Sanchoão ILHACHAPELLE DE S. FRANÇOIS XAVIER DANS L´ILE DE SANCIAN

Em 1557, António de Santa Fé, o catequista chinês que assistiu à morte de Xavier, chamou à ilha, pela primeira vez, Sanchoão, como faria o P. Francisco de Sousa, em 1710, nome que este explica assim “Sanchoão compõe-se de três ilhas, que estão perto uma das outras e parecm uma única ilha. Por isso, se chama Samchoa (Sam- três) (Choa-ilhas), pelos chineses.”

Benjamin Videira Pires- Xavier em Sanchoão MAPA上川岛 ( mandarim pinyin: shàng chuān ; dǎo; cantonense jyutping: soeng5 cyun1 dou2).
Também denominada Chang-Chuang, Sancian, San-choãomapa de 1994

Data de 1544, o mapa mais antigo da ilha de Sanchoão, situada na costa sul da província de Cantão. Atribui-se a Pierre Descelliers, da escola cartográfica francesa de Dieppe. Foi desenhado, porém, sobre um portulano português que desapareceu. (4)

(1) Ver anteriores “posts” sobre S. Francisco Xavier em:
https://nenotavaiconta.wordpress.com/tag/s-francisco-xavier/
(2) PIRES S. J. , Benjamin Videira – Xavier em Sanchoão. A Ilha de Sanchoão ontem e hoje. Monografia histórica. Macau, 1994, 39 p., I-VIII Estampas.
(3) Samchoa – três Ilhas 三 洲 (mandarim pinyin: sàn zhou; cantonense jyutping: saam1 zau1.
(4) SCHURHAMMER S. J., George – Francis Xavier, his life, his times. Translated by M. Joseph Costelloe, S. J. . The Jesuit Historical Insritute, Rome , 1982, Volume 4.º.